Ceará acumula 4ª maior expansão industrial do ano


Ceará acumula 4ª maior expansão industrial nacional do ano

Sete locais avançando acima da média nacional (1,9%): Bahia (5,9%), Rio Grande do Sul (4,7%), São Paulo (2,9%), Ceará (2,7%), Amazonas (2,2%), Goiás (2,0%) e região Nordeste (2,0%).

Por Tribuna do Ceará em Ceará

8 de agosto de 2013 às 13:15

Há 6 anos

O Ceará acumula a 4ª maior expansão na produção industrial nacional em 2013, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (8). No indicador acumulado no ano, a expansão observada na produção nacional alcançou dez dos 14 locais pesquisados, com sete avançando acima da média nacional (1,9%): Bahia (5,9%), Rio Grande do Sul (4,7%), São Paulo (2,9%), Ceará (2,7%), Amazonas (2,2%), Goiás (2,0%) e região Nordeste (2,0%).

Rio de Janeiro (1,4%), Paraná (0,8%) e Pernambuco (0,6%) completaram o conjunto de locais com taxas positivas no primeiro semestre de 2013. Nesses locais, o maior dinamismo foi particularmente influenciado por fatores relacionados ao aumento na fabricação de bens de capital e de bens de consumo duráveis, além da maior produção vinda dos setores de refino de petróleo e produção de álcool, produtos têxteis, calçados e artigos de couro e alimentos.

Comparação com 2012

Na comparação com igual mês do ano anterior, o setor industrial avançou 3,1% em junho de 2013. Nesse mês, as taxas positivas mais intensas foram observadas no Rio Grande do Sul (11,8%) e Bahia (9,9%), impulsionados pelo comportamento positivo dos setores de máquinas e equipamentos.

Rio de Janeiro (5,2%), região Nordeste (4,5%), Paraná (4,4%), Pernambuco (3,6%), São Paulo (3,1%), Ceará (2,4%) e Goiás (2,4%) completaram o conjunto de locais que assinalaram taxas positivas nesse mês.

Com informações do IBGE

Publicidade

Dê sua opinião

Ceará acumula 4ª maior expansão industrial nacional do ano

Sete locais avançando acima da média nacional (1,9%): Bahia (5,9%), Rio Grande do Sul (4,7%), São Paulo (2,9%), Ceará (2,7%), Amazonas (2,2%), Goiás (2,0%) e região Nordeste (2,0%).

Por Tribuna do Ceará em Ceará

8 de agosto de 2013 às 13:15

Há 6 anos

O Ceará acumula a 4ª maior expansão na produção industrial nacional em 2013, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (8). No indicador acumulado no ano, a expansão observada na produção nacional alcançou dez dos 14 locais pesquisados, com sete avançando acima da média nacional (1,9%): Bahia (5,9%), Rio Grande do Sul (4,7%), São Paulo (2,9%), Ceará (2,7%), Amazonas (2,2%), Goiás (2,0%) e região Nordeste (2,0%).

Rio de Janeiro (1,4%), Paraná (0,8%) e Pernambuco (0,6%) completaram o conjunto de locais com taxas positivas no primeiro semestre de 2013. Nesses locais, o maior dinamismo foi particularmente influenciado por fatores relacionados ao aumento na fabricação de bens de capital e de bens de consumo duráveis, além da maior produção vinda dos setores de refino de petróleo e produção de álcool, produtos têxteis, calçados e artigos de couro e alimentos.

Comparação com 2012

Na comparação com igual mês do ano anterior, o setor industrial avançou 3,1% em junho de 2013. Nesse mês, as taxas positivas mais intensas foram observadas no Rio Grande do Sul (11,8%) e Bahia (9,9%), impulsionados pelo comportamento positivo dos setores de máquinas e equipamentos.

Rio de Janeiro (5,2%), região Nordeste (4,5%), Paraná (4,4%), Pernambuco (3,6%), São Paulo (3,1%), Ceará (2,4%) e Goiás (2,4%) completaram o conjunto de locais que assinalaram taxas positivas nesse mês.

Com informações do IBGE