CFO recebe Campeonato Brasileiro Paralímpico de Tiro com Arco

11ª EDIÇÃO

CFO recebe Campeonato Brasileiro Paralímpico de Tiro com Arco

O evento conta com a presença de árbitros nacionais, técnicos da seleção brasileira paralímpica, assim como atletas olímpicos

Por Lyvia Rocha em Outros Esportes

4 de novembro de 2017 às 06:45

Há 2 anos
O campeonato acontece no CFO (FOTO: Divulgação)

O campeonato acontece no CFO (FOTO: Divulgação)

O Centro de Formação Olímpica (CFO), em Fortaleza, recebe a 11ª edição do Campeonato Brasileiro Paralímpico de Tiro com Arco, até este domingo (5). Este é um campeonato em que os atletas estão buscando seu maior rendimento para o ranking brasileiro.

No total, estão participando da competição 18 atletas – tanto do sexo masculino quanto feminino – do mais alto nível técnico e competitivo, oriundos de vários estados brasileiros. Inclusive há um representante cearense, o arqueiro Eugênio Franco, que faz parte da seleção brasileira paralímpica.

Estão na disputa do campeonato pessoas com membros amputados, cadeirantes, com espondilite anquilosante, entre outras deficiências físico-motoras. Vale ressaltar que os arqueiros passam por uma avaliação clínica para fecharem um diagnóstico onde são avaliados com algum tipo de déficit físico, isto é, para caracterizá-los como desportistas paralímpicos.

O evento conta também com a presença de árbitros nacionais do Tiro com Arco, técnicos da seleção brasileira paralímpica, assim como alguns atletas olímpicos e da seleção brasileira que competem em campeonatos mundiais.

“A Secretaria do Esporte foi A primeira entidade que abraçou a nossa causa, nos cedeu o espaço do Centro de Formação Olímpica para a realização do evento, sempre foi muito solícita. Estamos utilizando os alojamentos para os atletas, que são quartos adaptados para pessoas com necessidades especiais”, ressaltou a presidente da Federação Cearense de Tiro com Arco (Fcetarco), Débora Pedrosa.

A competição é organizada e realizada pela Fcetarco juntamente com a Confederação Brasileira de Tiro com Arco (Cbatarco), e com o apoio da Secretaria do Esporte do Estado do Ceará (Sesporte).

Publicidade

Dê sua opinião

11ª EDIÇÃO

CFO recebe Campeonato Brasileiro Paralímpico de Tiro com Arco

O evento conta com a presença de árbitros nacionais, técnicos da seleção brasileira paralímpica, assim como atletas olímpicos

Por Lyvia Rocha em Outros Esportes

4 de novembro de 2017 às 06:45

Há 2 anos
O campeonato acontece no CFO (FOTO: Divulgação)

O campeonato acontece no CFO (FOTO: Divulgação)

O Centro de Formação Olímpica (CFO), em Fortaleza, recebe a 11ª edição do Campeonato Brasileiro Paralímpico de Tiro com Arco, até este domingo (5). Este é um campeonato em que os atletas estão buscando seu maior rendimento para o ranking brasileiro.

No total, estão participando da competição 18 atletas – tanto do sexo masculino quanto feminino – do mais alto nível técnico e competitivo, oriundos de vários estados brasileiros. Inclusive há um representante cearense, o arqueiro Eugênio Franco, que faz parte da seleção brasileira paralímpica.

Estão na disputa do campeonato pessoas com membros amputados, cadeirantes, com espondilite anquilosante, entre outras deficiências físico-motoras. Vale ressaltar que os arqueiros passam por uma avaliação clínica para fecharem um diagnóstico onde são avaliados com algum tipo de déficit físico, isto é, para caracterizá-los como desportistas paralímpicos.

O evento conta também com a presença de árbitros nacionais do Tiro com Arco, técnicos da seleção brasileira paralímpica, assim como alguns atletas olímpicos e da seleção brasileira que competem em campeonatos mundiais.

“A Secretaria do Esporte foi A primeira entidade que abraçou a nossa causa, nos cedeu o espaço do Centro de Formação Olímpica para a realização do evento, sempre foi muito solícita. Estamos utilizando os alojamentos para os atletas, que são quartos adaptados para pessoas com necessidades especiais”, ressaltou a presidente da Federação Cearense de Tiro com Arco (Fcetarco), Débora Pedrosa.

A competição é organizada e realizada pela Fcetarco juntamente com a Confederação Brasileira de Tiro com Arco (Cbatarco), e com o apoio da Secretaria do Esporte do Estado do Ceará (Sesporte).