26 distritos cearenses apresentam condições de virar municípios


26 distritos cearenses apresentam condições de virar municípios

O estudo serviu de base para parecer do projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado, e que agora segue para sanção ou veto da presidente Dilma Rousseff

Por Tribuna do Ceará em Ceará

19 de outubro de 2013 às 16:05

Há 6 anos

Levantamento da União Brasileira em Defesa da Criação dos Novos Municípios (UBDCNM) indicou 26 distritos cearenses com condição de se tornarem municípios. O estudo serviu de base para parecer do projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado, e que agora segue para sanção ou veto da presidente Dilma Rousseff.

Nos critérios estabelecidos para o Nordeste, os distritos precisam ter população de pelo menos 8.500 habitantes para virar município. O Ceará é o terceiro estado que pode ganhar mais municípios, atrás do Maranhão (32) e da Bahia (28). O Brasil pode ter 185 novos municípios. Ao todo, eram 500 os distritos que requisitavam emancipação.

A lei afetará cerca de 1,8 mihão de pessoas, que segundo o presidente da UBDCNM, Augusto César Serejo, “vivem em distritos abandonados”.

Cidade / Distrito que pode virar município:

Acaraú – Juritianha
Acopiara – Santa Felícia
Aquiraz – Camará e Iguape
Beberibe – Parajuru
Cascavel – Guanacés
Caucaia – Icaraí e Jurema
Crateús – Montenebo
Crato – Ponta da Serra
Granja – Timonha/Adrianópolis
Icó – Lima Campos
Iguatu – José de Alencar
Itapipoca – Cruxati
Itarema – Almofala
Jucás – São Pedro do Norte
Jaguaribe – Nova Floresta/Feiticeiro
Maracanaú – Pajuçara
Maranguape – Amanari e Itabebussu
Mauriti – Palestina do Cariri
Missão Velha – Jamacuru
Morada Nova – São João do Aruaru
Pedra Branca – Mineirolândia
Redenção – Antônio Diogo e Aranaú
Russas – Flores
Santa Quitéria – Lisieux/Macaraú
Tamboril – Sucesso
Tauá – Santa Teresa

Publicidade

Dê sua opinião

26 distritos cearenses apresentam condições de virar municípios

O estudo serviu de base para parecer do projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado, e que agora segue para sanção ou veto da presidente Dilma Rousseff

Por Tribuna do Ceará em Ceará

19 de outubro de 2013 às 16:05

Há 6 anos

Levantamento da União Brasileira em Defesa da Criação dos Novos Municípios (UBDCNM) indicou 26 distritos cearenses com condição de se tornarem municípios. O estudo serviu de base para parecer do projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado, e que agora segue para sanção ou veto da presidente Dilma Rousseff.

Nos critérios estabelecidos para o Nordeste, os distritos precisam ter população de pelo menos 8.500 habitantes para virar município. O Ceará é o terceiro estado que pode ganhar mais municípios, atrás do Maranhão (32) e da Bahia (28). O Brasil pode ter 185 novos municípios. Ao todo, eram 500 os distritos que requisitavam emancipação.

A lei afetará cerca de 1,8 mihão de pessoas, que segundo o presidente da UBDCNM, Augusto César Serejo, “vivem em distritos abandonados”.

Cidade / Distrito que pode virar município:

Acaraú – Juritianha
Acopiara – Santa Felícia
Aquiraz – Camará e Iguape
Beberibe – Parajuru
Cascavel – Guanacés
Caucaia – Icaraí e Jurema
Crateús – Montenebo
Crato – Ponta da Serra
Granja – Timonha/Adrianópolis
Icó – Lima Campos
Iguatu – José de Alencar
Itapipoca – Cruxati
Itarema – Almofala
Jucás – São Pedro do Norte
Jaguaribe – Nova Floresta/Feiticeiro
Maracanaú – Pajuçara
Maranguape – Amanari e Itabebussu
Mauriti – Palestina do Cariri
Missão Velha – Jamacuru
Morada Nova – São João do Aruaru
Pedra Branca – Mineirolândia
Redenção – Antônio Diogo e Aranaú
Russas – Flores
Santa Quitéria – Lisieux/Macaraú
Tamboril – Sucesso
Tauá – Santa Teresa