Prêmio Cabeça Chata é entregue no aniversário do Tribuna do Ceará


Prêmio Cabeça Chata é entregue no aniversário do Tribuna do Ceará

Prêmio tem o objetivo de motivar a equipe a “radicalizar” na forma de fazer jornalismo

Por Hayanne Narlla em Ceará

11 de março de 2014 às 20:23

Há 5 anos
Coordenador de Convergência Hélcio Brasileiro entrega prêmio (FOTO: Tribuna do Ceará)

Coordenador de Convergência Hélcio Brasileiro entrega prêmio (FOTO: Tribuna do Ceará)

 

Dizem que o trabalho dignifica o homem. Se isso acontece com todos, eu não sei. Mas que a vocação pode ampliar seus momentos de alegria, isso é possível. Nesta terça-feira (1º), o Tribuna do Ceará completou um ano de existência, mas quem ganhou o presente fui eu. A frase é um clichê, mas não deixa de definir de forma sucinta o que de fato aconteceu.

No mesmo dia do aniversário do portal em que trabalho, foi entregue o Cabeça Chata do mês de fevereiro – prêmio que tem o objetivo de motivar a equipe a “radicalizar” na forma de fazer jornalismo. O momento era inesperado por mim, não por falta de confiança, mas por acreditar na capacidade de todos os colegas.

Na hora do anúncio, de forma bem simples, sorri e fui receber o presente. A ficha foi caindo aos poucos. Acho que nem me dei conta na hora, mas a reflexão veio enquanto escrevo. Mais que agrados materiais, que motivam a buscarmos melhorar cada dia, o prêmio aparece para dizer que o trabalho foi reconhecido.

>LEIA MAIS:
Cabeça Chata: Tribuna do Ceará entrega prêmio por meritocracia

Agora é que me dou conta do segundo mês do ano. Ao mesmo tempo em que me recupero duma entorse no tornozelo, que me deixou com um belo tendão estirado, além de uma inflamação que muito me aborrece, o trabalho me deu o que mais gosto: a oportunidade de escutar histórias. Quantas histórias diferentes neste mês que passou. Quantas pessoas interessantes, que deixaram um gostinho de querer conhecê-las ainda mais.

O que ganhei? Ah, esqueci de dizer: ingressos para o Beach Park, além de uma caneca personalizada. Fora isso, ganhei apenas uma alegria imensa de dizer que o meu esforço tem dado frutos.

Meritocracia

O Tribuna do Ceará propõe um sistema de meritocracia para todos os participantes da equipe. Todos, de coordenador a estagiário, concorrem em pé de igualdade pelo prêmio, que é entregue para aquele que tiver as matérias com mais destaque no mês.

Publicidade

Dê sua opinião

Prêmio Cabeça Chata é entregue no aniversário do Tribuna do Ceará

Prêmio tem o objetivo de motivar a equipe a “radicalizar” na forma de fazer jornalismo

Por Hayanne Narlla em Ceará

11 de março de 2014 às 20:23

Há 5 anos
Coordenador de Convergência Hélcio Brasileiro entrega prêmio (FOTO: Tribuna do Ceará)

Coordenador de Convergência Hélcio Brasileiro entrega prêmio (FOTO: Tribuna do Ceará)

 

Dizem que o trabalho dignifica o homem. Se isso acontece com todos, eu não sei. Mas que a vocação pode ampliar seus momentos de alegria, isso é possível. Nesta terça-feira (1º), o Tribuna do Ceará completou um ano de existência, mas quem ganhou o presente fui eu. A frase é um clichê, mas não deixa de definir de forma sucinta o que de fato aconteceu.

No mesmo dia do aniversário do portal em que trabalho, foi entregue o Cabeça Chata do mês de fevereiro – prêmio que tem o objetivo de motivar a equipe a “radicalizar” na forma de fazer jornalismo. O momento era inesperado por mim, não por falta de confiança, mas por acreditar na capacidade de todos os colegas.

Na hora do anúncio, de forma bem simples, sorri e fui receber o presente. A ficha foi caindo aos poucos. Acho que nem me dei conta na hora, mas a reflexão veio enquanto escrevo. Mais que agrados materiais, que motivam a buscarmos melhorar cada dia, o prêmio aparece para dizer que o trabalho foi reconhecido.

>LEIA MAIS:
Cabeça Chata: Tribuna do Ceará entrega prêmio por meritocracia

Agora é que me dou conta do segundo mês do ano. Ao mesmo tempo em que me recupero duma entorse no tornozelo, que me deixou com um belo tendão estirado, além de uma inflamação que muito me aborrece, o trabalho me deu o que mais gosto: a oportunidade de escutar histórias. Quantas histórias diferentes neste mês que passou. Quantas pessoas interessantes, que deixaram um gostinho de querer conhecê-las ainda mais.

O que ganhei? Ah, esqueci de dizer: ingressos para o Beach Park, além de uma caneca personalizada. Fora isso, ganhei apenas uma alegria imensa de dizer que o meu esforço tem dado frutos.

Meritocracia

O Tribuna do Ceará propõe um sistema de meritocracia para todos os participantes da equipe. Todos, de coordenador a estagiário, concorrem em pé de igualdade pelo prêmio, que é entregue para aquele que tiver as matérias com mais destaque no mês.