Separação total de bebês siamesas unidas pelo crânio deve ser concluída em 9 meses

PRIMEIRO PASSO

Separação total de bebês siamesas unidas pelo crânio deve ser concluída em 9 meses

A primeira cirurgia ocorreu no último sábado. A segunda está prevista para maio

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

20 de fevereiro de 2018 às 07:00

Há 1 ano
Primeira cirurgia foi um sucesso (FOTO: Hermes do Prado)

Primeira cirurgia foi um sucesso (FOTO: Hermes do Prado)

O processo de separação total das irmãs siamesas unidas pela cabeça deve ser concluído em nove meses, é o que acredita um dos médicos responsáveis pela cirurgia, Eduardo Jucá.

No total, serão quatro cirurgias, a primeira aconteceu no último sábado (17) e foi considerada um sucesso. O procedimento inédito no Brasil aconteceu no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.

“Uma boa recuperação depois do primeiro procedimento, agora é esperar a recuperação posterior. A previsão é que o próximo procedimento seja em maio. É apenas o início, a separação definitiva é só no final. Temos um caminho pela frente e riscos que serão enfrentados”, conta o médico.

As gêmeas de 1 ano e 7 meses de idade são de Patacas, distrito de Aquiraz. A segunda cirurgia está prevista para maio. Ainda de acordo com o médico, o primeiro procedimento saiu de acordo com o planejado.

“Foi uma situação que envolveu tanto planejamento que, na hora, não houve nenhuma alteração, estamos muito felizes com o resultado do primeiro procedimento”, relata Jucá. O caso está sendo acompanhado há um ano por uma equipe de cerca de 30 profissionais.

Confira a entrevista do médico Eduardo Jucá para a Tribuna BandNews:

Assista às imagens:

http://mais.uol.com.br/view/16397616

Publicidade

Dê sua opinião

PRIMEIRO PASSO

Separação total de bebês siamesas unidas pelo crânio deve ser concluída em 9 meses

A primeira cirurgia ocorreu no último sábado. A segunda está prevista para maio

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

20 de fevereiro de 2018 às 07:00

Há 1 ano
Primeira cirurgia foi um sucesso (FOTO: Hermes do Prado)

Primeira cirurgia foi um sucesso (FOTO: Hermes do Prado)

O processo de separação total das irmãs siamesas unidas pela cabeça deve ser concluído em nove meses, é o que acredita um dos médicos responsáveis pela cirurgia, Eduardo Jucá.

No total, serão quatro cirurgias, a primeira aconteceu no último sábado (17) e foi considerada um sucesso. O procedimento inédito no Brasil aconteceu no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.

“Uma boa recuperação depois do primeiro procedimento, agora é esperar a recuperação posterior. A previsão é que o próximo procedimento seja em maio. É apenas o início, a separação definitiva é só no final. Temos um caminho pela frente e riscos que serão enfrentados”, conta o médico.

As gêmeas de 1 ano e 7 meses de idade são de Patacas, distrito de Aquiraz. A segunda cirurgia está prevista para maio. Ainda de acordo com o médico, o primeiro procedimento saiu de acordo com o planejado.

“Foi uma situação que envolveu tanto planejamento que, na hora, não houve nenhuma alteração, estamos muito felizes com o resultado do primeiro procedimento”, relata Jucá. O caso está sendo acompanhado há um ano por uma equipe de cerca de 30 profissionais.

Confira a entrevista do médico Eduardo Jucá para a Tribuna BandNews:

Assista às imagens:

http://mais.uol.com.br/view/16397616