Ambulante de Fortaleza compõe 4 músicas para Copa do Mundo


Ambulante de Fortaleza compõe 4 músicas para Copa do Mundo

Morador de Fortaleza sonha em gravar um CD com suas composições. Segundo conta, seu repertório conta com cerca de 100 músicas

Por Hayanne Narlla em Fortaleza

4 de maio de 2014 às 10:00

Há 5 anos
Aldenor visitou o Sistema Jangadeiro de Comunicação para gravar sua composição (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Aldenor visitou o Sistema Jangadeiro de Comunicação para gravar sua composição (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

O vendedor ambulante Valdenor da Silva, mais conhecido como Aldenor, compôs quatro músicas para a Copa do Mundo. Com mistura de forró, brega e funk, o homem de 53 anos sonha em gravar um CD com as canções dedicadas ao futebol brasileiro.

“De novembro de 2013 a janeiro de 2014, finalizei as quatro. Mas faz cinco anos que faço músicas. Não tinha nada para fazer, aí resolvi fazer isso”, contou em meio a muita gargalhada. E sorriso é o que não falta em Aldenor, que compôs a primeira melodia ainda aos 9 anos. Na época, ele relembrou que ainda não tinha tido contado com TV nem rádio, só com a música.

Atualmente, o ambulante já conta com 100 canções em seu repertório. “Só não aprendi a tocar [instrumentos], porque tive preguiça. Dei um bolo num sanfoneiro e não aprendi”.

>LEIA MAIS:

Na torcida 

Mesmo sem muito dinheiro, Aldenor quer acompanhar a seleção brasileira durante os jogos. Com orgulho de receber o evento, ele acredita em mais uma vitória do Brasil e já quer compor a música do hexacampeonato.

“Faz mais de 60 anos que não tem Copa do Mundo aqui e eu me sinto muito satisfeito de viver esse momento. Gosto muito de futebol e estou com muita expectativa. Mas estou com medo também de ter muito protesto”, confidenciou.

Se o Brasil vai levar o título, ninguém tem certeza. Mas Aldenor já sonha com a conquista, veste a camisa e transforma a torcida em melodia. “Vai, vai, Brasil, que você não está só. Com o apoio da torcida, mostra que é o melhor”.

Confira o vídeo

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15014579″]

Publicidade

Dê sua opinião

Ambulante de Fortaleza compõe 4 músicas para Copa do Mundo

Morador de Fortaleza sonha em gravar um CD com suas composições. Segundo conta, seu repertório conta com cerca de 100 músicas

Por Hayanne Narlla em Fortaleza

4 de maio de 2014 às 10:00

Há 5 anos
Aldenor visitou o Sistema Jangadeiro de Comunicação para gravar sua composição (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Aldenor visitou o Sistema Jangadeiro de Comunicação para gravar sua composição (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

O vendedor ambulante Valdenor da Silva, mais conhecido como Aldenor, compôs quatro músicas para a Copa do Mundo. Com mistura de forró, brega e funk, o homem de 53 anos sonha em gravar um CD com as canções dedicadas ao futebol brasileiro.

“De novembro de 2013 a janeiro de 2014, finalizei as quatro. Mas faz cinco anos que faço músicas. Não tinha nada para fazer, aí resolvi fazer isso”, contou em meio a muita gargalhada. E sorriso é o que não falta em Aldenor, que compôs a primeira melodia ainda aos 9 anos. Na época, ele relembrou que ainda não tinha tido contado com TV nem rádio, só com a música.

Atualmente, o ambulante já conta com 100 canções em seu repertório. “Só não aprendi a tocar [instrumentos], porque tive preguiça. Dei um bolo num sanfoneiro e não aprendi”.

>LEIA MAIS:

Na torcida 

Mesmo sem muito dinheiro, Aldenor quer acompanhar a seleção brasileira durante os jogos. Com orgulho de receber o evento, ele acredita em mais uma vitória do Brasil e já quer compor a música do hexacampeonato.

“Faz mais de 60 anos que não tem Copa do Mundo aqui e eu me sinto muito satisfeito de viver esse momento. Gosto muito de futebol e estou com muita expectativa. Mas estou com medo também de ter muito protesto”, confidenciou.

Se o Brasil vai levar o título, ninguém tem certeza. Mas Aldenor já sonha com a conquista, veste a camisa e transforma a torcida em melodia. “Vai, vai, Brasil, que você não está só. Com o apoio da torcida, mostra que é o melhor”.

Confira o vídeo

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15014579″]