Alimentação no Aeroporto de Fortaleza varia em até 500%


Alimentação no Aeroporto de Fortaleza varia em até 500%

Enquanto na lanchonete popular uma garrafa de 500 ml de água custa R$ 1,20, a poucos metros os outros estabelecimentos vendem copo de 200 ml por até R$ 2,50

Por Hayanne Narlla em Fortaleza

13 de maio de 2014 às 08:00

Há 5 anos
Lanchonete popular oferece preços mais baratos dentro do mercado do aeroporto (FOTO: Infraero/ Divulgação)

Lanchonete popular oferece preços mais baratos dentro do mercado do aeroporto (FOTO: Infraero/ Divulgação)

Quem está com fome e quer poupar dinheiro na viagem vive a dúvida – e às vezes a angústia – de escolher o local com o preço mais barato para comer. No Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, os passageiros podem encontrar produtos com a variação de até 500% no valor final, como é o caso de um simples copo de água.

A realidade no aeroporto da capital cearense já foi pior. Desde dezembro de 2013, o terminal conta com uma lanchonete popular, com preços mais “em conta”. Sem mesas e cadeiras, o espaço vende lanches adequados para quem está de passagem rápida. O gerente da lanchonete, João Melo, ressaltou que a procura pelos menores preços tem sido grande.

De acordo com a Infraero, a lanchonete vende 15 produtos – escolhidos após uma pesquisa dos alimentos mais consumidos em aeroportos – com preços tabelados baseados no mercado da cidade. Dessa forma, eles possuem um teto de valor que não pode ser ultrapassado, o que não acontece com os demais produtos e estabelecimentos. “Cada concessionário é livre para tabelar seus produtos”, ressalta.

>LEIA MAIS:

Preços e variações

Preços no Aeroporto de Fortaleza podem variar em até 500% (FOTO: Falcão Jr)

Preços no Aeroporto de Fortaleza podem variar em até 500% (FOTO: Falcão Jr)

Enquanto na lanchonete popular a unidade de pão de queijo custa R$ 1,20 e uma lata de refrigerante R$ 3,20, a alguns passos de distância, permanecendo no mesmo piso, os mesmos produtos chegam a custar, respectivamente, R$ 4 e R$ 5,50. O curioso é que a mesma empresa que gere a lanchonete possui o empreendimento próximo, porém com preços bem diferentes.

A maior variação acontece ainda quando o passageiro muda de piso. Basta subir para o segundo andar, que ele chega a encontrar um copo de 200 ml de água por R$ 2,50 e um café expresso pequeno (50 ml) por R$ 4. Já na popular a garrafa de 500 ml de água custa R$ 1,20 e o café, R$ 2,60.

Os valores são justificados por causa do próprio mercado no local. Se um vende caro, o outro também pode vender. Durante o período da Copa do Mundo, em que se espera um grande volume de passageiros, os preços ainda podem subir, baseados na lei da oferta e procura, o que pode doer ainda mais no bolso do torcedor.

Confira a tabela de preços

Tabela---Lanchonetes

Publicidade

Dê sua opinião

Alimentação no Aeroporto de Fortaleza varia em até 500%

Enquanto na lanchonete popular uma garrafa de 500 ml de água custa R$ 1,20, a poucos metros os outros estabelecimentos vendem copo de 200 ml por até R$ 2,50

Por Hayanne Narlla em Fortaleza

13 de maio de 2014 às 08:00

Há 5 anos
Lanchonete popular oferece preços mais baratos dentro do mercado do aeroporto (FOTO: Infraero/ Divulgação)

Lanchonete popular oferece preços mais baratos dentro do mercado do aeroporto (FOTO: Infraero/ Divulgação)

Quem está com fome e quer poupar dinheiro na viagem vive a dúvida – e às vezes a angústia – de escolher o local com o preço mais barato para comer. No Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, os passageiros podem encontrar produtos com a variação de até 500% no valor final, como é o caso de um simples copo de água.

A realidade no aeroporto da capital cearense já foi pior. Desde dezembro de 2013, o terminal conta com uma lanchonete popular, com preços mais “em conta”. Sem mesas e cadeiras, o espaço vende lanches adequados para quem está de passagem rápida. O gerente da lanchonete, João Melo, ressaltou que a procura pelos menores preços tem sido grande.

De acordo com a Infraero, a lanchonete vende 15 produtos – escolhidos após uma pesquisa dos alimentos mais consumidos em aeroportos – com preços tabelados baseados no mercado da cidade. Dessa forma, eles possuem um teto de valor que não pode ser ultrapassado, o que não acontece com os demais produtos e estabelecimentos. “Cada concessionário é livre para tabelar seus produtos”, ressalta.

>LEIA MAIS:

Preços e variações

Preços no Aeroporto de Fortaleza podem variar em até 500% (FOTO: Falcão Jr)

Preços no Aeroporto de Fortaleza podem variar em até 500% (FOTO: Falcão Jr)

Enquanto na lanchonete popular a unidade de pão de queijo custa R$ 1,20 e uma lata de refrigerante R$ 3,20, a alguns passos de distância, permanecendo no mesmo piso, os mesmos produtos chegam a custar, respectivamente, R$ 4 e R$ 5,50. O curioso é que a mesma empresa que gere a lanchonete possui o empreendimento próximo, porém com preços bem diferentes.

A maior variação acontece ainda quando o passageiro muda de piso. Basta subir para o segundo andar, que ele chega a encontrar um copo de 200 ml de água por R$ 2,50 e um café expresso pequeno (50 ml) por R$ 4. Já na popular a garrafa de 500 ml de água custa R$ 1,20 e o café, R$ 2,60.

Os valores são justificados por causa do próprio mercado no local. Se um vende caro, o outro também pode vender. Durante o período da Copa do Mundo, em que se espera um grande volume de passageiros, os preços ainda podem subir, baseados na lei da oferta e procura, o que pode doer ainda mais no bolso do torcedor.

Confira a tabela de preços

Tabela---Lanchonetes