Ceará joga mal, empata com Tupi-MG e completa 11 jogos consecutivos sem vitórias


Ceará joga mal, empata com Tupi-MG e completa 11 jogos consecutivos sem vitórias

Com o time completamente reserva em campo, o Alvinegro de Porangabuçu criou poucas chances e não saiu do 0 a 0. A equipe do Vovô precisará vencer fora

Por Lucas Catrib em Ceará

15 de julho de 2015 às 21:25

Há 4 anos
O Vovô voltou a ter uma atuação fraca em campo (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

O Vovô voltou a ter uma atuação fraca em campo (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

Nada de um novo êxito. Rotina de confrontos sem vitórias há 11 jogos para o Ceará. Na noite desta quarta (15), no estádio Presidente Vargas, pela Copa do Brasil, um empate em 0 a 0 diante do Tupi-MG. As duas equipes fizeram um embate fraco tecnicamente.

O próximo duelo entre as duas agremiações será na quarta (22), às 19h30min, no estádio Municipal, em Juiz Fora. Para sair com a classificação às oitavas, necessita ter um resultado positivo.

Um time da casa com atletas diferentes do habitual. O Alvinegro de Porangabuçu, mesmo com jogadores reservas, tentou ter as principais ações ofensivas. Com Siloé aberto pela esquerda, a tentativa era de tabelas junto ao lateral Fernandinho. Buiu também foi participativo no princípio. No entanto, na primeira combinação de passes do Tupi, chegada com perigo.

Aos nove minutos, Charles derrubou Daniel Morais. O árbitro Nelson Nogueira Dias viu pênalti em cima do atacante da equipe mineira, embora o defensor do Vovô estivesse aparentemente fora da área, o que gerou reclamação por parte do Ceará. Na cobrança, o próprio Daniel mandou para fora.

Diante da possibilidade de voltar a vencer, o Time de Porangabuçu insinuou algumas jogadas de criatividade. Fernandinho combinou com Siloé uma tentativa de perigo. O lateral cruzou na cabeça do camisa 9, que mandou para o gol. Glaysson espalmou para longe.

As outras finalizações do Ceará no jogo foram com Roger Gaúcho. O meia-atacante arriscou chutes de fora da área. Entretanto, poucos perigos para o adversário, atual vice-líder do grupo B do Campeonato Brasileiro Série C. No fim, o árbitro marcou pênalti em cima de Siloé, só que um dos auxiliares sinalizou impedimento do atacante.

Ficha técnica

Ceará 0 x 0 Tupi-MG

Local: estádio Presidente Vargas
Data: 15/07/2015
Árbitro: Nelson Nogueira Dias (PE)
Gols:

Público pagante: 4246 pessoas

Total de público: 4674 pessoas

Renda: R$ 28.043,00

Cartões amarelos: CEA – Charles ; TUP – Glaysson, Osmar

Ceará: Luis Carlos, Buiú, Charles, Carlão e Fernandinho; João Marcos (Raul), Sandro Manoel, Uillian Correia e Roger Gaúcho (Alan); Siloé e Robinho (Arthur). Técnico: Geninho

Tupi: Glaysson; Osmar, Fabrício, Leandro Euzébio e Bruno Ré; Genalvo, Rafael Jataí (Carlos Renato), Felipe Alves e Kaio Wilker (Marco Goiano); Vinícius Kiss (Ygor)e Daniel Morais. Técnico: Leston Junior

Publicidade

Dê sua opinião

Ceará joga mal, empata com Tupi-MG e completa 11 jogos consecutivos sem vitórias

Com o time completamente reserva em campo, o Alvinegro de Porangabuçu criou poucas chances e não saiu do 0 a 0. A equipe do Vovô precisará vencer fora

Por Lucas Catrib em Ceará

15 de julho de 2015 às 21:25

Há 4 anos
O Vovô voltou a ter uma atuação fraca em campo (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

O Vovô voltou a ter uma atuação fraca em campo (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

Nada de um novo êxito. Rotina de confrontos sem vitórias há 11 jogos para o Ceará. Na noite desta quarta (15), no estádio Presidente Vargas, pela Copa do Brasil, um empate em 0 a 0 diante do Tupi-MG. As duas equipes fizeram um embate fraco tecnicamente.

O próximo duelo entre as duas agremiações será na quarta (22), às 19h30min, no estádio Municipal, em Juiz Fora. Para sair com a classificação às oitavas, necessita ter um resultado positivo.

Um time da casa com atletas diferentes do habitual. O Alvinegro de Porangabuçu, mesmo com jogadores reservas, tentou ter as principais ações ofensivas. Com Siloé aberto pela esquerda, a tentativa era de tabelas junto ao lateral Fernandinho. Buiu também foi participativo no princípio. No entanto, na primeira combinação de passes do Tupi, chegada com perigo.

Aos nove minutos, Charles derrubou Daniel Morais. O árbitro Nelson Nogueira Dias viu pênalti em cima do atacante da equipe mineira, embora o defensor do Vovô estivesse aparentemente fora da área, o que gerou reclamação por parte do Ceará. Na cobrança, o próprio Daniel mandou para fora.

Diante da possibilidade de voltar a vencer, o Time de Porangabuçu insinuou algumas jogadas de criatividade. Fernandinho combinou com Siloé uma tentativa de perigo. O lateral cruzou na cabeça do camisa 9, que mandou para o gol. Glaysson espalmou para longe.

As outras finalizações do Ceará no jogo foram com Roger Gaúcho. O meia-atacante arriscou chutes de fora da área. Entretanto, poucos perigos para o adversário, atual vice-líder do grupo B do Campeonato Brasileiro Série C. No fim, o árbitro marcou pênalti em cima de Siloé, só que um dos auxiliares sinalizou impedimento do atacante.

Ficha técnica

Ceará 0 x 0 Tupi-MG

Local: estádio Presidente Vargas
Data: 15/07/2015
Árbitro: Nelson Nogueira Dias (PE)
Gols:

Público pagante: 4246 pessoas

Total de público: 4674 pessoas

Renda: R$ 28.043,00

Cartões amarelos: CEA – Charles ; TUP – Glaysson, Osmar

Ceará: Luis Carlos, Buiú, Charles, Carlão e Fernandinho; João Marcos (Raul), Sandro Manoel, Uillian Correia e Roger Gaúcho (Alan); Siloé e Robinho (Arthur). Técnico: Geninho

Tupi: Glaysson; Osmar, Fabrício, Leandro Euzébio e Bruno Ré; Genalvo, Rafael Jataí (Carlos Renato), Felipe Alves e Kaio Wilker (Marco Goiano); Vinícius Kiss (Ygor)e Daniel Morais. Técnico: Leston Junior