Grupo de voluntários italianos incentiva a educação pública em Iguatu

CURADORIA

Grupo de voluntários italianos incentiva a educação pública em Iguatu

O grupo de visitantes se surpreendeu com a desigualdade social e dificuldade de jovens a entrar na faculdade

Por Tribuna do Ceará em Educação

10 de julho de 2016 às 06:45

Há 3 anos
Realidade de alunos de Iguatu surpreendeu o grupo. (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ UnB agência/ Isa Lima)

Realidade de alunos de Iguatu surpreendeu o grupo. (<span style="color: #ffffff"><a style="color: #ffffff" href="https://www.lunss.com/dresses/bridesmaid-dresses">FOTO</a></span>: Flickr/ Creative Commons/ UnB agência/ Isa Lima)

Um grupo de jovens italianos está em Iguatu para analisar os problemas e dificuldades da educação estadual, como também o difícil acesso enfrentado pelos alunos para ingressar em uma instituição de ensino.

A jovem italiana Greta explica que a desigualdade social é o que mais chamou sua atenção durante a visita ao município da região centro-sul do estado.

O padre italiano João Paulo explica que a escola não deve ser apenas uma teoria. Ele deve também ensinar bons costumes para uma vida melhor.

Alécia também veio da Itália e se surpreendeu com a dificuldade em que os jovens cearenses encontram ainda para ingressar na faculdade. Ela explica que devem existir melhorias para garantir o fácil acesso à educação.

Ao todo, 10 italianos permanecem até o próximo domingo (10) em Iguatu, realizando trabalhos e conhecendo as dificuldades encontradas no estado e no país.

Confira a reportagem da Rede Jangadeiro FM:

Publicidade

Dê sua opinião

CURADORIA

Grupo de voluntários italianos incentiva a educação pública em Iguatu

O grupo de visitantes se surpreendeu com a desigualdade social e dificuldade de jovens a entrar na faculdade

Por Tribuna do Ceará em Educação

10 de julho de 2016 às 06:45

Há 3 anos
Realidade de alunos de Iguatu surpreendeu o grupo. (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ UnB agência/ Isa Lima)

Realidade de alunos de Iguatu surpreendeu o grupo. (<span style="color: #ffffff"><a style="color: #ffffff" href="https://www.lunss.com/dresses/bridesmaid-dresses">FOTO</a></span>: Flickr/ Creative Commons/ UnB agência/ Isa Lima)

Um grupo de jovens italianos está em Iguatu para analisar os problemas e dificuldades da educação estadual, como também o difícil acesso enfrentado pelos alunos para ingressar em uma instituição de ensino.

A jovem italiana Greta explica que a desigualdade social é o que mais chamou sua atenção durante a visita ao município da região centro-sul do estado.

O padre italiano João Paulo explica que a escola não deve ser apenas uma teoria. Ele deve também ensinar bons costumes para uma vida melhor.

Alécia também veio da Itália e se surpreendeu com a dificuldade em que os jovens cearenses encontram ainda para ingressar na faculdade. Ela explica que devem existir melhorias para garantir o fácil acesso à educação.

Ao todo, 10 italianos permanecem até o próximo domingo (10) em Iguatu, realizando trabalhos e conhecendo as dificuldades encontradas no estado e no país.

Confira a reportagem da Rede Jangadeiro FM: