Avião sequestrado abandonado no Aeroporto de Fortaleza voltará para a Alemanha

HISTÓRIA

Avião sequestrado abandonado no Aeroporto de Fortaleza voltará para a Alemanha

Aeronave estava desde 2008 no “cemitério de aviões” do aeroporto

Por Lucas Barbosa em Cotidiano

20 de junho de 2017 às 18:14

Há 2 anos

Sequestro, que completa 40 anos em 2017, marcou a história alemã (FOTO: Divulgação)

A sucata da aeronave PT-MTB, do modelo Boeing 737-200, será transportada para Alemanha após mais de sete anos estacionada no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza.

O avião foi o alvo, em 1977, do sequestro realizado por militantes da Frente Popular para a Libertação da Palestina (PFLP).

O prazo para a Alemanha realizar o transporte é de 180 dias. O Governo Alemão fica responsável pelos custos de acondicionamento e transporte do avião, conforme divulgado pela Justiça Federal no Ceará, onde tramitava Ação de Procedimento Comum proposta pela Infraero, com a assistência da República Federal da Alemanha, em face da TAF Linhas Aéreas S/A.

O acordo entre as três partes prevê que o Governo Alemão deve pagar R$ 75.936 mil a Infraero referentes a taxas e despesas que a TAF tinha pela manutenção do avião no Aeroporto Pinto Martins.

A Alemanha manifestou interesse em repatriar o avião em alusão aos 40 anos do sequestro completados este ano. No sequestro do Voo Lufthansa 181, o PFLP manteve como refém 86 passageiros e cinco tripulantes. Agentes das Forças Especiais da Alemanha recuperaram o avião em resgate na Somália, matando três dos quatro sequestradores. O piloto, no entanto, foi assassinado pelos militantes.

O Boeing serviu à empresa Lufthansa até 1985, quando foi vendido e passou a operar para várias outras companhias aéreas ao redor do mundo. Estava em Fortaleza desde fevereiro de 2008.

Publicidade

Dê sua opinião

HISTÓRIA

Avião sequestrado abandonado no Aeroporto de Fortaleza voltará para a Alemanha

Aeronave estava desde 2008 no “cemitério de aviões” do aeroporto

Por Lucas Barbosa em Cotidiano

20 de junho de 2017 às 18:14

Há 2 anos

Sequestro, que completa 40 anos em 2017, marcou a história alemã (FOTO: Divulgação)

A sucata da aeronave PT-MTB, do modelo Boeing 737-200, será transportada para Alemanha após mais de sete anos estacionada no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza.

O avião foi o alvo, em 1977, do sequestro realizado por militantes da Frente Popular para a Libertação da Palestina (PFLP).

O prazo para a Alemanha realizar o transporte é de 180 dias. O Governo Alemão fica responsável pelos custos de acondicionamento e transporte do avião, conforme divulgado pela Justiça Federal no Ceará, onde tramitava Ação de Procedimento Comum proposta pela Infraero, com a assistência da República Federal da Alemanha, em face da TAF Linhas Aéreas S/A.

O acordo entre as três partes prevê que o Governo Alemão deve pagar R$ 75.936 mil a Infraero referentes a taxas e despesas que a TAF tinha pela manutenção do avião no Aeroporto Pinto Martins.

A Alemanha manifestou interesse em repatriar o avião em alusão aos 40 anos do sequestro completados este ano. No sequestro do Voo Lufthansa 181, o PFLP manteve como refém 86 passageiros e cinco tripulantes. Agentes das Forças Especiais da Alemanha recuperaram o avião em resgate na Somália, matando três dos quatro sequestradores. O piloto, no entanto, foi assassinado pelos militantes.

O Boeing serviu à empresa Lufthansa até 1985, quando foi vendido e passou a operar para várias outras companhias aéreas ao redor do mundo. Estava em Fortaleza desde fevereiro de 2008.