Ciro Gomes evita declarar voto: "Se eu não posso ajudar, atrapalhar é que não quero"

APOIO?

Ciro Gomes evita declarar voto: “Se eu não posso ajudar, atrapalhar é que não quero”

Derrotado no primeiro turno, Ciro fez uma transmissão ao vivo na tarde deste sábado (27)

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

27 de outubro de 2018 às 17:38

Há 7 meses

(FOTO: Reprodução Facebook)

O ex-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, informou que não vai declarar apoio a nenhum presidenciável no segundo turno. Ciro resolveu se pronunciar em um vídeo transmitido ao vivo em sua página do Facebook, na tarde deste sábado (27).

“Todo mundo preferia que eu, com meu estilo, tomasse um lado e participasse da campanha, mas eu não quero fazer isso por uma razão muito prática que eu não quero dizer agora. Se eu não posso ajudar, atrapalhar é que não quero”, disse.

Ele afirmou ainda que as pessoas devem compreender a necessidade de votar com a democracia, contra a intolerância, pelo pluralismo, mas que ninguém está obrigado a votar contra convicções e ideologias. Para o segundo turno, o PDT emitiu nota manifestando apoio crítico a Fernando Haddad.

Ciro retornou ao Brasil depois de passar mais de duas semanas na Europa, após ficar em terceiro lugar no primeiro turno. O ex-governador do Ceará foi recebido por uma multidão de apoiadores no aeroporto de Fortaleza, mas não falou com a imprensa.

Confira o vídeo

#aovivo

Posted by Ciro Gomes on Saturday, October 27, 2018

Publicidade

Dê sua opinião

APOIO?

Ciro Gomes evita declarar voto: “Se eu não posso ajudar, atrapalhar é que não quero”

Derrotado no primeiro turno, Ciro fez uma transmissão ao vivo na tarde deste sábado (27)

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

27 de outubro de 2018 às 17:38

Há 7 meses

(FOTO: Reprodução Facebook)

O ex-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, informou que não vai declarar apoio a nenhum presidenciável no segundo turno. Ciro resolveu se pronunciar em um vídeo transmitido ao vivo em sua página do Facebook, na tarde deste sábado (27).

“Todo mundo preferia que eu, com meu estilo, tomasse um lado e participasse da campanha, mas eu não quero fazer isso por uma razão muito prática que eu não quero dizer agora. Se eu não posso ajudar, atrapalhar é que não quero”, disse.

Ele afirmou ainda que as pessoas devem compreender a necessidade de votar com a democracia, contra a intolerância, pelo pluralismo, mas que ninguém está obrigado a votar contra convicções e ideologias. Para o segundo turno, o PDT emitiu nota manifestando apoio crítico a Fernando Haddad.

Ciro retornou ao Brasil depois de passar mais de duas semanas na Europa, após ficar em terceiro lugar no primeiro turno. O ex-governador do Ceará foi recebido por uma multidão de apoiadores no aeroporto de Fortaleza, mas não falou com a imprensa.

Confira o vídeo

#aovivo

Posted by Ciro Gomes on Saturday, October 27, 2018