Marina e Ciro Gomes herdam maior percentual de votos de Lula, mostra pesquisa CNI

CNI/IBOPE

Marina e Ciro Gomes herdam maior percentual de votos de Lula, mostra pesquisa CNI

Em cenário sem o ex-presidente Lula, Marina e Ciro receberiam mais votos que o possível candidato alternativo do PT, Fernando Haddad

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

2 de agosto de 2018 às 15:33

Há 11 meses
O possível candidato alternativo do PT, Fernando Haddad, fica com 3% dos votos de Lula, segundo CNI. (Foto: Reprodução/Mídia Ninja)

O possível candidato alternativo do PT, Fernando Haddad, fica com 3% dos votos de Lula, segundo CNI. (Foto: Reprodução/Mídia Ninja)

A pré-candidata à presidência da República Marina Silva (Rede) é quem herda mais votos do PT na ausência do ex-presidente Lula nas eleições 2018. O dado é da pesquisa CNI/Ibope* divulgada nesta quinta-feira (2). O candidato nordestino Ciro Gomes (PDT) seria o segundo mais beneficiado. Fernando Haddad somaria 3% como candidato alternativo do PT.

O levantamento de intenção de voto mostra Lula (PT) com 33%, seguido por Jair Bolsonaro (PSL), com 15%; e Marina Silva (Rede) com 7%. Nesse caso, Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) aparecem com 4%. Sem Lula na disputa, os quatro melhores colocados são Jair Bolsonaro com 17%; Marina Silva com 13%; Ciro Gomes com 8%; e Geraldo Alckmin com 6%.

Eleitor de Lula

As menções ao ex-presidente Lula são mais expressivas na região Nordeste (54%). Além disso, ele se destaca em municípios com até 50 mil habitantes (40%) e no interior (37%). Quando o nome de Lula não consta na lista, 55% dos eleitores escolhem outro candidato. 36% disseram votar em branco ou nulo e 9% ficaram indecisos.

Os candidatos mais beneficiados com a migração de votos são Marina Silva (16%) e Ciro Gomes (11%). Fernando Haddad, que foi incluído na lista como candidato do PT alternativo ao ex-presidente, soma apenas 3% dos votos.

Entre os eleitores de Lula, o nome de Bolsonaro é o mais rejeitado: 41% do eleitorado do petista não votaria no deputado de jeito nenhum.

Regiões

Marina e Ciro continuam tecnicamente empatados no Nordeste em cenário sem Lula. A pré-candidata soma 16% contra 14% de Ciro Gomes. Na região, Bolsonaro tem 10% das intenções de voto, e Alckmin, 4%

No Norte/Centro Oeste, Bolsonaro e Marina empatam com 19% e 17% das intenções respectivamente. São seguidos por Ciro (8%) e Alckmin (4%).

No Sudeste, região de São Paulo onde Alckmin foi governador, Bolsonaro lidera com 19%, seguido por Marina (11%), Alckmin (8%) e Ciro Gomes (5%). No Sul, Bolsonaro tem 21%, Ciro, 7%; Marina, 6%; e Alckmin com 4%.

*A pesquisa ouviu 2 mil pessoas entre os dias 21 e 24 de junho, em 128 municípios, e tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Publicidade

Dê sua opinião

CNI/IBOPE

Marina e Ciro Gomes herdam maior percentual de votos de Lula, mostra pesquisa CNI

Em cenário sem o ex-presidente Lula, Marina e Ciro receberiam mais votos que o possível candidato alternativo do PT, Fernando Haddad

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

2 de agosto de 2018 às 15:33

Há 11 meses
O possível candidato alternativo do PT, Fernando Haddad, fica com 3% dos votos de Lula, segundo CNI. (Foto: Reprodução/Mídia Ninja)

O possível candidato alternativo do PT, Fernando Haddad, fica com 3% dos votos de Lula, segundo CNI. (Foto: Reprodução/Mídia Ninja)

A pré-candidata à presidência da República Marina Silva (Rede) é quem herda mais votos do PT na ausência do ex-presidente Lula nas eleições 2018. O dado é da pesquisa CNI/Ibope* divulgada nesta quinta-feira (2). O candidato nordestino Ciro Gomes (PDT) seria o segundo mais beneficiado. Fernando Haddad somaria 3% como candidato alternativo do PT.

O levantamento de intenção de voto mostra Lula (PT) com 33%, seguido por Jair Bolsonaro (PSL), com 15%; e Marina Silva (Rede) com 7%. Nesse caso, Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) aparecem com 4%. Sem Lula na disputa, os quatro melhores colocados são Jair Bolsonaro com 17%; Marina Silva com 13%; Ciro Gomes com 8%; e Geraldo Alckmin com 6%.

Eleitor de Lula

As menções ao ex-presidente Lula são mais expressivas na região Nordeste (54%). Além disso, ele se destaca em municípios com até 50 mil habitantes (40%) e no interior (37%). Quando o nome de Lula não consta na lista, 55% dos eleitores escolhem outro candidato. 36% disseram votar em branco ou nulo e 9% ficaram indecisos.

Os candidatos mais beneficiados com a migração de votos são Marina Silva (16%) e Ciro Gomes (11%). Fernando Haddad, que foi incluído na lista como candidato do PT alternativo ao ex-presidente, soma apenas 3% dos votos.

Entre os eleitores de Lula, o nome de Bolsonaro é o mais rejeitado: 41% do eleitorado do petista não votaria no deputado de jeito nenhum.

Regiões

Marina e Ciro continuam tecnicamente empatados no Nordeste em cenário sem Lula. A pré-candidata soma 16% contra 14% de Ciro Gomes. Na região, Bolsonaro tem 10% das intenções de voto, e Alckmin, 4%

No Norte/Centro Oeste, Bolsonaro e Marina empatam com 19% e 17% das intenções respectivamente. São seguidos por Ciro (8%) e Alckmin (4%).

No Sudeste, região de São Paulo onde Alckmin foi governador, Bolsonaro lidera com 19%, seguido por Marina (11%), Alckmin (8%) e Ciro Gomes (5%). No Sul, Bolsonaro tem 21%, Ciro, 7%; Marina, 6%; e Alckmin com 4%.

*A pesquisa ouviu 2 mil pessoas entre os dias 21 e 24 de junho, em 128 municípios, e tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.