Cartão-postal de Fortaleza, Avenida Beira Mar conta com problemas em meio à alta estação


Cartão-postal de Fortaleza, Avenida Beira Mar conta com problemas em meio à alta estação

Desgaste da calçada, buracos no chão, falta de espaço reservado para ciclistas e insegurança são problemas constantes no cartão-postal mais famoso de Fortaleza

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

2 de janeiro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Avenida Beira Mar é movimentada durante todo o dia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar é movimentada durante todo o dia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Tradicional cartão-postal de Fortaleza, a Avenida Beira Mar reúne beleza, diversidade e contradições. Enquanto os turistas se encantam com o azul do céu e o verde do mar, fortalezenses reclamam da violência e da falta de estrutura do local. Em pleno período de alta estação, a avenida mais famosa da cidade conta com uma série de problemas.

Com aproximadamente três quilômetros de extensão – ligando as praias de Iracema e do Mucuripe –, a via é dividida em dois mundos. De um lado, o paredão de prédios luxuosos, com grandes festas que ecoam a música devido à intensidade. Do outro, uma calçada que abre o caminho para passear ao lado do oceano, recheada de empreendedorismo.

A divergência não existe só na arquitetura, mas também no olhar de quem por lá passa. A paulista Lisandra Araújo aproveitou as festas de fim de ano para visitar a capital do Ceará. Encantada com a cidade, ela se surpreendeu com desenvolvimento. “Esperava que fosse bonita, mas até superou minhas expectativas”.

A turista sabe da fama da violência local, mas parece não fazer sentido, pelo menos na Avenida Beira Mar. “Eu ouvi falar, mas não vi. Pelo contrário, acho todo mundo tão agradável. Mesmo assim, ficamos atentos”.

Se para a paulista a violência é só uma ilusão, para os trabalhadores que estão todos os dias no local é bem diferente. Ao passar pela feirinha perto do Náutico, alguns ambulantes dão conselhos aos visitantes que estão mais desatentos. “Tem que prestar atenção em tudo. Ficar de olho”, dão a dica.

O Tribuna do Ceará andou pelo calçadão de uma ponta a outra. Durante essa caminhada, contou 18 policiais espalhados pela Beira Mar e duas viaturas rodando a via. Pelo menos, nenhum crime foi testemunhado.

Artistas exibem suas pinturas no calçadão (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Artistas exibem suas pinturas no calçadão (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Comportamento

Além de ponto turístico, a Beira Mar também é constantemente frequentada por pessoas que buscam lazer e bem-estar. É comum observar moradores praticando exercícios físicos, como corrida, futebol de areia ou utilizando aparelhos de ginástica distribuídos pelo calçadão.

Ao mesmo tempo que esse fato é positivo para movimentar a cidade e até criar uma sensação de segurança, as divergências voltam a surgir com essas atividades. Um exemplo disso são os ciclistas que disputam um lugar na calçada com os pedestres. Isso acontece com quem patina ou anda de skate. Ou seja, não há espaço para que se utilize esses equipamentos.

Outro problema é a falta de infraestrutura. Não é difícil encontrar pedaços da calçada quebrados e grandes buracos no chão. Isso prejudica e afasta as pessoas da rua. Aliado a tudo isso, ainda faltam placas de indicação ou de referência necessárias para a localização. Sem falar na falta de organização dos vendedores que, por muitas vezes, interferem no fluxo de pedestres.

Arte

Em meio à diversidade de produtos à venda, como vestidos, sandálias, bolsas e entradas para show de humor, há locais reservados para a arte da pintura. Muitas vezes, os próprios artistas expõem suas obras no calçadão para faturar alguns trocados. Algumas vezes dá certo.

Avenida Beira Mar
1/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
2/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
3/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
Avenida Beira Mar
5/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
6/14

Avenida Beira Mar

Diversos esportes são praticados na praia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
7/14

Avenida Beira Mar

Diversos esportes são praticados na praia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
8/14

Avenida Beira Mar

Diversos esportes são praticados na praia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
9/14

Avenida Beira Mar

Buracos e desgaste da calçada prejudicam pedestres e deixam avenida menos bonita (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
10/14

Avenida Beira Mar

Buracos e desgaste da calçada prejudicam pedestres e deixam avenida menos bonita (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
11/14

Avenida Beira Mar

Buracos e desgaste da calçada prejudicam pedestres e deixam avenida menos bonita (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
12/14

Avenida Beira Mar

Falta de ordenamento de ambulantes complica fluxo de pedestres (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
Avenida Beira Mar
14/14

Avenida Beira Mar

Falta de ordenamento de ambulantes complica fluxo de pedestres (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Publicidade

Dê sua opinião

Cartão-postal de Fortaleza, Avenida Beira Mar conta com problemas em meio à alta estação

Desgaste da calçada, buracos no chão, falta de espaço reservado para ciclistas e insegurança são problemas constantes no cartão-postal mais famoso de Fortaleza

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

2 de janeiro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Avenida Beira Mar é movimentada durante todo o dia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar é movimentada durante todo o dia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Tradicional cartão-postal de Fortaleza, a Avenida Beira Mar reúne beleza, diversidade e contradições. Enquanto os turistas se encantam com o azul do céu e o verde do mar, fortalezenses reclamam da violência e da falta de estrutura do local. Em pleno período de alta estação, a avenida mais famosa da cidade conta com uma série de problemas.

Com aproximadamente três quilômetros de extensão – ligando as praias de Iracema e do Mucuripe –, a via é dividida em dois mundos. De um lado, o paredão de prédios luxuosos, com grandes festas que ecoam a música devido à intensidade. Do outro, uma calçada que abre o caminho para passear ao lado do oceano, recheada de empreendedorismo.

A divergência não existe só na arquitetura, mas também no olhar de quem por lá passa. A paulista Lisandra Araújo aproveitou as festas de fim de ano para visitar a capital do Ceará. Encantada com a cidade, ela se surpreendeu com desenvolvimento. “Esperava que fosse bonita, mas até superou minhas expectativas”.

A turista sabe da fama da violência local, mas parece não fazer sentido, pelo menos na Avenida Beira Mar. “Eu ouvi falar, mas não vi. Pelo contrário, acho todo mundo tão agradável. Mesmo assim, ficamos atentos”.

Se para a paulista a violência é só uma ilusão, para os trabalhadores que estão todos os dias no local é bem diferente. Ao passar pela feirinha perto do Náutico, alguns ambulantes dão conselhos aos visitantes que estão mais desatentos. “Tem que prestar atenção em tudo. Ficar de olho”, dão a dica.

O Tribuna do Ceará andou pelo calçadão de uma ponta a outra. Durante essa caminhada, contou 18 policiais espalhados pela Beira Mar e duas viaturas rodando a via. Pelo menos, nenhum crime foi testemunhado.

Artistas exibem suas pinturas no calçadão (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Artistas exibem suas pinturas no calçadão (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Comportamento

Além de ponto turístico, a Beira Mar também é constantemente frequentada por pessoas que buscam lazer e bem-estar. É comum observar moradores praticando exercícios físicos, como corrida, futebol de areia ou utilizando aparelhos de ginástica distribuídos pelo calçadão.

Ao mesmo tempo que esse fato é positivo para movimentar a cidade e até criar uma sensação de segurança, as divergências voltam a surgir com essas atividades. Um exemplo disso são os ciclistas que disputam um lugar na calçada com os pedestres. Isso acontece com quem patina ou anda de skate. Ou seja, não há espaço para que se utilize esses equipamentos.

Outro problema é a falta de infraestrutura. Não é difícil encontrar pedaços da calçada quebrados e grandes buracos no chão. Isso prejudica e afasta as pessoas da rua. Aliado a tudo isso, ainda faltam placas de indicação ou de referência necessárias para a localização. Sem falar na falta de organização dos vendedores que, por muitas vezes, interferem no fluxo de pedestres.

Arte

Em meio à diversidade de produtos à venda, como vestidos, sandálias, bolsas e entradas para show de humor, há locais reservados para a arte da pintura. Muitas vezes, os próprios artistas expõem suas obras no calçadão para faturar alguns trocados. Algumas vezes dá certo.

Avenida Beira Mar
1/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
2/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
3/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
Avenida Beira Mar
5/14

Avenida Beira Mar

Cartão-postal conta com problemas, mas é considerado muito bonito por turistas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
6/14

Avenida Beira Mar

Diversos esportes são praticados na praia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
7/14

Avenida Beira Mar

Diversos esportes são praticados na praia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
8/14

Avenida Beira Mar

Diversos esportes são praticados na praia (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
9/14

Avenida Beira Mar

Buracos e desgaste da calçada prejudicam pedestres e deixam avenida menos bonita (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
10/14

Avenida Beira Mar

Buracos e desgaste da calçada prejudicam pedestres e deixam avenida menos bonita (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
11/14

Avenida Beira Mar

Buracos e desgaste da calçada prejudicam pedestres e deixam avenida menos bonita (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
12/14

Avenida Beira Mar

Falta de ordenamento de ambulantes complica fluxo de pedestres (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Avenida Beira Mar
Avenida Beira Mar
14/14

Avenida Beira Mar

Falta de ordenamento de ambulantes complica fluxo de pedestres (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)