Confirmados mais de 7 mil casos de dengue no Ceará em 2012


Confirmados mais de 4 mil casos de dengue em Fortaleza

No Ceará foram registrados 7.563 casos de dengue desde o início deste ano, de acordo com boletim epidemiológico da Sesa.

Por Lyvia Rocha em Ceará

4 de maio de 2012 às 19:15

Há 7 anos

No Ceará foram registrados 7.563 casos de dengue desde o início deste ano, de acordo com boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), divulgado nesta sexta-feira (4).  Os municípios que se destacam com maior número da doença são Fortaleza e Crato, com 4.643 e 831 respectivamente.

Diante do índice expressivo de pessoas infectadas com o vírus do mosquito Aedes Aegypti, a Sesa vai intensificar as ações de combate à dengue, a partir desta segunda-feira (7), envolvendo as equipes de controle de vetores, de atendimento nos postos de saúde e hospitais e de vigilância epidemiológica.

Dos 92 postos de saúde, 17 estarão funcionando até julho no horário noturno, das 17 horas às 21 horas. Nos locais, serão realizados exames laboratoriais e tratamentos com reidratação endovenosa. Cada um dos postos terá a equipe ampliada e vai contar com dois médicos e dois enfermeiros.

Mais reforço

No combate direto ao mosquito transmissor da dengue, 1.297 agentes de controle focal serão mobilizados. Os agentes farão visitas domiciliares, abordagens educativas, pesquisas larvárias para verificar o índice de infestação e tratamento químico, mecânico e biológico dos vetores.

Já a equipe de controle químico de vetores atuará com 60 profissionais, que farão o fumacê, das 4 às 8 horas e das 16 às 20 horas. A equipe de educação em saúde e mobilização social realizará ações contando com 143 educadores.

Confira a lista dos postos de referência para atender casos de dengue.

Publicidade

Dê sua opinião

Confirmados mais de 4 mil casos de dengue em Fortaleza

No Ceará foram registrados 7.563 casos de dengue desde o início deste ano, de acordo com boletim epidemiológico da Sesa.

Por Lyvia Rocha em Ceará

4 de maio de 2012 às 19:15

Há 7 anos

No Ceará foram registrados 7.563 casos de dengue desde o início deste ano, de acordo com boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), divulgado nesta sexta-feira (4).  Os municípios que se destacam com maior número da doença são Fortaleza e Crato, com 4.643 e 831 respectivamente.

Diante do índice expressivo de pessoas infectadas com o vírus do mosquito Aedes Aegypti, a Sesa vai intensificar as ações de combate à dengue, a partir desta segunda-feira (7), envolvendo as equipes de controle de vetores, de atendimento nos postos de saúde e hospitais e de vigilância epidemiológica.

Dos 92 postos de saúde, 17 estarão funcionando até julho no horário noturno, das 17 horas às 21 horas. Nos locais, serão realizados exames laboratoriais e tratamentos com reidratação endovenosa. Cada um dos postos terá a equipe ampliada e vai contar com dois médicos e dois enfermeiros.

Mais reforço

No combate direto ao mosquito transmissor da dengue, 1.297 agentes de controle focal serão mobilizados. Os agentes farão visitas domiciliares, abordagens educativas, pesquisas larvárias para verificar o índice de infestação e tratamento químico, mecânico e biológico dos vetores.

Já a equipe de controle químico de vetores atuará com 60 profissionais, que farão o fumacê, das 4 às 8 horas e das 16 às 20 horas. A equipe de educação em saúde e mobilização social realizará ações contando com 143 educadores.

Confira a lista dos postos de referência para atender casos de dengue.