Confiante, Ciro acredita que estará no segundo turno: "Pesquisa no Brasil é que nem deputado, se vende e se compra"

VOTAÇÃO

Confiante, Ciro acredita que estará no segundo turno: “Pesquisa no Brasil é que nem deputado, se vende e se compra”

Dizendo-se envergonhado sobre aliança com Eunicio Oliveira, Ciro declarou que votou no Psol para segunda vaga de senador

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

7 de outubro de 2018 às 12:59

Há 7 meses
ciro-gomes

Ciro Gomes votou na Secretaria da Saúde em Fortaleza (FOTO: Tribuna do Ceará)

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, votou na manhã deste domingo (7) na sede da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará. Confiante, Ciro afirmou que os resultados das urnas podem surpreender.

“É imenso o movimento que está acontecendo, é imenso mesmo. Não falo para agradar, nem pra ajustar voto nenhum. Eu posso perder por um tiquinho como posso ganhar por um montão. Não da pra saber, o povo brasileiro tá em revolução nesse momento”, declarou.

Ciro cumprimentou apoiadores e votou acompanhado da neta Maria Clara. O candidato conversou com a imprensa e confirmou que não teme o resultado das últimas pesquisas, que apontam Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no segundo turno. “Pesquisa no Brasil é que nem deputado, se vende e se compra”.

Ao ser questionado sobre um possível apoio ao candidato Fernando Haddad no segundo turno, Ciro retrucou com uma pergunta. “Como é que eu posso apoiar o Haddad se eu é que vou estar lá?”.

O candidato ainda defendeu o seu posicionamento de trazer uma nova forma de governar. “Eu não vou fazer acordo, eu não vou lotear governo. Eu tô pedindo a bola, tô me deslocando, eu tô na área. O Haddad tá no impedimento, se passar pra mim eu faço o gol. É preciso mudar radicalmente a forma de fazer política no Brasil”.

Bolsonaro

Ao ser informado que o candidato Jair Bolsonaro do PSL declarou que estava confiante em vencer as eleições em primeiro turno, Ciro desaprovou a postura do concorrente. “Os arrogantes e despreparados sempre se revelam nas horas de maior emoção. Quando uma pessoa, no dia das eleições, já se afirma vitorioso, é porque dispensa o voto das pessoas”.

Senado

Ciro que chegou a afirmar, ao longo da campanha, que estava envergonhado com a aliança que foi formada entre o seu irmão e Eunício, confirmou que o seu segundo voto para o Senado foi para o PSOL.

Confira o momento da votação:

http://mais.uol.com.br/view/16552926

Publicidade

Dê sua opinião

VOTAÇÃO

Confiante, Ciro acredita que estará no segundo turno: “Pesquisa no Brasil é que nem deputado, se vende e se compra”

Dizendo-se envergonhado sobre aliança com Eunicio Oliveira, Ciro declarou que votou no Psol para segunda vaga de senador

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

7 de outubro de 2018 às 12:59

Há 7 meses
ciro-gomes

Ciro Gomes votou na Secretaria da Saúde em Fortaleza (FOTO: Tribuna do Ceará)

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, votou na manhã deste domingo (7) na sede da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará. Confiante, Ciro afirmou que os resultados das urnas podem surpreender.

“É imenso o movimento que está acontecendo, é imenso mesmo. Não falo para agradar, nem pra ajustar voto nenhum. Eu posso perder por um tiquinho como posso ganhar por um montão. Não da pra saber, o povo brasileiro tá em revolução nesse momento”, declarou.

Ciro cumprimentou apoiadores e votou acompanhado da neta Maria Clara. O candidato conversou com a imprensa e confirmou que não teme o resultado das últimas pesquisas, que apontam Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no segundo turno. “Pesquisa no Brasil é que nem deputado, se vende e se compra”.

Ao ser questionado sobre um possível apoio ao candidato Fernando Haddad no segundo turno, Ciro retrucou com uma pergunta. “Como é que eu posso apoiar o Haddad se eu é que vou estar lá?”.

O candidato ainda defendeu o seu posicionamento de trazer uma nova forma de governar. “Eu não vou fazer acordo, eu não vou lotear governo. Eu tô pedindo a bola, tô me deslocando, eu tô na área. O Haddad tá no impedimento, se passar pra mim eu faço o gol. É preciso mudar radicalmente a forma de fazer política no Brasil”.

Bolsonaro

Ao ser informado que o candidato Jair Bolsonaro do PSL declarou que estava confiante em vencer as eleições em primeiro turno, Ciro desaprovou a postura do concorrente. “Os arrogantes e despreparados sempre se revelam nas horas de maior emoção. Quando uma pessoa, no dia das eleições, já se afirma vitorioso, é porque dispensa o voto das pessoas”.

Senado

Ciro que chegou a afirmar, ao longo da campanha, que estava envergonhado com a aliança que foi formada entre o seu irmão e Eunício, confirmou que o seu segundo voto para o Senado foi para o PSOL.

Confira o momento da votação:

http://mais.uol.com.br/view/16552926