Jornalista transforma cozinha de casa em padaria e faz sucesso nas redes sociais


Jornalista transforma cozinha de casa em padaria e faz sucesso nas redes sociais

Abertura da padaria ocorreu por acaso, a partir de uma publicação no Facebook. Agora, já são produzidos 70 pães por semana, incluindo integrais, naturais e até de cerveja

Por Roberta Tavares em Cotidiano

23 de dezembro de 2014 às 09:00

Há 4 anos
Aos 38 anos, jornalista faz sucesso com seus pães na internet (FOTO: Arquivo Pessoal/Kerla Alencar)

Aos 38 anos, jornalista faz sucesso com seus pães na internet (FOTO: Arquivo Pessoal/Kerla Alencar)

Por insistência de uma amiga, a jornalista Kerla Alencar, de 38 anos, montou uma padaria na cozinha de casa, em Fortaleza. Tudo começou como um hobby, que acabou se tornando complemento de renda. A paixão e o sucesso com os pães resultaram em êxito nas redes sociais.

“A padaria surgiu há um ano e meio, por acaso. Primeiro, aprendi sozinha o básico, lendo em livros e assistindo a vídeos. Depois fiz cursos e testava receitas em casa, inclusive de pães”, explica a empreendedora. Até que, um dia, Kerla atendeu ao pedido de uma amiga por um de seus pães. “Ela insistiu para comprar. Gostou, fez um comentário no Facebook e publicou a foto. Os amigos dela ficaram curiosos e me contataram”, lembra.

De pedido em pedido, a brincadeira ficou séria. Surgiu, então, a Pequena Padaria Caseira da Kerla. Mesmo ainda informal, a jornalista transformou a cozinha de casa em uma verdadeira panificadora com qualidade profissional. Tem foccacia, panetone com recheios especiais, pão de cerveja, pão italiano, pão de alecrim, pão de forma branco, semi-integral e integral. Esse último é elaborado com farinha de trigo integral e gergelim, não leva farinha branca, ovos, leite ou manteiga. A massa é úmida e macia.

“A padaria caseira é a maneira carinhosa como chamo minha cozinha particular. Comecei fazendo o Natureba, um pão 100% integral e zero lactose. Depois, fui ampliando o cardápio para pães recheados e panetones diferentes. Mas o carro-chefe continua sendo o integral”, conta a jornalista.

As vendas são feitas só sob encomenda, com antecedência de pelo menos 24 horas. Os pedidos podem ser tanto pelo Facebook, Instagram, Whatsapp como pela maneira tradicional: telefone. A receptividade, segundo a empreendedora, é excelente. Os clientes são fieis. “Muitos fazem reeducação alimentar, outros estão interessados em comprar um pão feito só para eles, sem conservantes e mais natural”.

Pequena Padaria Caseira da Kerla
1/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba com mel e canela (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
2/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba: sem leite, sem ovo e sem farinha branca (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
3/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
4/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pão Natureba fresquinho com aveia, mel, quinoa, gergelim e coco (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
5/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones de tomates secos (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
6/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Foccacia recheada! (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
7/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
8/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
9/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
10/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones com recheios especiais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
11/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pão de cerveja recheado com queijo coalho e calabresa (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
12/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pão de coco integral. Uma delícia (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
13/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Padaria foi aberta há cerca de 1 ano e meio e já faz sucesso nas redes sociais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
14/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

O valor dos pães varia de R$ 6 a R$ 35 (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
15/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
16/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pães de cerveja (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
17/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetone de chocolate meio-amargo (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
18/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones com recheios especiais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
19/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones com recheios especiais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
20/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

O valor dos pães varia de R$ 6 a R$ 35 (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

O valor dos pães varia de R$ 6 a R$ 35. São feitos cerca de 70 produtos por semana – produção que a cozinha da jornalista dá conta. Apesar de a Pequena Padaria Caseira da Kerla ter mais de 1 ano, a empreendedora ainda não tem noção da renda extra, demonstrando que tudo é feito mais pela paixão do que pelo retorno financeiro. “Não comecei com o objetivo de complementar a renda. Comecei porque as coisas me levaram a isso, então nunca organizei a questão financeira. Vou simplesmente fazendo”, brinca.

E a conciliação do jornalismo com a culinária promete dar bons frutos. A ideia de Kerla, no futuro, é aliar as duas áreas, ou seja: trabalhar com jornalismo de gastronomia. “Jamais vou deixar o jornalismo”, promete, e dá a dica para quem quer começar a empreender: não esquecer a importância da Internet na divulgação do produto. “Escolher algo que gosta e usar o potencial das redes sociais, como também fazer cursos de empreendedorismo, porque deixa tudo mais organizado e previsível”, conclui.

Publicidade

Dê sua opinião

Jornalista transforma cozinha de casa em padaria e faz sucesso nas redes sociais

Abertura da padaria ocorreu por acaso, a partir de uma publicação no Facebook. Agora, já são produzidos 70 pães por semana, incluindo integrais, naturais e até de cerveja

Por Roberta Tavares em Cotidiano

23 de dezembro de 2014 às 09:00

Há 4 anos
Aos 38 anos, jornalista faz sucesso com seus pães na internet (FOTO: Arquivo Pessoal/Kerla Alencar)

Aos 38 anos, jornalista faz sucesso com seus pães na internet (FOTO: Arquivo Pessoal/Kerla Alencar)

Por insistência de uma amiga, a jornalista Kerla Alencar, de 38 anos, montou uma padaria na cozinha de casa, em Fortaleza. Tudo começou como um hobby, que acabou se tornando complemento de renda. A paixão e o sucesso com os pães resultaram em êxito nas redes sociais.

“A padaria surgiu há um ano e meio, por acaso. Primeiro, aprendi sozinha o básico, lendo em livros e assistindo a vídeos. Depois fiz cursos e testava receitas em casa, inclusive de pães”, explica a empreendedora. Até que, um dia, Kerla atendeu ao pedido de uma amiga por um de seus pães. “Ela insistiu para comprar. Gostou, fez um comentário no Facebook e publicou a foto. Os amigos dela ficaram curiosos e me contataram”, lembra.

De pedido em pedido, a brincadeira ficou séria. Surgiu, então, a Pequena Padaria Caseira da Kerla. Mesmo ainda informal, a jornalista transformou a cozinha de casa em uma verdadeira panificadora com qualidade profissional. Tem foccacia, panetone com recheios especiais, pão de cerveja, pão italiano, pão de alecrim, pão de forma branco, semi-integral e integral. Esse último é elaborado com farinha de trigo integral e gergelim, não leva farinha branca, ovos, leite ou manteiga. A massa é úmida e macia.

“A padaria caseira é a maneira carinhosa como chamo minha cozinha particular. Comecei fazendo o Natureba, um pão 100% integral e zero lactose. Depois, fui ampliando o cardápio para pães recheados e panetones diferentes. Mas o carro-chefe continua sendo o integral”, conta a jornalista.

As vendas são feitas só sob encomenda, com antecedência de pelo menos 24 horas. Os pedidos podem ser tanto pelo Facebook, Instagram, Whatsapp como pela maneira tradicional: telefone. A receptividade, segundo a empreendedora, é excelente. Os clientes são fieis. “Muitos fazem reeducação alimentar, outros estão interessados em comprar um pão feito só para eles, sem conservantes e mais natural”.

Pequena Padaria Caseira da Kerla
1/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba com mel e canela (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
2/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba: sem leite, sem ovo e sem farinha branca (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
3/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
4/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pão Natureba fresquinho com aveia, mel, quinoa, gergelim e coco (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
5/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones de tomates secos (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
6/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Foccacia recheada! (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
7/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
8/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
9/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
10/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones com recheios especiais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
11/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pão de cerveja recheado com queijo coalho e calabresa (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
12/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pão de coco integral. Uma delícia (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
13/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Padaria foi aberta há cerca de 1 ano e meio e já faz sucesso nas redes sociais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
14/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

O valor dos pães varia de R$ 6 a R$ 35 (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
15/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Natureba 100% integral: carro-chefe da padaria (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
16/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Pães de cerveja (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
17/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetone de chocolate meio-amargo (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
18/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones com recheios especiais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
19/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

Panetones com recheios especiais (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

Pequena Padaria Caseira da Kerla
20/20

Pequena Padaria Caseira da Kerla

O valor dos pães varia de R$ 6 a R$ 35 (FOTO: Arquivo pessoal/Kerla Alencar)

O valor dos pães varia de R$ 6 a R$ 35. São feitos cerca de 70 produtos por semana – produção que a cozinha da jornalista dá conta. Apesar de a Pequena Padaria Caseira da Kerla ter mais de 1 ano, a empreendedora ainda não tem noção da renda extra, demonstrando que tudo é feito mais pela paixão do que pelo retorno financeiro. “Não comecei com o objetivo de complementar a renda. Comecei porque as coisas me levaram a isso, então nunca organizei a questão financeira. Vou simplesmente fazendo”, brinca.

E a conciliação do jornalismo com a culinária promete dar bons frutos. A ideia de Kerla, no futuro, é aliar as duas áreas, ou seja: trabalhar com jornalismo de gastronomia. “Jamais vou deixar o jornalismo”, promete, e dá a dica para quem quer começar a empreender: não esquecer a importância da Internet na divulgação do produto. “Escolher algo que gosta e usar o potencial das redes sociais, como também fazer cursos de empreendedorismo, porque deixa tudo mais organizado e previsível”, conclui.