Professor de Juazeiro do Norte cria aplicativo para aproximar pais e alunos da escola


Professor de Juazeiro do Norte cria aplicativo para aproximar pais e alunos da escola

O professor de Informática Hernani Oliveira decidiu criar uma plataforma para unir todo o conteúdo virtual da Escola Prefeito Antônio Conserva Feitosa

Por Rosana Romão em Educação

1 de abril de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Sair de casa, dar aulas, corrigir exercícios e elaborar provas. Essas atividades são comuns para qualquer professor. Porém, há aqueles que vão além e se destacam por iniciativas criativas. Em Juazeiro do Norte, o professor de Informática Hernani Oliveira decidiu criar uma plataforma para unir todo o conteúdo virtual da Escola Prefeito Antônio Conserva Feitosa, no intuito de integrar corpo docente, funcionários, pais e alunos.

O professor, que leciona há três anos na escola e é responsável pelo Laboratório de Informática, auxilia outros professores e alunos no manuseio dos computadores, além de conduzir pesquisas e ministrar cursos de informática. “Gosto do meu trabalho, de tecnologias e das pessoas que fazem parte da escola. São elementos que me motivaram a desenvolver o aplicativo e ajudar a nossa escola”, conta.

O objetivo é aglomerar informações da instituição em único local, de modo a persuadir o aluno a conhecer outras mídias digitais da escola. O aplicativo foi criado em apenas dois dias, e recebe manutenção diária, fora do horário escolar. O app reúne todas as mídias sociais da escola: blog, Facebook, Twitter, Youtube e fotos. Através da ferramenta, que está disponível nos sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone, o usuário é informado sobre horários de aulas, reuniões de pais e mestres, eventos escolares, entre outros.

Para o professor Hernani Oliveira, o aplicativo é importante pelo fato de reunir as mídias digitais que a escola está inserida, assim como conectar o público jovem. “Apesar de minhas áreas de formação serem ciências humanas e ciências sociais aplicadas, sempre fui um amante das tecnologias, e constantemente busco me manter conectado com o que há de novo no ambiente digital, fazendo cursos online. Sou um autodidata virtual”, explica.

Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Novidade do ano

A plataforma foi apresentada em fevereiro deste ano, durante a primeira reunião escolar. Depois do anúncio, os alunos baixaram o aplicativo em seus smartphones, e desde então a novidade tem se tornado comum nas conversas entre os alunos nos corredores da instituição. “Se o objetivo do aplicativo é os discentes serem informados com notícias da unidade escolar e de interesse educacional, pode-se dizer que está sendo alcançado, já que nosso propósito é mantê-los sempre informados”, conclui o professor.

Publicidade

Dê sua opinião

Professor de Juazeiro do Norte cria aplicativo para aproximar pais e alunos da escola

O professor de Informática Hernani Oliveira decidiu criar uma plataforma para unir todo o conteúdo virtual da Escola Prefeito Antônio Conserva Feitosa

Por Rosana Romão em Educação

1 de abril de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Sair de casa, dar aulas, corrigir exercícios e elaborar provas. Essas atividades são comuns para qualquer professor. Porém, há aqueles que vão além e se destacam por iniciativas criativas. Em Juazeiro do Norte, o professor de Informática Hernani Oliveira decidiu criar uma plataforma para unir todo o conteúdo virtual da Escola Prefeito Antônio Conserva Feitosa, no intuito de integrar corpo docente, funcionários, pais e alunos.

O professor, que leciona há três anos na escola e é responsável pelo Laboratório de Informática, auxilia outros professores e alunos no manuseio dos computadores, além de conduzir pesquisas e ministrar cursos de informática. “Gosto do meu trabalho, de tecnologias e das pessoas que fazem parte da escola. São elementos que me motivaram a desenvolver o aplicativo e ajudar a nossa escola”, conta.

O objetivo é aglomerar informações da instituição em único local, de modo a persuadir o aluno a conhecer outras mídias digitais da escola. O aplicativo foi criado em apenas dois dias, e recebe manutenção diária, fora do horário escolar. O app reúne todas as mídias sociais da escola: blog, Facebook, Twitter, Youtube e fotos. Através da ferramenta, que está disponível nos sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone, o usuário é informado sobre horários de aulas, reuniões de pais e mestres, eventos escolares, entre outros.

Para o professor Hernani Oliveira, o aplicativo é importante pelo fato de reunir as mídias digitais que a escola está inserida, assim como conectar o público jovem. “Apesar de minhas áreas de formação serem ciências humanas e ciências sociais aplicadas, sempre fui um amante das tecnologias, e constantemente busco me manter conectado com o que há de novo no ambiente digital, fazendo cursos online. Sou um autodidata virtual”, explica.

Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Alunos utilizam o aplicativo para se informar sobre as novidades na instituição. (FOTO: Hernani Robinson)

Novidade do ano

A plataforma foi apresentada em fevereiro deste ano, durante a primeira reunião escolar. Depois do anúncio, os alunos baixaram o aplicativo em seus smartphones, e desde então a novidade tem se tornado comum nas conversas entre os alunos nos corredores da instituição. “Se o objetivo do aplicativo é os discentes serem informados com notícias da unidade escolar e de interesse educacional, pode-se dizer que está sendo alcançado, já que nosso propósito é mantê-los sempre informados”, conclui o professor.