Série C: conheça os recordistas de acessos e rebaixamentos nos últimos dez anos


Série C: conheça os recordistas de acessos e rebaixamentos nos últimos 10 anos

Fortaleza tenta retornar á Série B; Oito clubes já subiram em duas oportunidades ao longo do período. Em 2015, o Icasa caiu para a Série D

Por Lucas Catrib em Fortaleza

26 de setembro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Arte: Tiago Leite

Arte: Tiago Leite

No total, 31 equipes subiram à Série B nos últimos 10 anos. A promoção de divisão é uma das causas mais relevantes no mundo do futebol. Conquistar o acesso, por exemplo, representa acréscimo de confiança e, na maioria das vezes, também mais receitas aos cofres dos clubes. Do outro lado, tem a insatisfação da queda. Desde 2009 essa situação é vigente na Terceira Divisão.

O Paysandu tem dois acessos ao longo dos últimos 10 anos (Foto: Nodge Nogueira)

O Paysandu tem dois acessos ao longo dos últimos 10 anos (Foto: Nodge Nogueira)

O portal Tribuna do Ceará fez uma lista com os recordes dos dois aspectos citados durante o período das 10 últimas temporadas. São oito times que ostentam dois momentos de campanhas efetivas. O Paysandu, que luta atualmente por uma vaga no Brasileirão Série A, é uma das equipes mais tradicionais dentro das envolvidas.

O Papão subiu em 2012 e 2014. Yago Pikachu, ala direita do time dirigido por Dado Cavalcanti, foi também o destaque do último acesso. A equipe paraense ficou em 2º lugar depois de uma derrota em casa para o Macaé, o ganhador do título.

O Verdão do Cariri também é dono de duas subidas para a Segundona. Na última, em 2012, Francisco Diá foi o comandante da equipe que fez praticamente um milagre no certame. Poucas rodadas antes do fim da fase de classificação, o próprio Icasa é o novo rebaixado e jogará a Série D em 2016.

As outras equipes que ascenderam mais de uma vez: Vila Nova  (2007 e 2013), América-RN  (2005 e 2011), ABC-RN (2010 e 2007), Criciúma  (2006 e 2010) e Ipatinga (2006 e 2011). Macaé, Mogi Mirim, Sampaio Corrêa, Santa Cruz, Luverdense, Oeste, Chapecoense, Joinville, Ipatinga, Ituiutaba, Salgueiro, América-MG, ASA-AL, Guaratinguetá, Atlético-GO, Guarani, Campinense, Duque de Caxias, Bragantino, Bahia, Vitória, Grêmio Barueri e Remo subiram em uma oportunidade.

Turma da queda 

O Clube Recreativo e Atlético Catalano (CRAC-GO) desceu duas vezes em dois anos consecutivos. Isso foi possível porque o Betim, acabou excluído da Série C 2014. Outras equipes que também desceram ao longo dos anos: Treze, São Caetano, Duque de Caxias, Brasiliense, Baraúnas, Rio Branco, Grêmio Barueri, Salgueiro, Guarany de Sobral, Tupi-MG, Santo André, Campinense, Marília, Brasil-RS, Araguaína, Alecrim, Juventude, Gama, São Raimundo, Alecrim, Juventude, Gama, São Raimundo, Sampaio Corrêa, Mixto, Confiança e Marcílio Dias.

Publicidade

Dê sua opinião

Série C: conheça os recordistas de acessos e rebaixamentos nos últimos 10 anos

Fortaleza tenta retornar á Série B; Oito clubes já subiram em duas oportunidades ao longo do período. Em 2015, o Icasa caiu para a Série D

Por Lucas Catrib em Fortaleza

26 de setembro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Arte: Tiago Leite

Arte: Tiago Leite

No total, 31 equipes subiram à Série B nos últimos 10 anos. A promoção de divisão é uma das causas mais relevantes no mundo do futebol. Conquistar o acesso, por exemplo, representa acréscimo de confiança e, na maioria das vezes, também mais receitas aos cofres dos clubes. Do outro lado, tem a insatisfação da queda. Desde 2009 essa situação é vigente na Terceira Divisão.

O Paysandu tem dois acessos ao longo dos últimos 10 anos (Foto: Nodge Nogueira)

O Paysandu tem dois acessos ao longo dos últimos 10 anos (Foto: Nodge Nogueira)

O portal Tribuna do Ceará fez uma lista com os recordes dos dois aspectos citados durante o período das 10 últimas temporadas. São oito times que ostentam dois momentos de campanhas efetivas. O Paysandu, que luta atualmente por uma vaga no Brasileirão Série A, é uma das equipes mais tradicionais dentro das envolvidas.

O Papão subiu em 2012 e 2014. Yago Pikachu, ala direita do time dirigido por Dado Cavalcanti, foi também o destaque do último acesso. A equipe paraense ficou em 2º lugar depois de uma derrota em casa para o Macaé, o ganhador do título.

O Verdão do Cariri também é dono de duas subidas para a Segundona. Na última, em 2012, Francisco Diá foi o comandante da equipe que fez praticamente um milagre no certame. Poucas rodadas antes do fim da fase de classificação, o próprio Icasa é o novo rebaixado e jogará a Série D em 2016.

As outras equipes que ascenderam mais de uma vez: Vila Nova  (2007 e 2013), América-RN  (2005 e 2011), ABC-RN (2010 e 2007), Criciúma  (2006 e 2010) e Ipatinga (2006 e 2011). Macaé, Mogi Mirim, Sampaio Corrêa, Santa Cruz, Luverdense, Oeste, Chapecoense, Joinville, Ipatinga, Ituiutaba, Salgueiro, América-MG, ASA-AL, Guaratinguetá, Atlético-GO, Guarani, Campinense, Duque de Caxias, Bragantino, Bahia, Vitória, Grêmio Barueri e Remo subiram em uma oportunidade.

Turma da queda 

O Clube Recreativo e Atlético Catalano (CRAC-GO) desceu duas vezes em dois anos consecutivos. Isso foi possível porque o Betim, acabou excluído da Série C 2014. Outras equipes que também desceram ao longo dos anos: Treze, São Caetano, Duque de Caxias, Brasiliense, Baraúnas, Rio Branco, Grêmio Barueri, Salgueiro, Guarany de Sobral, Tupi-MG, Santo André, Campinense, Marília, Brasil-RS, Araguaína, Alecrim, Juventude, Gama, São Raimundo, Alecrim, Juventude, Gama, São Raimundo, Sampaio Corrêa, Mixto, Confiança e Marcílio Dias.