Gastrônoma cearense fatura vendendo bolos com decorações inusitadas


Gastrônoma cearense fatura vendendo bolos artesanais com decorações inusitadas

Portfólio está lotado de receitas inspiradas em cachorro, tequila, flores, peças de teatros e até proteína para atletas

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

11 de fevereiro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Segundo Dalila, esse é o bolo que fez mais sucesso (FOTO: Acervo pessoal)

Segundo Dalila, esse é o bolo que fez mais sucesso (FOTO: Acervo pessoal)

Criatividade, afinidade e sede de conhecimento. Dalila Rodrigues, 22 anos, juntou esses e outros ingredientes na panela para fazer bolos temáticos. O resultado é um portfólio com receitas inspiradas em cachorro, tequila, flores, peças de teatros e até proteína para atletas.

Formada em gastronomia pela UFC, Dalila se dedicou à confeitaria por afinidade. Ligada ao mundo das artes, o primeiro bolo temático decorado foi baseado na peça em que estava atuando: o clássico O Fantasma da Ópera. A partir daí, presenteou alguns amigos com suas obras de arte, enquanto ainda aprendia e ganhava experiência.

Em agosto de 2014, a “brincadeira” virou “coisa séria”, mesmo que não haja uma empresa formalizada e ela trabalhe sozinha. “Quando comecei a fazer, só cobrei o material, porque eu não tinha noção de preço, nem nada”.

Dalila faz cerca de dois bolos por semana. Geralmente, para finalizar a receita, há uma espera também de dois dias em média. O valor varia, dependendo da receita, tema e tamanho. Um para 30 pessoas custa em torno de R$ 100.

“Meu foco não é montar uma empresa, nem formalizar [agora], porque eu sempre quis lecionar. Eu comecei a fazer os bolos para ter experiência para dar aulas. Eu me inspiro em um professor (…) que também tem empresa. Um dia quando eu crescer, seria esse meu foco”.

Dom

Para ter sucesso no trabalho, é preciso ter dom. Dalila é a prova disso. Desde criança, convive no mundo das artes. Contracena, modela e se inspira. “Agradeço as massinhas que minha mãe me deu na infância”, brinca. È que graças a esse contato, ela adquiriu coordenação motora e, hoje, é muito mais fácil trabalhar com bicuit ou pasta americana.

Quantos às inspirações, ela sempre escuta o que os clientes querem ou precisam. A partir daí, pesquisa na internet modelos ou os desenha a pulso mesmo. Acredita que ter participado do teatro ajudou a, de certo modo, a produzir suas modelagens. E, no fim, sente orgulho de suas verdadeiras obras de arte.

Bolos da Dalila
1/15

Bolos da Dalila

Tequila (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
2/15

Bolos da Dalila

Fantasma da Ópera – o primeiro bolo (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
3/15

Bolos da Dalila

Dalila se formou em gastronomia e produz bolos temáticos (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
4/15

Bolos da Dalila

Livros da Igreja Católica (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
5/15

Bolos da Dalila

Homenagem (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
6/15

Bolos da Dalila

Coruja (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
7/15

Bolos da Dalila

Policial torcedor do Ceará (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
8/15

Bolos da Dalila

Animal print (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
9/15

Bolos da Dalila

Despedia/ Intercâmbio (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
10/15

Bolos da Dalila

Flores (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
11/15

Bolos da Dalila

Natal (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
12/15

Bolos da Dalila

Animal de estimação (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
13/15

Bolos da Dalila

1ª Eucaristia (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
14/15

Bolos da Dalila

Snoopy (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
15/15

Bolos da Dalila

Religiosidade cristã (FOTO: Acervo pessoal)

Publicidade

Dê sua opinião

Gastrônoma cearense fatura vendendo bolos artesanais com decorações inusitadas

Portfólio está lotado de receitas inspiradas em cachorro, tequila, flores, peças de teatros e até proteína para atletas

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

11 de fevereiro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Segundo Dalila, esse é o bolo que fez mais sucesso (FOTO: Acervo pessoal)

Segundo Dalila, esse é o bolo que fez mais sucesso (FOTO: Acervo pessoal)

Criatividade, afinidade e sede de conhecimento. Dalila Rodrigues, 22 anos, juntou esses e outros ingredientes na panela para fazer bolos temáticos. O resultado é um portfólio com receitas inspiradas em cachorro, tequila, flores, peças de teatros e até proteína para atletas.

Formada em gastronomia pela UFC, Dalila se dedicou à confeitaria por afinidade. Ligada ao mundo das artes, o primeiro bolo temático decorado foi baseado na peça em que estava atuando: o clássico O Fantasma da Ópera. A partir daí, presenteou alguns amigos com suas obras de arte, enquanto ainda aprendia e ganhava experiência.

Em agosto de 2014, a “brincadeira” virou “coisa séria”, mesmo que não haja uma empresa formalizada e ela trabalhe sozinha. “Quando comecei a fazer, só cobrei o material, porque eu não tinha noção de preço, nem nada”.

Dalila faz cerca de dois bolos por semana. Geralmente, para finalizar a receita, há uma espera também de dois dias em média. O valor varia, dependendo da receita, tema e tamanho. Um para 30 pessoas custa em torno de R$ 100.

“Meu foco não é montar uma empresa, nem formalizar [agora], porque eu sempre quis lecionar. Eu comecei a fazer os bolos para ter experiência para dar aulas. Eu me inspiro em um professor (…) que também tem empresa. Um dia quando eu crescer, seria esse meu foco”.

Dom

Para ter sucesso no trabalho, é preciso ter dom. Dalila é a prova disso. Desde criança, convive no mundo das artes. Contracena, modela e se inspira. “Agradeço as massinhas que minha mãe me deu na infância”, brinca. È que graças a esse contato, ela adquiriu coordenação motora e, hoje, é muito mais fácil trabalhar com bicuit ou pasta americana.

Quantos às inspirações, ela sempre escuta o que os clientes querem ou precisam. A partir daí, pesquisa na internet modelos ou os desenha a pulso mesmo. Acredita que ter participado do teatro ajudou a, de certo modo, a produzir suas modelagens. E, no fim, sente orgulho de suas verdadeiras obras de arte.

Bolos da Dalila
1/15

Bolos da Dalila

Tequila (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
2/15

Bolos da Dalila

Fantasma da Ópera – o primeiro bolo (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
3/15

Bolos da Dalila

Dalila se formou em gastronomia e produz bolos temáticos (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
4/15

Bolos da Dalila

Livros da Igreja Católica (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
5/15

Bolos da Dalila

Homenagem (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
6/15

Bolos da Dalila

Coruja (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
7/15

Bolos da Dalila

Policial torcedor do Ceará (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
8/15

Bolos da Dalila

Animal print (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
9/15

Bolos da Dalila

Despedia/ Intercâmbio (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
10/15

Bolos da Dalila

Flores (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
11/15

Bolos da Dalila

Natal (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
12/15

Bolos da Dalila

Animal de estimação (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
13/15

Bolos da Dalila

1ª Eucaristia (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
14/15

Bolos da Dalila

Snoopy (FOTO: Acervo pessoal)

Bolos da Dalila
15/15

Bolos da Dalila

Religiosidade cristã (FOTO: Acervo pessoal)