Ceará já acumula quase o dobro de água que havia nos açudes em abril de 2018

100 DIAS DE 2019

Ceará já acumula quase o dobro de água que havia nos açudes em abril de 2018

O acúmulo de água nos 155 açudes cearenses até aqui é de 17,64%, índice maior que os 9,40% registrados nessa mesma época do ano em 2018

Por Tribuna do Ceará em Ceará

10 de abril de 2019 às 10:27

Há 1 mês
Vários açudes atingiram sua capacidade máxima no Ceará

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

O ano de 2019 traz um número esperançoso para o cearense. Só nestes primeiros 100 dias, com as fortes chuvas, foram registrados até esta quarta-feira (10) aporte de água em 143 dos 155 açudes do estado. Ao todo, 29 deles estão com 100% da capacidade, a maioria na Região Metropolitana de Fortaleza.

O aporte 1.777.019.444 m³ representa apenas 17,64% do que é possível acumular mas, em 2018, este número foi de 9,40%. Os dados são da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Em 1º de janeiro, o acúmulo era de 1,99 bilhão de m³, o que representa 10,68% da capacidade total dos açudes. De acordo com o site da Cogerh, houve aumento de 1.025.226.195 m³ do volume armazenado.

Considerando a estimativa do volume evaporado e o volume liberado neste período, houve aumento de 1.777.019.444 m³ somando as 12 bacias do estado.

Até 9 de abril deste ano, os 155 açudes do estado já somam 3,29 bilhões de acúmulo nos reservatórios. Esse número representa 17,64%. Há um ano, o volume era de 1,75 bilhão de metros cúbicos, cerca de 9,40%. Das doze bacias do Ceará, apenas duas não registraram algum açude com acúmulo total: a do Médio Jaguaribe e a da Serra da Ibiapaba.

Na bacia de Acaraú, os açudes de Sobral (Sobral), São Vicente (Santana do Acaraú), Jenipapo (Meruoca) e Acaraú Mirim (Massapê) estão com 100% da capacidade (4). No Alto Jaguaribe, Valério (Altaneira) e Caldeirões (Saboeiro) também estão com volume total (2). Em Russas, no Baixo Jaguaribe, o Santo Antônio de Russas também está com aporte total (1). 7

Na bacia de Banabuiú, apenas o São José I, em Boa Viagem, está com volume completo (1). Na bacia Coreaú, são seis ao todo: Várzea de Volta (Moraújo), Tucunduba (Senador Sá), Trapiá III (Coreaú), Itaúna e Gangorra (Granja) e Diamantino III (Marco) estão com 100% da capacidade. (6)

Na bacia de Curu, apenas o açude Itapajé, na própria cidade, está cheio (1). Na do Litoral são quatro(5): São Pedro Timbaúba (Miraíma), Quandú, Gameleira e Poço Verde (Itapipoca) e Patos (Sobral). Nas bacias metropolitanas, maior número de cheias: Tijuquinha (Baturité), Maranguapinho e Itapebussu (Maranguape), Germinal (Palmácia), Cocó (Fortaleza), Cahuipe (Caucaia) e Batente (Ocara) (7). Na bacia do Salgado, apenas o açude Gomes, em Mauriti, está com o aporte total (1). No Sertão dos Inhamúns, apenas a Barragem do Batalhão, em Crateús (1).

Só no mês de março, o Ceará registrou chuvas 20% acima da média histórica. É a maior porcentagem da década para o mês. Nas últimas 24 horas, choveu em 66 municípios em todo o estado. As maiores chuvas foram em Orós (56mm), Tabuleiro do Norte (29.8mm) e Salitre (24mm). A previsão para a quarta-feira é de nebulosidade variável com possibilidade de chuva em todas as regiões.

Publicidade

Dê sua opinião

100 DIAS DE 2019

Ceará já acumula quase o dobro de água que havia nos açudes em abril de 2018

O acúmulo de água nos 155 açudes cearenses até aqui é de 17,64%, índice maior que os 9,40% registrados nessa mesma época do ano em 2018

Por Tribuna do Ceará em Ceará

10 de abril de 2019 às 10:27

Há 1 mês
Vários açudes atingiram sua capacidade máxima no Ceará

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

O ano de 2019 traz um número esperançoso para o cearense. Só nestes primeiros 100 dias, com as fortes chuvas, foram registrados até esta quarta-feira (10) aporte de água em 143 dos 155 açudes do estado. Ao todo, 29 deles estão com 100% da capacidade, a maioria na Região Metropolitana de Fortaleza.

O aporte 1.777.019.444 m³ representa apenas 17,64% do que é possível acumular mas, em 2018, este número foi de 9,40%. Os dados são da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Em 1º de janeiro, o acúmulo era de 1,99 bilhão de m³, o que representa 10,68% da capacidade total dos açudes. De acordo com o site da Cogerh, houve aumento de 1.025.226.195 m³ do volume armazenado.

Considerando a estimativa do volume evaporado e o volume liberado neste período, houve aumento de 1.777.019.444 m³ somando as 12 bacias do estado.

Até 9 de abril deste ano, os 155 açudes do estado já somam 3,29 bilhões de acúmulo nos reservatórios. Esse número representa 17,64%. Há um ano, o volume era de 1,75 bilhão de metros cúbicos, cerca de 9,40%. Das doze bacias do Ceará, apenas duas não registraram algum açude com acúmulo total: a do Médio Jaguaribe e a da Serra da Ibiapaba.

Na bacia de Acaraú, os açudes de Sobral (Sobral), São Vicente (Santana do Acaraú), Jenipapo (Meruoca) e Acaraú Mirim (Massapê) estão com 100% da capacidade (4). No Alto Jaguaribe, Valério (Altaneira) e Caldeirões (Saboeiro) também estão com volume total (2). Em Russas, no Baixo Jaguaribe, o Santo Antônio de Russas também está com aporte total (1). 7

Na bacia de Banabuiú, apenas o São José I, em Boa Viagem, está com volume completo (1). Na bacia Coreaú, são seis ao todo: Várzea de Volta (Moraújo), Tucunduba (Senador Sá), Trapiá III (Coreaú), Itaúna e Gangorra (Granja) e Diamantino III (Marco) estão com 100% da capacidade. (6)

Na bacia de Curu, apenas o açude Itapajé, na própria cidade, está cheio (1). Na do Litoral são quatro(5): São Pedro Timbaúba (Miraíma), Quandú, Gameleira e Poço Verde (Itapipoca) e Patos (Sobral). Nas bacias metropolitanas, maior número de cheias: Tijuquinha (Baturité), Maranguapinho e Itapebussu (Maranguape), Germinal (Palmácia), Cocó (Fortaleza), Cahuipe (Caucaia) e Batente (Ocara) (7). Na bacia do Salgado, apenas o açude Gomes, em Mauriti, está com o aporte total (1). No Sertão dos Inhamúns, apenas a Barragem do Batalhão, em Crateús (1).

Só no mês de março, o Ceará registrou chuvas 20% acima da média histórica. É a maior porcentagem da década para o mês. Nas últimas 24 horas, choveu em 66 municípios em todo o estado. As maiores chuvas foram em Orós (56mm), Tabuleiro do Norte (29.8mm) e Salitre (24mm). A previsão para a quarta-feira é de nebulosidade variável com possibilidade de chuva em todas as regiões.