Fortaleza é a capital com a menor dívida por família no Brasil


Fortaleza é a capital com a menor dívida por família no Brasil

Capital cearense é 5ª com maior número de famílias endividadas, com 488.212, mas possui o menor porcentual de renda comprometida (21%), segundo a Fecomércio

Por Daniel Herculano em Cotidiano

1 de setembro de 2014 às 12:39

Há 5 anos
carteira vazia

Famílias cearenses possuem dívida média de R$ 711 (Fonte: Fecomércio/SP)

“Meu salário desvalorizou / Dividas, juros, dividendos
Credores, credores, credores / Agora é assim
Senhores, senhores, senhores / Tenham pena de mim”

Nos idos dos anos 80, os Titãs cantavam algo que se tornou praxe no Brasil. Como se intitula a canção, “Dívidas” faz parte do dia a dia das famílias brasileiras. E a 4ª edição da pesquisa Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras feito pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio/SP), mostram números positivos e negativos de Fortaleza. Os dados comparativos de 2011, 2012 e 2013 tem como base as informações do IBGE e da CNC.

Em 2013, a capital do Ceará apresentou a menor dívida por família – R$ 711 – entre todas as capitais do País, cuja média foi de R$ 1.840, terceira alta consecutiva. O valor representa uma queda de 35% em relação aos R$ 1.100 apurados em 2012 na cidade. Contudo a capital cearense é 5ª com maior número de famílias endividadas no Brasil, com 488.212, perdendo para Salvador (512.206), Brasília (660.300), Rio de Janeiro (1.194.228) e São Paulo (1.842.302).

INFO---DIVIDA-BRASIL

Renda comprometida

Em 2013, Fortaleza liderou, ainda, o ranking nacional no que diz respeito ao menor porcentual de renda comprometida com as dívidas (21%). Cenário contrário aos dois últimos resultados, quando ultrapassou as médias de 29% e 30%, em 2011 e 2012, respectivamente. Da região, ainda ficaram entre as cinco primeiras dessa lista Salvador (28%) e São Luís (26%).

Nesse mesmo quesito, João Pessoa, Teresina e Maceió estão à frente das capitais brasileiras com maior valor de renda comprometida, sendo que as duas primeiras registraram 44% e a terceira 40%. Entre 2012 e 2013, a taxa de endividamento das famílias de Salvador cresceu 20 pontos porcentuais. A segunda maior alta regional no volume de famílias endividadas foi a registrada em Fortaleza, com aumento de 15%, atingindo, em 2013, 67% do total.

Publicidade

Dê sua opinião

Fortaleza é a capital com a menor dívida por família no Brasil

Capital cearense é 5ª com maior número de famílias endividadas, com 488.212, mas possui o menor porcentual de renda comprometida (21%), segundo a Fecomércio

Por Daniel Herculano em Cotidiano

1 de setembro de 2014 às 12:39

Há 5 anos
carteira vazia

Famílias cearenses possuem dívida média de R$ 711 (Fonte: Fecomércio/SP)

“Meu salário desvalorizou / Dividas, juros, dividendos
Credores, credores, credores / Agora é assim
Senhores, senhores, senhores / Tenham pena de mim”

Nos idos dos anos 80, os Titãs cantavam algo que se tornou praxe no Brasil. Como se intitula a canção, “Dívidas” faz parte do dia a dia das famílias brasileiras. E a 4ª edição da pesquisa Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras feito pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio/SP), mostram números positivos e negativos de Fortaleza. Os dados comparativos de 2011, 2012 e 2013 tem como base as informações do IBGE e da CNC.

Em 2013, a capital do Ceará apresentou a menor dívida por família – R$ 711 – entre todas as capitais do País, cuja média foi de R$ 1.840, terceira alta consecutiva. O valor representa uma queda de 35% em relação aos R$ 1.100 apurados em 2012 na cidade. Contudo a capital cearense é 5ª com maior número de famílias endividadas no Brasil, com 488.212, perdendo para Salvador (512.206), Brasília (660.300), Rio de Janeiro (1.194.228) e São Paulo (1.842.302).

INFO---DIVIDA-BRASIL

Renda comprometida

Em 2013, Fortaleza liderou, ainda, o ranking nacional no que diz respeito ao menor porcentual de renda comprometida com as dívidas (21%). Cenário contrário aos dois últimos resultados, quando ultrapassou as médias de 29% e 30%, em 2011 e 2012, respectivamente. Da região, ainda ficaram entre as cinco primeiras dessa lista Salvador (28%) e São Luís (26%).

Nesse mesmo quesito, João Pessoa, Teresina e Maceió estão à frente das capitais brasileiras com maior valor de renda comprometida, sendo que as duas primeiras registraram 44% e a terceira 40%. Entre 2012 e 2013, a taxa de endividamento das famílias de Salvador cresceu 20 pontos porcentuais. A segunda maior alta regional no volume de famílias endividadas foi a registrada em Fortaleza, com aumento de 15%, atingindo, em 2013, 67% do total.