Obras: Às vésperas da Copa, Aeroporto de Fortaleza é o mais atrasado


Obras: às vésperas da Copa, Aeroporto de Fortaleza é o mais atrasado

Com prazo para março deste ano, apenas 25% das obras do aeroporto de Fortaleza para a Copa do Mundo estão concluídas

Por Tribuna do Ceará em Ceará

20 de janeiro de 2014 às 16:18

Há 5 anos

*Hayanne Narlla e Rosana Romão

Para o ministro Moreira Franco, situação do Aeroporto de Fortaleza é delicada (FOTO: Falcão Jr)

Para o ministro Moreira Franco, situação do Aeroporto de Fortaleza é delicada (FOTO: Falcão Jr)

“Vi que aqui era a situação mais delicada e continua sendo”. A declaração foi realizada pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, em visita a Fortaleza na manhã desta segunda-feira (20). Sem demonstrar surpresa com o atraso nas obras às vésperas da Copa do Aeroporto Internacional Pinto Martins, localizado na capital cearense, o ministro anunciou a construção de uma estrutura provisória, para ajudar no antedimento aos passageiros.

Em entrevista a Tribuna Bandnews FM, o ministro ressaltou que o material utilizado na estrutura não seria de lona. Em junho de 2013, o aeroporto da capital do Ceará já era considerado o mais atrasado, tornando o problema recorrente.

Moreira Franco ainda comparou a situação do aeroporto de Fortaleza ao Aeroporto Internacional Galeão / Tom Jobim, no Rio de Janeiro, como os mais atrasados dentre os da cidades-sede.

“No Galeão já conseguimos avançar, porque fizemos a concessão. A concessionária já vai estar presente ajudando no Galeão. E aqui, tomamos uma série de medidas, hoje, que certamente irão garantir que as condições de atendimento aos passageiros durante a Copa serão satisfatórias”, enfatizou.

>LEIA MAIS:

Licitação e obras

A obra, com prazo para março de 2014, foi iniciada em junho de 2012. Em fevereiro de 2012, a Infraero concluiu a licitação da obra por meio de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), registrado no site Copa Transparente, portal de Acompanhamento de Gastos para a Copa de 2014. Na época, a expectativa para início das obras era ebril de 2012, porém, só começou, de fato, em junho.

O consórcio contratado no valor de 336.638.759,26, CPM Novo Fortaleza, formado pelas empresas CONSBEM Construções e Comércio, Paulo Octávio Investimentos Imobiliários e Grupo MPE – Montagens e Projetos Especiais é o responsável pelo projeto executivo e da execução das obras e serviços de engenharia para reforma, ampliação e modernização dos terminais de passageiros, adequação o sistema viário de acesso e ampliação do pátio de aeronaves para para o Aeroporto de Fortaleza.

Em outubro de 2012, a Infraero iniciou o processo para aplicação de multa ao consórcio contratado por conta do atraso ocorrido na obra até aquela data, que culminou em sanção no valor de R$ 183.567,43. A medida foi publicada pelo Tribunal de Contas da União.

A assessoria da Infraero informou que a estatal tem trabalhado para terminar a obra no prazo. Na última medição, em novembro de 2013, apenas 25,19% das obras estavam concluídas. A estrutura atual comporta 6,2 milhões de passageiros por ano, mas com a ampliação, a expectativa é de ter 8,2 milhões de passageiros por ano.

Atraso
1/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)

Atraso
2/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)

Atraso
3/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)

Atraso
4/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)

Publicidade

Dê sua opinião

Obras: às vésperas da Copa, Aeroporto de Fortaleza é o mais atrasado

Com prazo para março deste ano, apenas 25% das obras do aeroporto de Fortaleza para a Copa do Mundo estão concluídas

Por Tribuna do Ceará em Ceará

20 de janeiro de 2014 às 16:18

Há 5 anos

*Hayanne Narlla e Rosana Romão

Para o ministro Moreira Franco, situação do Aeroporto de Fortaleza é delicada (FOTO: Falcão Jr)

Para o ministro Moreira Franco, situação do Aeroporto de Fortaleza é delicada (FOTO: Falcão Jr)

“Vi que aqui era a situação mais delicada e continua sendo”. A declaração foi realizada pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, em visita a Fortaleza na manhã desta segunda-feira (20). Sem demonstrar surpresa com o atraso nas obras às vésperas da Copa do Aeroporto Internacional Pinto Martins, localizado na capital cearense, o ministro anunciou a construção de uma estrutura provisória, para ajudar no antedimento aos passageiros.

Em entrevista a Tribuna Bandnews FM, o ministro ressaltou que o material utilizado na estrutura não seria de lona. Em junho de 2013, o aeroporto da capital do Ceará já era considerado o mais atrasado, tornando o problema recorrente.

Moreira Franco ainda comparou a situação do aeroporto de Fortaleza ao Aeroporto Internacional Galeão / Tom Jobim, no Rio de Janeiro, como os mais atrasados dentre os da cidades-sede.

“No Galeão já conseguimos avançar, porque fizemos a concessão. A concessionária já vai estar presente ajudando no Galeão. E aqui, tomamos uma série de medidas, hoje, que certamente irão garantir que as condições de atendimento aos passageiros durante a Copa serão satisfatórias”, enfatizou.

>LEIA MAIS:

Licitação e obras

A obra, com prazo para março de 2014, foi iniciada em junho de 2012. Em fevereiro de 2012, a Infraero concluiu a licitação da obra por meio de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), registrado no site Copa Transparente, portal de Acompanhamento de Gastos para a Copa de 2014. Na época, a expectativa para início das obras era ebril de 2012, porém, só começou, de fato, em junho.

O consórcio contratado no valor de 336.638.759,26, CPM Novo Fortaleza, formado pelas empresas CONSBEM Construções e Comércio, Paulo Octávio Investimentos Imobiliários e Grupo MPE – Montagens e Projetos Especiais é o responsável pelo projeto executivo e da execução das obras e serviços de engenharia para reforma, ampliação e modernização dos terminais de passageiros, adequação o sistema viário de acesso e ampliação do pátio de aeronaves para para o Aeroporto de Fortaleza.

Em outubro de 2012, a Infraero iniciou o processo para aplicação de multa ao consórcio contratado por conta do atraso ocorrido na obra até aquela data, que culminou em sanção no valor de R$ 183.567,43. A medida foi publicada pelo Tribunal de Contas da União.

A assessoria da Infraero informou que a estatal tem trabalhado para terminar a obra no prazo. Na última medição, em novembro de 2013, apenas 25,19% das obras estavam concluídas. A estrutura atual comporta 6,2 milhões de passageiros por ano, mas com a ampliação, a expectativa é de ter 8,2 milhões de passageiros por ano.

Atraso
1/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)

Atraso
2/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)

Atraso
3/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)

Atraso
4/4

Atraso

Obras no Aeroporto de Fortaleza (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Copagov)