Conheça o lateral, campeão mundial, que leva o Ceará no apelido


Conheça o lateral, campeão mundial, que leva o Ceará no apelido

O cearense Marcos Venâncio de Albuquerque, 32 anos, é conhecido no mundo do futebol pelo nome do estado onde nasceu, mesmo sem nunca ter jogado por aqui. O lateral direito “Ceará”, natural do Crato (Região do Cariri) hoje defende a camisa do Cruzeiro na Série A do Campeonato Brasileiro, tendo no currículo um título Mundial Interclubes pelo Internacional

Por Felipe Lima em Perfil

15 de agosto de 2012 às 17:40

Há 7 anos
Ceará passou cinco anos jogando no PSG, da França

Ceará passou cinco anos jogando no PSG, da França

O cearense Marcos Venâncio de Albuquerque, 32 anos, é conhecido no mundo do futebol pelo nome do estado onde nasceu, mesmo sem nunca ter jogado por aqui. O lateral direito “Ceará“, natural do Crato (Região do Cariri), hoje defende a camisa do Cruzeiro na Série A do Campeonato Brasileiro, tendo no currículo um título Mundial Interclubes pelo Internacional. No último sábado (11), foi responsável pelo cruzamento que resultou no único gol na vitória da Raposa sobre o Bahia, assinalado pelor argentino Montillo.

Ceará passou pouco tempo vivendo no estado que leva o seu “nome artístico”. Logo aos 11 anos, sua família se mudou do Crato para São Paulo. Aos 13, entrou para as categorias de base do Santos, onde se profissionalizou em 1999, aos 19 anos. O apelido surgiu a partir de brincadeiras na rua. Sempre ao ser questionado de onde era, retrucava quando dizia ser do Ceará quando os colegas o chamavam de “baianinho” por ser do Nordeste.

No futebol, acumula passagens por Portuguesa Santista, São José, Santa Cruz, Botafogo, Coritiba e São Caetano, onde se sagrou Campeão Paulista em 2004, quando o time era comandado por Muricy Ramalho. As boas atuações no Estadual daquele ano renderam o interesse do Internacional, onde jogou de 2005 a 2007 e teve a maior conquista da carreira.

Títulos internacionais

Pelo clube gaúcho, conquistou a Taça Libertadores da América e o Mundial de Clubes de 2006, além da Recopa Sul-Americana em 2007. Na final do Mundial, contra o poderoso Barcelona, ganhou reconhecimento internacional por ter conseguido marcar com eficiência (e sem faltas duras) Ronaldinho Gaúcho, na época considerado o melhor jogador do mundo.

Após 96 partidas e seis gols pelo Colorado, foi vendido para o Paris Saint-Germain, da França, onde passou nada menos que cinco anos. No clube francês, foi titular durante a maior parte da sua passagem, entre 2007 e 2012. Disputou 196 partidas, marcando três gols e conquistando a Copa da Liga Francesa na temporada 2007-08 e a Copa da França na temporada 2009-10. No início desta temporada 2011, chegou a ser capitão do time em diversas vezes, quando o zagueiro Mamadou Sakho, habitual dono da faixa, se machucou.

De volta o Brasil

O lateral acertou a rescisão com o PSG no meio de 2012. O cearense explicou que conversou com o diretor-esportivo do clube, o brasileiro Leonardo, que lhe explicou o fato de que ele não teria muitas chances na próxima temporada e que o objetivo do clube era contratar outro jogador para a posição.

Após ter seu retorno sondado por Internacional e Santos, Ceará acabou acertando com o Cruzeiro para resolver o problema da lateral direita da equipe, posição carente há tempos. Estreou pelo time mineiro no dia 18 de julho, pela 10ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, na vitória de 2 a 0 sobre a Portuguesa.

Ficha do atleta

Nome completo: Marcos Venâncio de Albuquerque
Data de nascimento: 16/6/1980 (32 anos)
Local de nascimento: Crato (CE)
Altura: 1,75m
Peso: 75 kg
Clubes: Gama-DF (1999), Santos-SP (1999), Portuguesa Santista-SP (2000), São José-SP (2000), Santa Cruz-PE (2001), Botafogo-RJ (2002), Coritiba-PR (2002/2003), São Caetano-SP (2004/2005), Internacional-RS (2005/2007) e Paris Saint-Germain-FRA (2007/2012)
Títulos: Campeonato Brasiliense (1999), Campeonato Paranaense (2003), Campeonato Paulista (2004), Taça Libertadores (2006), Mundial de Clubes (2006), Recopa Sul-Americana (2007), Copa da Liga Francesa (2007/2008) e Copa da França (2009/2010)

Publicidade

Dê sua opinião

Conheça o lateral, campeão mundial, que leva o Ceará no apelido

O cearense Marcos Venâncio de Albuquerque, 32 anos, é conhecido no mundo do futebol pelo nome do estado onde nasceu, mesmo sem nunca ter jogado por aqui. O lateral direito “Ceará”, natural do Crato (Região do Cariri) hoje defende a camisa do Cruzeiro na Série A do Campeonato Brasileiro, tendo no currículo um título Mundial Interclubes pelo Internacional

Por Felipe Lima em Perfil

15 de agosto de 2012 às 17:40

Há 7 anos
Ceará passou cinco anos jogando no PSG, da França

Ceará passou cinco anos jogando no PSG, da França

O cearense Marcos Venâncio de Albuquerque, 32 anos, é conhecido no mundo do futebol pelo nome do estado onde nasceu, mesmo sem nunca ter jogado por aqui. O lateral direito “Ceará“, natural do Crato (Região do Cariri), hoje defende a camisa do Cruzeiro na Série A do Campeonato Brasileiro, tendo no currículo um título Mundial Interclubes pelo Internacional. No último sábado (11), foi responsável pelo cruzamento que resultou no único gol na vitória da Raposa sobre o Bahia, assinalado pelor argentino Montillo.

Ceará passou pouco tempo vivendo no estado que leva o seu “nome artístico”. Logo aos 11 anos, sua família se mudou do Crato para São Paulo. Aos 13, entrou para as categorias de base do Santos, onde se profissionalizou em 1999, aos 19 anos. O apelido surgiu a partir de brincadeiras na rua. Sempre ao ser questionado de onde era, retrucava quando dizia ser do Ceará quando os colegas o chamavam de “baianinho” por ser do Nordeste.

No futebol, acumula passagens por Portuguesa Santista, São José, Santa Cruz, Botafogo, Coritiba e São Caetano, onde se sagrou Campeão Paulista em 2004, quando o time era comandado por Muricy Ramalho. As boas atuações no Estadual daquele ano renderam o interesse do Internacional, onde jogou de 2005 a 2007 e teve a maior conquista da carreira.

Títulos internacionais

Pelo clube gaúcho, conquistou a Taça Libertadores da América e o Mundial de Clubes de 2006, além da Recopa Sul-Americana em 2007. Na final do Mundial, contra o poderoso Barcelona, ganhou reconhecimento internacional por ter conseguido marcar com eficiência (e sem faltas duras) Ronaldinho Gaúcho, na época considerado o melhor jogador do mundo.

Após 96 partidas e seis gols pelo Colorado, foi vendido para o Paris Saint-Germain, da França, onde passou nada menos que cinco anos. No clube francês, foi titular durante a maior parte da sua passagem, entre 2007 e 2012. Disputou 196 partidas, marcando três gols e conquistando a Copa da Liga Francesa na temporada 2007-08 e a Copa da França na temporada 2009-10. No início desta temporada 2011, chegou a ser capitão do time em diversas vezes, quando o zagueiro Mamadou Sakho, habitual dono da faixa, se machucou.

De volta o Brasil

O lateral acertou a rescisão com o PSG no meio de 2012. O cearense explicou que conversou com o diretor-esportivo do clube, o brasileiro Leonardo, que lhe explicou o fato de que ele não teria muitas chances na próxima temporada e que o objetivo do clube era contratar outro jogador para a posição.

Após ter seu retorno sondado por Internacional e Santos, Ceará acabou acertando com o Cruzeiro para resolver o problema da lateral direita da equipe, posição carente há tempos. Estreou pelo time mineiro no dia 18 de julho, pela 10ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, na vitória de 2 a 0 sobre a Portuguesa.

Ficha do atleta

Nome completo: Marcos Venâncio de Albuquerque
Data de nascimento: 16/6/1980 (32 anos)
Local de nascimento: Crato (CE)
Altura: 1,75m
Peso: 75 kg
Clubes: Gama-DF (1999), Santos-SP (1999), Portuguesa Santista-SP (2000), São José-SP (2000), Santa Cruz-PE (2001), Botafogo-RJ (2002), Coritiba-PR (2002/2003), São Caetano-SP (2004/2005), Internacional-RS (2005/2007) e Paris Saint-Germain-FRA (2007/2012)
Títulos: Campeonato Brasiliense (1999), Campeonato Paranaense (2003), Campeonato Paulista (2004), Taça Libertadores (2006), Mundial de Clubes (2006), Recopa Sul-Americana (2007), Copa da Liga Francesa (2007/2008) e Copa da França (2009/2010)