8 detentos nos presídios cearenses são aprovados no Enem 2015


8 detentos de presídios cearenses são aprovados no Enem 2015

Detentos conquistaram vagas em cursos da UFC e Uece. Agora, dependem de autorização judicial para cursar o ensino superior

Por Hayanne Narlla em Educação

19 de janeiro de 2016 às 06:00

Há 3 anos
Neste ano, 1.682 detentos se inscreveram no Enem (FOTO: Sejus/ Divulgação)

Neste ano, 1.682 detentos se inscreveram no Enem (FOTO: Sejus/ Divulgação)

Oito presos do sistema penitenciário cearense foram aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015. Eles foram selecionados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e têm vagas garantidas em cursos da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Agora, os internos dependem de autorização judicial para cursar o ensino superior. Além do acesso ao ensino superior, o Enem é também uma opção para certificar o Ensino Médio.

Entre os oito aprovados, três foram selecionados para a UFC, nos cursos de Administração, Matemática e Educação Física. E os demais para os cursos de Matemática, Serviço Social, Pedagogia e Ciências Sociais na Uece.

A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) está realizando a articulação necessária com a Defensoria Pública do Estado para que o pedido seja feito ao Judiciário. Neste ano, 1.682 detentos se inscreveram no exame. O número de aprovados ainda pode aumentar com a segunda chamada.

O direito ao estudo é garantido pela Constituição Federal, pela Lei de Execução Penal (LEP), pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394) e pelo Plano Nacional de Educação (PNE). O estudo é também válido para a remição da pena. A cada 12 horas de estudo, um dia é reduzido da pena a cumprir.

Oito conseguiram aprovação em cursos da UFC e Uece (FOTO: Sejus/ Divulgação)

Oito conseguiram aprovação em cursos da UFC e Uece (FOTO: Sejus/ Divulgação)

Publicidade

Dê sua opinião

8 detentos de presídios cearenses são aprovados no Enem 2015

Detentos conquistaram vagas em cursos da UFC e Uece. Agora, dependem de autorização judicial para cursar o ensino superior

Por Hayanne Narlla em Educação

19 de janeiro de 2016 às 06:00

Há 3 anos
Neste ano, 1.682 detentos se inscreveram no Enem (FOTO: Sejus/ Divulgação)

Neste ano, 1.682 detentos se inscreveram no Enem (FOTO: Sejus/ Divulgação)

Oito presos do sistema penitenciário cearense foram aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015. Eles foram selecionados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e têm vagas garantidas em cursos da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Agora, os internos dependem de autorização judicial para cursar o ensino superior. Além do acesso ao ensino superior, o Enem é também uma opção para certificar o Ensino Médio.

Entre os oito aprovados, três foram selecionados para a UFC, nos cursos de Administração, Matemática e Educação Física. E os demais para os cursos de Matemática, Serviço Social, Pedagogia e Ciências Sociais na Uece.

A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) está realizando a articulação necessária com a Defensoria Pública do Estado para que o pedido seja feito ao Judiciário. Neste ano, 1.682 detentos se inscreveram no exame. O número de aprovados ainda pode aumentar com a segunda chamada.

O direito ao estudo é garantido pela Constituição Federal, pela Lei de Execução Penal (LEP), pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394) e pelo Plano Nacional de Educação (PNE). O estudo é também válido para a remição da pena. A cada 12 horas de estudo, um dia é reduzido da pena a cumprir.

Oito conseguiram aprovação em cursos da UFC e Uece (FOTO: Sejus/ Divulgação)

Oito conseguiram aprovação em cursos da UFC e Uece (FOTO: Sejus/ Divulgação)