Detran faz leilão de veículos apreendidos com carros a partir de R$ 2 mil e motos por R$ 350


Detran faz leilão de veículos apreendidos com carros a partir de R$ 2 mil e motos por R$ 350

Ao arrematar um veículo, atenção: é preciso pagar 25% de entrada na hora e o restante em dois dias, em cheque ou em dinheiro

Por Thamiris Treigher em Cotidiano

3 de março de 2016 às 06:00

Há 3 anos
Os interessados devem comparecer no local e apresentarem seus lances (Foto: detrangov/reprodução)

Os interessados devem comparecer ao local e apresentar seus lances (Foto: detrangov/reprodução)

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) realizará o primeiro leilão de 2016 de veículos apreendidos que circulavam em via pública por irregularidade. São 669 lotes, sendo 454 de motocicletas e 45 de carros.

O pregão acontecerá desta quinta-feira (3) até sábado (5),  a partir das 10 horas, na Montenegro Leilões, na Rua Ademar Paula, 1.000, Bairro Castelão. Serão ofertados também 154 lotes de sucatas de motos e 45 lotes de sucatas de veículos.

Valores

O valor inicial dos lotes de veículos é de cerca de R$ 2 mil, cujo lote de número 627 é referente a Renault Clio 2002/2002. Já os lotes de número 642 e 651, no mesmo valor de R$ 11 mil, são referentes a um Fiat Palio Wekeend Adventures Flex 2009/2010; e a um Chevrolet Spin 1.8L AT LT 2013/2013.

Já nos lotes de motocicletas, há alguns com lance inicial no valor de R$ 350 referente ao lote 195, Yamaha T115 Crypton K 2011/2012; no valor de R$ 1,7 mil, referente ao lote 155, Honda CG 125 Fan ES 2012/2012; no valor de R$ 3,5 mil, referente ao lote 230, Honda CB 300R 2011/2011; referente ao lote 402, Honda CG 150 Fan Esdi 2014/2014.

Os interessados devem comparecer no local e apresentar seus lances. Ao arrematar um veículo, é preciso pagar 25% de entrada na hora e o restante em dois dias, em cheque ou em dinheiro.

O veículo é entregue sem nenhuma das pendências anteriores. O arrematante precisará pagar o IPVA de 2016 (veículos com mais de 15 anos são isentos); o licenciamento de 2016 e o seguro DPVAT de 2016, além da transferência do veículo para o próprio nome.

Publicidade

Dê sua opinião

Detran faz leilão de veículos apreendidos com carros a partir de R$ 2 mil e motos por R$ 350

Ao arrematar um veículo, atenção: é preciso pagar 25% de entrada na hora e o restante em dois dias, em cheque ou em dinheiro

Por Thamiris Treigher em Cotidiano

3 de março de 2016 às 06:00

Há 3 anos
Os interessados devem comparecer no local e apresentarem seus lances (Foto: detrangov/reprodução)

Os interessados devem comparecer ao local e apresentar seus lances (Foto: detrangov/reprodução)

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) realizará o primeiro leilão de 2016 de veículos apreendidos que circulavam em via pública por irregularidade. São 669 lotes, sendo 454 de motocicletas e 45 de carros.

O pregão acontecerá desta quinta-feira (3) até sábado (5),  a partir das 10 horas, na Montenegro Leilões, na Rua Ademar Paula, 1.000, Bairro Castelão. Serão ofertados também 154 lotes de sucatas de motos e 45 lotes de sucatas de veículos.

Valores

O valor inicial dos lotes de veículos é de cerca de R$ 2 mil, cujo lote de número 627 é referente a Renault Clio 2002/2002. Já os lotes de número 642 e 651, no mesmo valor de R$ 11 mil, são referentes a um Fiat Palio Wekeend Adventures Flex 2009/2010; e a um Chevrolet Spin 1.8L AT LT 2013/2013.

Já nos lotes de motocicletas, há alguns com lance inicial no valor de R$ 350 referente ao lote 195, Yamaha T115 Crypton K 2011/2012; no valor de R$ 1,7 mil, referente ao lote 155, Honda CG 125 Fan ES 2012/2012; no valor de R$ 3,5 mil, referente ao lote 230, Honda CB 300R 2011/2011; referente ao lote 402, Honda CG 150 Fan Esdi 2014/2014.

Os interessados devem comparecer no local e apresentar seus lances. Ao arrematar um veículo, é preciso pagar 25% de entrada na hora e o restante em dois dias, em cheque ou em dinheiro.

O veículo é entregue sem nenhuma das pendências anteriores. O arrematante precisará pagar o IPVA de 2016 (veículos com mais de 15 anos são isentos); o licenciamento de 2016 e o seguro DPVAT de 2016, além da transferência do veículo para o próprio nome.