Homem que vende água na rua vestido de garçom apela por ajuda para fazer cirurgia

PEDRAS NOS RINS

Homem que vende água na rua vestido de garçom apela por ajuda para fazer cirurgia

Ivanildo Teixeira já é conhecido no Montese, por sua atividade sempre na mesma rua. Agora, ele pede ajuda para tratamento

Por Matheus Ribeiro em Cotidiano

4 de março de 2017 às 06:30

Há 2 anos

Garçom comercializa produtos na rua desde 2014 (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro/SBT)

Quem passa pela rua Três Marias, no Bairro Montese, em Fortaleza, provavelmente encontrará um garçom vendendo água no meio da via. Ou um vendedor de água vestido de garçom. Quando o sinal fecha, Ivanildo Teixeira, de 49 anos, começa a iniciar o seu trabalho. Contudo, alguns problemas de saúde podem fazer com que ele pare de praticar a sua única forma de sustento.

O garçom de rua, que trabalha há dois anos no mesmo local, sofre com pedras nos rins e precisa de uma cirurgia. Além disso, um acidente de moto sofrido há mais de 10 anos lhe fez necessitar de curativos e remédios vendidos sob receita médica.

Segundo Ivanildo, o dinheiro arrecadado com a venda dos produtos não proporciona comprar os remédios e materiais curativos, e muito menos fazer a cirurgia necessária.

“O dinheiro que ganho aqui não dá pra quase nada. Vendo água natural a R$ 1,50 e com gás a R$ 2,50. Infelizmente isso só dá pra me alimentar. Todos os dias preciso fazer meus curativos pra poder trabalhar, e só com o dinheiro que ganho vendendo água não consigo custear o valor do material. Preciso de material de curativo, gaze, esparadrapo e também da pomada Colagenase, que só é vendida com receita médica. Enquanto isso, fico sofrendo”, explica Ivanildo, em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT. 

A dor constante devido aos problemas de saúde fizeram com que Ivanildo criasse uma campanha como pedido de socorro. “Estou com uma campanha agora pra ver se consigo ajuda. Pergunto a pessoa que me compra água se ela conhece algum urologista ou clínico geral que possa me ajudar. Realmente não estou aguentando mais de tanta dor, quem já teve pedra nos rins sabe como a dor é grande”, relata.

Relembre a história

A história de Ivanildo ficou conhecido em 2015 após uma matéria realizada pelo Tribuna do Ceará e pelo programa Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT.

Com roupas sociais, uma calça preta, camisa branca de mangas compridas e gravata tipo borboleta, ele comercializa água na via. Uma bandeja prateada, com um balde típico de armazenar gelo para drinques finos, finaliza um toque peculiar no visual. Casado, e com um casal de filhos, em 2000 Ivanildo sofreu um acidente de moto e perdeu o joelho. Antes disso, trabalhou por 21 anos como mensageiro em uma empresa.

Além de ser “garçom”, Ivanildo é uma das lideranças sociais de sua comunidade, uma das mais atingidas pelas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que deveria ter ficado pronto na Copa do Mundo de 2014. Ele realiza projetos para crianças e adolescentes, e toca uma ação que ensina zumba para as pessoas do bairro.

Como ajudar?

Os interessados em ajudar Seu Ivanildo, como é conhecido, podem entrar em contato com a produção do programa Barra Pesada ou através do telefone do próprio garçom de rua.

SERVIÇO
Produção Barra Pesada: (85) 3466-2037
Ivanildo Teixeira: (85) 9.88750825

Publicidade

Dê sua opinião

PEDRAS NOS RINS

Homem que vende água na rua vestido de garçom apela por ajuda para fazer cirurgia

Ivanildo Teixeira já é conhecido no Montese, por sua atividade sempre na mesma rua. Agora, ele pede ajuda para tratamento

Por Matheus Ribeiro em Cotidiano

4 de março de 2017 às 06:30

Há 2 anos

Garçom comercializa produtos na rua desde 2014 (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro/SBT)

Quem passa pela rua Três Marias, no Bairro Montese, em Fortaleza, provavelmente encontrará um garçom vendendo água no meio da via. Ou um vendedor de água vestido de garçom. Quando o sinal fecha, Ivanildo Teixeira, de 49 anos, começa a iniciar o seu trabalho. Contudo, alguns problemas de saúde podem fazer com que ele pare de praticar a sua única forma de sustento.

O garçom de rua, que trabalha há dois anos no mesmo local, sofre com pedras nos rins e precisa de uma cirurgia. Além disso, um acidente de moto sofrido há mais de 10 anos lhe fez necessitar de curativos e remédios vendidos sob receita médica.

Segundo Ivanildo, o dinheiro arrecadado com a venda dos produtos não proporciona comprar os remédios e materiais curativos, e muito menos fazer a cirurgia necessária.

“O dinheiro que ganho aqui não dá pra quase nada. Vendo água natural a R$ 1,50 e com gás a R$ 2,50. Infelizmente isso só dá pra me alimentar. Todos os dias preciso fazer meus curativos pra poder trabalhar, e só com o dinheiro que ganho vendendo água não consigo custear o valor do material. Preciso de material de curativo, gaze, esparadrapo e também da pomada Colagenase, que só é vendida com receita médica. Enquanto isso, fico sofrendo”, explica Ivanildo, em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT. 

A dor constante devido aos problemas de saúde fizeram com que Ivanildo criasse uma campanha como pedido de socorro. “Estou com uma campanha agora pra ver se consigo ajuda. Pergunto a pessoa que me compra água se ela conhece algum urologista ou clínico geral que possa me ajudar. Realmente não estou aguentando mais de tanta dor, quem já teve pedra nos rins sabe como a dor é grande”, relata.

Relembre a história

A história de Ivanildo ficou conhecido em 2015 após uma matéria realizada pelo Tribuna do Ceará e pelo programa Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT.

Com roupas sociais, uma calça preta, camisa branca de mangas compridas e gravata tipo borboleta, ele comercializa água na via. Uma bandeja prateada, com um balde típico de armazenar gelo para drinques finos, finaliza um toque peculiar no visual. Casado, e com um casal de filhos, em 2000 Ivanildo sofreu um acidente de moto e perdeu o joelho. Antes disso, trabalhou por 21 anos como mensageiro em uma empresa.

Além de ser “garçom”, Ivanildo é uma das lideranças sociais de sua comunidade, uma das mais atingidas pelas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que deveria ter ficado pronto na Copa do Mundo de 2014. Ele realiza projetos para crianças e adolescentes, e toca uma ação que ensina zumba para as pessoas do bairro.

Como ajudar?

Os interessados em ajudar Seu Ivanildo, como é conhecido, podem entrar em contato com a produção do programa Barra Pesada ou através do telefone do próprio garçom de rua.

SERVIÇO
Produção Barra Pesada: (85) 3466-2037
Ivanildo Teixeira: (85) 9.88750825