Chuva forte causa grande destruição no Crato na véspera do dia de São José

TEMPESTADE

Chuva forte causa grande destruição no Crato na véspera do dia de São José

Chuva desta segunda-feira (18) provocou uma forte correnteza no canal do rio Granjeiro, chegando a arrastar carros

Por Tribuna do Ceará em Ceará

19 de março de 2019 às 09:29

Há 1 mês
A destruição foi enorme na região do Mercado Público do Crato (FOTO: Reprodução Whatsapp)

A destruição foi enorme na região do Mercado Público do Crato (FOTO: Reprodução Whatsapp)

A véspera do dia de São José foi de muita chuva na Chapada do Araripe, na Região do Cariri. A cidade do Crato registrou a maior chuva entre as 7h de segunda-feira (18) e as 7h desta terça-feira (19), com 120 mm. Toda essa água desceu em direção ao município e causou muita destruição, durante a noite desta segunda.

A água da chuva provocou uma forte correnteza no canal do rio Granjeiro, que transbordou e espalhou uma grande quantidade de lama pelas ruas da região do Mercado Público.

“O Crato hoje vai por água abaixo. Vixe, nossa senhora!”, relata um morador em um vídeo compartilhado nas redes sociais. Moradores flagraram dois carros sendo arrastados pelas águas. “Vai descendo um carro! Olha outro, olha outro… Caramba!”, exclama morador. 

A chuva foi acompanhada de relâmpagos, trovões e ventos intensos, que chegaram a derrubar árvores. Quando a água baixou, foi possível ver os estragos. Restos de plantas e até o tronco de uma árvore ficaram presos a uma ponte. Diversas casas ficaram com telhados danificados.

A Defesa Civil do Crato ainda não tem dados do tamanho do prejuízo para a cidade.

A Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) registrou chuva em 84 dos 108 pontos informados, entre as 7h de segunda-feira e as 7h de terça-feira. Confira os 10 maiores registros do dia.

Maiores chuvas do dia no Ceará:

Crato (Posto: Lameiro): 120 mm
Itarema (Posto: Carvoeiro): 75 mm
Farias Brito (Posto: Farias Brito): 71 mm
Orós (Posto: Guassussê): 51 mm
Quixadá (Posto: Tapuiara): 48 mm
Itaitinga (Posto: Itaitinga): 48 mm
Crateús (Posto: Irapua): 44 mm
Lavras da Mangabeira (Posto: Iborepi): 39 mm
Ibaretama (Posto: Ibaretama): 37 mm
Guaraciaba Do Norte (Posto: Guaraciaba Do Norte): 37 mm

Publicidade

Dê sua opinião

TEMPESTADE

Chuva forte causa grande destruição no Crato na véspera do dia de São José

Chuva desta segunda-feira (18) provocou uma forte correnteza no canal do rio Granjeiro, chegando a arrastar carros

Por Tribuna do Ceará em Ceará

19 de março de 2019 às 09:29

Há 1 mês
A destruição foi enorme na região do Mercado Público do Crato (FOTO: Reprodução Whatsapp)

A destruição foi enorme na região do Mercado Público do Crato (FOTO: Reprodução Whatsapp)

A véspera do dia de São José foi de muita chuva na Chapada do Araripe, na Região do Cariri. A cidade do Crato registrou a maior chuva entre as 7h de segunda-feira (18) e as 7h desta terça-feira (19), com 120 mm. Toda essa água desceu em direção ao município e causou muita destruição, durante a noite desta segunda.

A água da chuva provocou uma forte correnteza no canal do rio Granjeiro, que transbordou e espalhou uma grande quantidade de lama pelas ruas da região do Mercado Público.

“O Crato hoje vai por água abaixo. Vixe, nossa senhora!”, relata um morador em um vídeo compartilhado nas redes sociais. Moradores flagraram dois carros sendo arrastados pelas águas. “Vai descendo um carro! Olha outro, olha outro… Caramba!”, exclama morador. 

A chuva foi acompanhada de relâmpagos, trovões e ventos intensos, que chegaram a derrubar árvores. Quando a água baixou, foi possível ver os estragos. Restos de plantas e até o tronco de uma árvore ficaram presos a uma ponte. Diversas casas ficaram com telhados danificados.

A Defesa Civil do Crato ainda não tem dados do tamanho do prejuízo para a cidade.

A Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) registrou chuva em 84 dos 108 pontos informados, entre as 7h de segunda-feira e as 7h de terça-feira. Confira os 10 maiores registros do dia.

Maiores chuvas do dia no Ceará:

Crato (Posto: Lameiro): 120 mm
Itarema (Posto: Carvoeiro): 75 mm
Farias Brito (Posto: Farias Brito): 71 mm
Orós (Posto: Guassussê): 51 mm
Quixadá (Posto: Tapuiara): 48 mm
Itaitinga (Posto: Itaitinga): 48 mm
Crateús (Posto: Irapua): 44 mm
Lavras da Mangabeira (Posto: Iborepi): 39 mm
Ibaretama (Posto: Ibaretama): 37 mm
Guaraciaba Do Norte (Posto: Guaraciaba Do Norte): 37 mm