Anatel exige mais qualidade nas ligações de telefones fixos


Anatel exige mais qualidade nas ligações de telefones fixos

Empresas deverão ter, pelo menos, 93% das chamadas locais e 92% das ligações interurbanas completadas

Por Rodrigo Cavalcante em Cotidiano

15 de fevereiro de 2013 às 10:10

Há 6 anos
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) exige mais qualidade nas ligações de telefones fixos.

As regras entram em vigor em 120 dias (Foto: Divulgação)

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) exige mais qualidade nas ligações de telefones fixos. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (14).

As regras, que entram em vigor em 120 dias, estabelecem metas para chamadas completadas e erros de cobrança, além do prazo para a realização de reparos nas linhas.

Mudanças

O Regulamento de Gestão de Qualidade da Prestação do Serviço Telefônico Fixo Comutado, aprovado no fim de 2012, prevê que as empresas deverão ter, pelo menos, 93% das chamadas locais e 92% das ligações interurbanas completadas. Com base nesses dados, a Anatel poderá convocar as prestadoras para apresentar relatório de ações e corrigir deficiências.

O objetivo do regulamento é revisar as regras que estabelecem metas e obrigações de qualidae na prestação de serviço e substituir os dois instrumentos normativos relacionados à qualidade: o Plano Geral de Metas de Qualidade (PGMQ), aprovado em 2003, e o Regulamento de Indicadores de Qualidade (RIQ), de 2005, ambos referentes ao Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC).

Publicidade

Dê sua opinião

Anatel exige mais qualidade nas ligações de telefones fixos

Empresas deverão ter, pelo menos, 93% das chamadas locais e 92% das ligações interurbanas completadas

Por Rodrigo Cavalcante em Cotidiano

15 de fevereiro de 2013 às 10:10

Há 6 anos
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) exige mais qualidade nas ligações de telefones fixos.

As regras entram em vigor em 120 dias (Foto: Divulgação)

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) exige mais qualidade nas ligações de telefones fixos. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (14).

As regras, que entram em vigor em 120 dias, estabelecem metas para chamadas completadas e erros de cobrança, além do prazo para a realização de reparos nas linhas.

Mudanças

O Regulamento de Gestão de Qualidade da Prestação do Serviço Telefônico Fixo Comutado, aprovado no fim de 2012, prevê que as empresas deverão ter, pelo menos, 93% das chamadas locais e 92% das ligações interurbanas completadas. Com base nesses dados, a Anatel poderá convocar as prestadoras para apresentar relatório de ações e corrigir deficiências.

O objetivo do regulamento é revisar as regras que estabelecem metas e obrigações de qualidae na prestação de serviço e substituir os dois instrumentos normativos relacionados à qualidade: o Plano Geral de Metas de Qualidade (PGMQ), aprovado em 2003, e o Regulamento de Indicadores de Qualidade (RIQ), de 2005, ambos referentes ao Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC).