Escola pública de Fortaleza é elogiada pelo MEC por usar tecnologia como reforço aos alunos


Escola pública de Fortaleza é elogiada pelo MEC por usar tecnologia como reforço aos alunos

Os alunos do Patronato Sagrada Família, no Bairro Antônio Bezerra, se animam com as atividades que envolvem o Laboratório de Informática

Por Thamiris Treigher em Educação

4 de outubro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Os alunos se animam com as atividades que envolvam os recursos do Laboratório de Informática (Foto: Divulgação)

Os alunos se animam com as atividades que envolvam os recursos do Laboratório de Informática (Foto: Divulgação)

Em um mundo onde cada vez mais os alunos estão imersos em um mar de dispositivos eletrônicos, é preciso que os professores se sintam à vontade com a utilização das tecnologias de informação e comunicação, para incluí-las em suas aulas e projetos. Para isso, é fundamental capacitar professores e fornecer tecnologia adequada e suficiente às escolas para incentivar o desenvolvimento de atividades que mostrem aos alunos o potencial criativo e transformador dessas ferramentas tecnológicas.

Esse ponto de vista é defendido pelo professor Francisco Estêvão de Mesquita Lima, coordenador do laboratório educacional de informática da Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família, localizada no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, que ganhou destaque recentemente no portal do Ministério da Educação (MEC) por utilizar tecnologia como reforço ao conhecimento dos alunos.

Professor Estevão é responsável pela coordenação do processo de formação dos educadores no uso das tecnologias e trabalha com professores de todas as disciplinas, acompanhando ativamente o planejamento de área e os planos individuais. “Esse acompanhamento permite que os professores recebam o suporte necessário para planejarem suas atividades em sala de aula, desenvolverem projetos interdisciplinares, incorporarem novos conhecimentos e tecnologias às suas práticas pedagógicas e analisarem o desenvolvimento de seus alunos, encontrando os pontos fortes para incrementá-los e os fracos para minimizá-los”, explica.

Cada professor dispõe de horas que são destinadas para o planejamento das atividades de ensino e aprendizagem. Nesse momento, recebem acompanhamento da Coordenação Pedagógica, Professores Coordenadores de Área e do Professor Coordenador do Laboratório de Informática. O planejamento pode acontecer em grupo, com apresentação de problemas comuns que são discutidos pelos professores e elaboração de projetos interdisciplinares. Os professores também aproveitam o momento para compartilhar suas experiências e os resultados observados durante as aplicações das atividades.

Segundo o professor, a formação dos educadores no uso das tecnologias acontece basicamente em dois momentos. “Primeiramente durante o planejamento, momento esse em que, mediante os objetivos de aprendizagem pretendidos para o conteúdo a ser estudado, são apresentadas para o professor as metodologias que podem ajudá-lo a obter êxito em sua aula. Ele recebe a formação de aplicação da metodologia, adaptando-a quando necessário, assim como recebe orientação na utilização dos recursos tecnológicos que irá utilizar. A formação continua no momento da aplicação, no laboratório de informática”, diz Estevão.

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
1/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
2/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
3/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
4/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
5/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
6/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
7/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
8/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

Os alunos se animam com as atividades que envolvam os recursos do Laboratório de Informática (Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
9/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
10/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
11/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
12/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
13/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
14/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
15/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
16/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
17/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
18/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
19/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
20/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
21/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
22/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

A formação visa capacitar o professor não só no manuseio dos equipamentos e operação dos recursos tecnológicos, mas também oferecer possibilidades de uso significativo dessa tecnologia para potencializar o processo de geração de conhecimento. Dessa forma, o professor aprende a utilizar o smartphones e tablets, aplicativos, lousa digital da forma como os alunos utilizam, incrementando com sua própria experiência e mostrando aos alunos o potencial inexplorado dessas ferramentas. “Claro que nem todos os professores podem dispor de todos os equipamentos, por isso se faz necessário que haja na escola os recursos tecnológicos para a formação dos professores , para o desenvolvimento dessas atividades diferenciadas e para utilização dos alunos durante sua aplicação”, conta o professor.

Segundo o professor, é preciso perceber a informática como ferramenta de apoio e fortalecimento do processo ensino-aprendizagem. “Uma grande parte dos alunos utiliza as tecnologias apenas como uma forma de comunicação e ainda não conseguem vislumbrar todo o potencial criativo das tecnologias e a sua capacidade de ajudar a desenvolver as habilidades e competências”. O professor, então, passa a ser o “guia” nessa jornada de conhecimento.

O atendimento no laboratório de informática é realizado mediante agendamento, seja para as aulas planejadas com os professores, seja para atendimentos individualizados para os alunos fazerem pesquisas, montarem trabalhos ou resolverem atividades. Os alunos se animam com as atividades que envolvem os recursos do Laboratório de Informática, sejam eles computadores, tablets ou lousa digital. As atividades em que eles mais demonstram interesse são aquelas que permitem que os seus trabalhos sejam conhecidos por outras pessoas. Nessa categoria, enquadram-se atividades com redes sociais e criação de podcasts (áudio ou vídeo) . “Em geral, eles percebem as atividades como formas diferenciadas e mais dinâmicas de estudar e aprender”, comenta Estevão.

O destaque no Portal do MEC foi visto pela escola como uma prova de que esse é o caminho certo. “Nos motiva a continuar investindo na formação de professores, na preparação dos alunos e no desenvolvimento de novas metodologias que façam uso dessas tecnologias, de forma segura, responsável e efetiva”, finaliza o professor.

Publicidade

Dê sua opinião

Escola pública de Fortaleza é elogiada pelo MEC por usar tecnologia como reforço aos alunos

Os alunos do Patronato Sagrada Família, no Bairro Antônio Bezerra, se animam com as atividades que envolvem o Laboratório de Informática

Por Thamiris Treigher em Educação

4 de outubro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Os alunos se animam com as atividades que envolvam os recursos do Laboratório de Informática (Foto: Divulgação)

Os alunos se animam com as atividades que envolvam os recursos do Laboratório de Informática (Foto: Divulgação)

Em um mundo onde cada vez mais os alunos estão imersos em um mar de dispositivos eletrônicos, é preciso que os professores se sintam à vontade com a utilização das tecnologias de informação e comunicação, para incluí-las em suas aulas e projetos. Para isso, é fundamental capacitar professores e fornecer tecnologia adequada e suficiente às escolas para incentivar o desenvolvimento de atividades que mostrem aos alunos o potencial criativo e transformador dessas ferramentas tecnológicas.

Esse ponto de vista é defendido pelo professor Francisco Estêvão de Mesquita Lima, coordenador do laboratório educacional de informática da Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família, localizada no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, que ganhou destaque recentemente no portal do Ministério da Educação (MEC) por utilizar tecnologia como reforço ao conhecimento dos alunos.

Professor Estevão é responsável pela coordenação do processo de formação dos educadores no uso das tecnologias e trabalha com professores de todas as disciplinas, acompanhando ativamente o planejamento de área e os planos individuais. “Esse acompanhamento permite que os professores recebam o suporte necessário para planejarem suas atividades em sala de aula, desenvolverem projetos interdisciplinares, incorporarem novos conhecimentos e tecnologias às suas práticas pedagógicas e analisarem o desenvolvimento de seus alunos, encontrando os pontos fortes para incrementá-los e os fracos para minimizá-los”, explica.

Cada professor dispõe de horas que são destinadas para o planejamento das atividades de ensino e aprendizagem. Nesse momento, recebem acompanhamento da Coordenação Pedagógica, Professores Coordenadores de Área e do Professor Coordenador do Laboratório de Informática. O planejamento pode acontecer em grupo, com apresentação de problemas comuns que são discutidos pelos professores e elaboração de projetos interdisciplinares. Os professores também aproveitam o momento para compartilhar suas experiências e os resultados observados durante as aplicações das atividades.

Segundo o professor, a formação dos educadores no uso das tecnologias acontece basicamente em dois momentos. “Primeiramente durante o planejamento, momento esse em que, mediante os objetivos de aprendizagem pretendidos para o conteúdo a ser estudado, são apresentadas para o professor as metodologias que podem ajudá-lo a obter êxito em sua aula. Ele recebe a formação de aplicação da metodologia, adaptando-a quando necessário, assim como recebe orientação na utilização dos recursos tecnológicos que irá utilizar. A formação continua no momento da aplicação, no laboratório de informática”, diz Estevão.

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
1/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
2/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
3/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
4/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
5/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
6/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
7/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
8/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

Os alunos se animam com as atividades que envolvam os recursos do Laboratório de Informática (Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
9/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
10/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
11/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
12/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
13/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
14/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
15/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
16/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
17/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
18/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
19/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
20/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
21/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família
22/22

Escola de Ensino Fundamental e Médio Patronato Sagrada Família

(Foto: Divulgação)

A formação visa capacitar o professor não só no manuseio dos equipamentos e operação dos recursos tecnológicos, mas também oferecer possibilidades de uso significativo dessa tecnologia para potencializar o processo de geração de conhecimento. Dessa forma, o professor aprende a utilizar o smartphones e tablets, aplicativos, lousa digital da forma como os alunos utilizam, incrementando com sua própria experiência e mostrando aos alunos o potencial inexplorado dessas ferramentas. “Claro que nem todos os professores podem dispor de todos os equipamentos, por isso se faz necessário que haja na escola os recursos tecnológicos para a formação dos professores , para o desenvolvimento dessas atividades diferenciadas e para utilização dos alunos durante sua aplicação”, conta o professor.

Segundo o professor, é preciso perceber a informática como ferramenta de apoio e fortalecimento do processo ensino-aprendizagem. “Uma grande parte dos alunos utiliza as tecnologias apenas como uma forma de comunicação e ainda não conseguem vislumbrar todo o potencial criativo das tecnologias e a sua capacidade de ajudar a desenvolver as habilidades e competências”. O professor, então, passa a ser o “guia” nessa jornada de conhecimento.

O atendimento no laboratório de informática é realizado mediante agendamento, seja para as aulas planejadas com os professores, seja para atendimentos individualizados para os alunos fazerem pesquisas, montarem trabalhos ou resolverem atividades. Os alunos se animam com as atividades que envolvem os recursos do Laboratório de Informática, sejam eles computadores, tablets ou lousa digital. As atividades em que eles mais demonstram interesse são aquelas que permitem que os seus trabalhos sejam conhecidos por outras pessoas. Nessa categoria, enquadram-se atividades com redes sociais e criação de podcasts (áudio ou vídeo) . “Em geral, eles percebem as atividades como formas diferenciadas e mais dinâmicas de estudar e aprender”, comenta Estevão.

O destaque no Portal do MEC foi visto pela escola como uma prova de que esse é o caminho certo. “Nos motiva a continuar investindo na formação de professores, na preparação dos alunos e no desenvolvimento de novas metodologias que façam uso dessas tecnologias, de forma segura, responsável e efetiva”, finaliza o professor.