Fortaleza fica no empate contra o Treze


Fortaleza fica no empate contra o Treze

O Tricolor de Aço saiu na frente, mas cedeu o empate ainda no primeiro tempo. Com o resultado, a equipe de Marcelo Chamusca segue invicta na Série C

Por Caio Costa em Fortaleza

19 de julho de 2014 às 20:54

Há 5 anos

 

O Fortaleza de Marcelo Chamusca segue invicto na Série C Foto: Divulgação

O Fortaleza de Marcelo Chamusca segue invicto na Série C Foto: Divulgação

Não teve sal grosso que atrapalhasse. O Fortaleza foi até Campina Grande-PB e se não conseguiu vencer, também não perdeu a invencibilidade na Série C ao ficar no 1 a 1 contra o Treze. Com o resultado deste sábado (19), o Leão do Pici permanece isolado na liderança do Grupo A da competição.

A partida começou equilibrada e com o Tricolor de Aço muito bem organizado e aproveitando os espaços no lado de direito da zaga paraibana. Apostando nisso, abriu o marcador logo aos nove minutos. Guto cobrou falta para Waldison, que fez bela jogada e serviu Robert. O artilheiro do Brasil só teve o trabalho de empurrar para as redes.

O Treze quase empatou em seguida Aos 12, após cobrnaça de escanteio, aconteceu um verdadeiro bate e rebate. A bola sobrou para Bruno Aquino, que de frente com a meta, chutou para fora.Aos 16,não teve jeito. Guto cometeu pênalti em Fernandes e Rafael Oliveira cobrou com violência e deixou tudo igual.

Após marcar, a equipe da casa cresecu no jogo e passou a ficar mais tempo no campo de ataque. Além disso, agredia o Fortaleza, principalmente nas costas do lateral direito Tiago Cametá. Criando pouco, o Leão só assustou na bola parada. Aos 35, Marcelinho Paraíba cobrou falta com perigo. Dez minutos depois, o mesmo camisa 10 bateu escanteio e quase marcou gol olímpico.

Equilíbrio até o final

Na volta da intervalo, o duelo seguiu equilibrado e a exemplo do que aconteceu na etapa inicial, a primeira oportunidade foi do Fortaleza. Aos sete minutos, após boa troca de passes, Marcelinho Paraíba acionou Robert, mas o atacante pegou e arrematou para muito longe.

Como não conseguia criar jogadas mais trabalhadas, o Tricolor de Aço seguiu usando as bolas paradas para atacar. Aos 15, Marcelinho Paraíba bateu falta de muito longe, mas com veneno, que Gilson fez boa defesa afastando o perigo. Em seguida, Guto subiu como elemento surpresa, tabelou com Paraíba e só não fez o segundo tento leonino porque o arqueiro trezeano novamente evitou.

Aos poucos, o time cearense ia comandando as ações ofensivas. O domínio leonino fez com que Givanildo Oliveira fazer duas alteração, colocando em campo o ponta Birungueta e o atacante Hélio Paraíba. Marcelo Chamusca também mexeu: Davidson, com câimbras, foi substituído pelo garoto Uilliam.

Nos minutos finais, os dois times procuram um gol, que poderia significar uma vitória, mas nenhum deles conseguiu sucesso.

Ficha do jogo

Treze 1  x 1  Fortaleza

Estádio: estádio Presidente Vargas

Gols: Robert – Fortaleza; Rafael Oliveira (pênalti) – Treze

Treze: Gilson; Osmar, Pitty, Alison (Oliveira) e Fernandes; Alan Bahia, Sapé, Jonathan (Birungueta) e Luciano; Rafael Oliveira (Hélio Paraíba) e Bruno Aquino
Técnico: Givanildo Oliveira

Fortaleza: Ricardo; Tiago Cametá, Adalberto, Genílson, Fernandinho; Guto, Walfrido (Corrêa), Davidson (Uilliam) e Marcelinho Paraíba; Waldison e Robert (Zulu)
Técnico: Marcelo Chamusca

Publicidade

Dê sua opinião

Fortaleza fica no empate contra o Treze

O Tricolor de Aço saiu na frente, mas cedeu o empate ainda no primeiro tempo. Com o resultado, a equipe de Marcelo Chamusca segue invicta na Série C

Por Caio Costa em Fortaleza

19 de julho de 2014 às 20:54

Há 5 anos

 

O Fortaleza de Marcelo Chamusca segue invicto na Série C Foto: Divulgação

O Fortaleza de Marcelo Chamusca segue invicto na Série C Foto: Divulgação

Não teve sal grosso que atrapalhasse. O Fortaleza foi até Campina Grande-PB e se não conseguiu vencer, também não perdeu a invencibilidade na Série C ao ficar no 1 a 1 contra o Treze. Com o resultado deste sábado (19), o Leão do Pici permanece isolado na liderança do Grupo A da competição.

A partida começou equilibrada e com o Tricolor de Aço muito bem organizado e aproveitando os espaços no lado de direito da zaga paraibana. Apostando nisso, abriu o marcador logo aos nove minutos. Guto cobrou falta para Waldison, que fez bela jogada e serviu Robert. O artilheiro do Brasil só teve o trabalho de empurrar para as redes.

O Treze quase empatou em seguida Aos 12, após cobrnaça de escanteio, aconteceu um verdadeiro bate e rebate. A bola sobrou para Bruno Aquino, que de frente com a meta, chutou para fora.Aos 16,não teve jeito. Guto cometeu pênalti em Fernandes e Rafael Oliveira cobrou com violência e deixou tudo igual.

Após marcar, a equipe da casa cresecu no jogo e passou a ficar mais tempo no campo de ataque. Além disso, agredia o Fortaleza, principalmente nas costas do lateral direito Tiago Cametá. Criando pouco, o Leão só assustou na bola parada. Aos 35, Marcelinho Paraíba cobrou falta com perigo. Dez minutos depois, o mesmo camisa 10 bateu escanteio e quase marcou gol olímpico.

Equilíbrio até o final

Na volta da intervalo, o duelo seguiu equilibrado e a exemplo do que aconteceu na etapa inicial, a primeira oportunidade foi do Fortaleza. Aos sete minutos, após boa troca de passes, Marcelinho Paraíba acionou Robert, mas o atacante pegou e arrematou para muito longe.

Como não conseguia criar jogadas mais trabalhadas, o Tricolor de Aço seguiu usando as bolas paradas para atacar. Aos 15, Marcelinho Paraíba bateu falta de muito longe, mas com veneno, que Gilson fez boa defesa afastando o perigo. Em seguida, Guto subiu como elemento surpresa, tabelou com Paraíba e só não fez o segundo tento leonino porque o arqueiro trezeano novamente evitou.

Aos poucos, o time cearense ia comandando as ações ofensivas. O domínio leonino fez com que Givanildo Oliveira fazer duas alteração, colocando em campo o ponta Birungueta e o atacante Hélio Paraíba. Marcelo Chamusca também mexeu: Davidson, com câimbras, foi substituído pelo garoto Uilliam.

Nos minutos finais, os dois times procuram um gol, que poderia significar uma vitória, mas nenhum deles conseguiu sucesso.

Ficha do jogo

Treze 1  x 1  Fortaleza

Estádio: estádio Presidente Vargas

Gols: Robert – Fortaleza; Rafael Oliveira (pênalti) – Treze

Treze: Gilson; Osmar, Pitty, Alison (Oliveira) e Fernandes; Alan Bahia, Sapé, Jonathan (Birungueta) e Luciano; Rafael Oliveira (Hélio Paraíba) e Bruno Aquino
Técnico: Givanildo Oliveira

Fortaleza: Ricardo; Tiago Cametá, Adalberto, Genílson, Fernandinho; Guto, Walfrido (Corrêa), Davidson (Uilliam) e Marcelinho Paraíba; Waldison e Robert (Zulu)
Técnico: Marcelo Chamusca