Dilma Rousseff sanciona lei que cria Universidade Federal do Cariri


Dilma Rousseff sanciona lei que cria Universidade Federal do Cariri

Ampliação terá, ao todo, 27 cursos de graduação, tendo como meta atender a 6,5 mil estudantes

Por Arimatéia Moura em Ceará

6 de junho de 2013 às 09:19

Há 6 anos
Presidenta Dilma Rousseff sanciona lei que cria Universidade Federal do Cariri (Foto: Governo do Estado/Divulgação)

Dilma Rousseff sanciona lei que cria Universidade Federal do Cariri (Foto: Governo do Estado/Divulgação)

 

A lei que cria a Universidade Federal do Cariri (UFCA) foi sancionada, em Brasília, nesta quarta-feira (5), pela presidente Dilma Rousseff (PT). O governador Cid Gomes (PSB) esteve presente na ocasião, e comentou que a iniciativa vai triplicar a oferta de vagas para o ensino superior no estado. Além da UFCA, outras três novas universidades foram autorizadas pelo executivo federal.

A Federal do Cariri será implantada a partir do desmembramento dos campi de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Também serão criados os campi de Icó e Brejo Santo. A ampliação terá, ao todo, 27 cursos de graduação, tendo como meta atender a 6,5 mil estudantes prevendo, ainda, a contratação de 197 professores e de 530 técnicos administrativos.

A criação dessas universidades faz parte do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (Reuni). Com a iniciativa, o Governo Federal pretende tomar uma série de medidas que retomem o crescimento do ensino superior público no país, tendo como meta inicial a interiorização deste nível de ensino.

Sobre a expansão

O estudante de Cinema e Audiovisual na Universidade Federal do Ceará (UFC), Gustavo Mineiro,  diz que não é contra a expansão do ensino, mas aponta problemas no Reuni. Segundo ele, há falta de verbas e de investimento.

Ele aponta, ainda, a situação atual do curso de cinema em Fortaleza e de Jornalismo no Cariri. “O Cariri apresenta diversos problemas em razão dessa expansão, não existe Restaurante Universitário, faltam equipamentos”, diz. “A falta de estrutura provoca evasão“, acrescenta.

Publicidade

Dê sua opinião

Dilma Rousseff sanciona lei que cria Universidade Federal do Cariri

Ampliação terá, ao todo, 27 cursos de graduação, tendo como meta atender a 6,5 mil estudantes

Por Arimatéia Moura em Ceará

6 de junho de 2013 às 09:19

Há 6 anos
Presidenta Dilma Rousseff sanciona lei que cria Universidade Federal do Cariri (Foto: Governo do Estado/Divulgação)

Dilma Rousseff sanciona lei que cria Universidade Federal do Cariri (Foto: Governo do Estado/Divulgação)

 

A lei que cria a Universidade Federal do Cariri (UFCA) foi sancionada, em Brasília, nesta quarta-feira (5), pela presidente Dilma Rousseff (PT). O governador Cid Gomes (PSB) esteve presente na ocasião, e comentou que a iniciativa vai triplicar a oferta de vagas para o ensino superior no estado. Além da UFCA, outras três novas universidades foram autorizadas pelo executivo federal.

A Federal do Cariri será implantada a partir do desmembramento dos campi de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Também serão criados os campi de Icó e Brejo Santo. A ampliação terá, ao todo, 27 cursos de graduação, tendo como meta atender a 6,5 mil estudantes prevendo, ainda, a contratação de 197 professores e de 530 técnicos administrativos.

A criação dessas universidades faz parte do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (Reuni). Com a iniciativa, o Governo Federal pretende tomar uma série de medidas que retomem o crescimento do ensino superior público no país, tendo como meta inicial a interiorização deste nível de ensino.

Sobre a expansão

O estudante de Cinema e Audiovisual na Universidade Federal do Ceará (UFC), Gustavo Mineiro,  diz que não é contra a expansão do ensino, mas aponta problemas no Reuni. Segundo ele, há falta de verbas e de investimento.

Ele aponta, ainda, a situação atual do curso de cinema em Fortaleza e de Jornalismo no Cariri. “O Cariri apresenta diversos problemas em razão dessa expansão, não existe Restaurante Universitário, faltam equipamentos”, diz. “A falta de estrutura provoca evasão“, acrescenta.