14 cidades cearenses são selecionadas para reforçar atendimento à população de rua - Noticias


14 cidades cearenses são selecionadas para reforçar atendimento à população de rua

Outras 329 cidades de todo o país também receberão mais recursos voltados ao atendimento para esse público

Por Tribuna do Ceará em Ceará

3 de agosto de 2013 às 16:16

Há 6 anos

O Ceará teve 14 municípios pré-selecionados para o projeto de ampliação do atendimento à população em situação de rua, iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

As prefeituras de Aquiraz, Barbalha, Cascavel, Caucaia, Crato, Fortaleza, Horizonte, Itapipoca, Juzaeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Pacajús, Pacatuba e Sobral têm até o dia 9 de agosto para fazer a adesão ao processo de expansão e reordenamento de três serviços da assistência social: 1) implantação dos Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centros Pop); 2) ampliação das equipes de Abordagem Social; e 3) aumento de vagas em Serviços de Acolhimento.

Outras 329 cidades de todo o país também foram pré-selecionados para receber mais recursos voltados ao atendimento para esse público.

A expectativa do MDS é que, com a expansão do repasse de recursos do governo federal, as prefeituras distribuam melhor o atendimento da população, melhorem as condições dos locais de acolhida e implantem também o Serviço de Acolhimento em República.

Veja também

Confira reportagem do programa Gente na TV : Uma noite com os moradores de rua no Centro de Fortaleza.

Publicidade

Dê sua opinião

14 cidades cearenses são selecionadas para reforçar atendimento à população de rua

Outras 329 cidades de todo o país também receberão mais recursos voltados ao atendimento para esse público

Por Tribuna do Ceará em Ceará

3 de agosto de 2013 às 16:16

Há 6 anos

O Ceará teve 14 municípios pré-selecionados para o projeto de ampliação do atendimento à população em situação de rua, iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

As prefeituras de Aquiraz, Barbalha, Cascavel, Caucaia, Crato, Fortaleza, Horizonte, Itapipoca, Juzaeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Pacajús, Pacatuba e Sobral têm até o dia 9 de agosto para fazer a adesão ao processo de expansão e reordenamento de três serviços da assistência social: 1) implantação dos Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centros Pop); 2) ampliação das equipes de Abordagem Social; e 3) aumento de vagas em Serviços de Acolhimento.

Outras 329 cidades de todo o país também foram pré-selecionados para receber mais recursos voltados ao atendimento para esse público.

A expectativa do MDS é que, com a expansão do repasse de recursos do governo federal, as prefeituras distribuam melhor o atendimento da população, melhorem as condições dos locais de acolhida e implantem também o Serviço de Acolhimento em República.

Veja também

Confira reportagem do programa Gente na TV : Uma noite com os moradores de rua no Centro de Fortaleza.