Astros de Cine Holliúdy, Edmilson Filho, Haroldo Guimarães e Halder Gomes se unem no "Funk do Bode"


Astros de Cine Holliúdy, Edmilson Filho, Haroldo Guimarães e Halder Gomes se unem no “Funk do Bode”

Com produção totalmente independente, a brincadeira resultou no clipe que teve lançamento nesta manhã, na Praça do Ferreira, com o Gente na TV, do SBT

Por Ana Beatriz Leite em Humor

21 de agosto de 2015 às 10:45

Há 4 anos

“Posso dizer que a produção foi uma terapia, uma válvula de espape do processo criativo mesmo”, comenta o diretor Halder sobre o clipe do Funk do Bode

Um clipe de funk é a mais nova produção da dupla Halder Gomes e Edmilson Filho, sempre responsáveis por provocar boas risadas. O funk, escrito por Edmilson, não é um funk qualquer, mas sim, nas palavras do cearense, um funk nordestino pop, soul, forró, brega pós-moderno contemporâneo hip. Com produção totalmente independente, a brincadeira resultou no clipe que teve lançamento nesta manhã, na Praça do Ferreira, com o Gente na TV, do SBT.

“Sempre quis fazer um funk de brincadeira”, revela o ator. O Funk do Bode representa essa vontade, mas a ideia só foi surgir de um insight durante uma conversa com o cantor Dorgival Dantas, seu amigo. “Sem querer entramos nesse assunto do bode e de como todo mundo só fala no jumento e esquecemos do bode”, lembra. E o que mais cearense que o bode, com o símbolo que chega a ser folclórico do bode Ioiô? Utilizando do símbolo e fazendo uma mistura de ritmos com o funk e o forró, com os arranjos de Helron Braz, Edmilson criou a música que leva duas palavras na composição: bode e cabra.


O projeto, criado no começo do ano, ficou parado devido ao trabalho e à correria do dia-a-dia. Mas, assim que surgiu um tempo, o ator lançou a proposta do clipe para o diretor Halder Gomes, que topou na mesma hora. “A gente está fazendo um filme esse ano e tem umas burocracias que demoram e acabam nos dando uns momentos de ‘ócio’. Foi tudo em cima da hora, o Edmilson criou a coreografia um dia antes e a gente já gravou o clipe”, conta Halder Gomes, que está trabalhando em seu novo filme, “O Shaolin do Sertão”.

Para montar o elenco da produção, foram escalados Haroldo Guimarães, o advogado que viralizou na Internet com seus videos humorísticos e interpretou “Ciço” em Cine Holliúdy, e Denis Lacerda, o humorista que levou o Prêmio Multishow de Humor de 2014 para casa. Junto com o protagonista e autor da música, os cearenses vivem no clipe três amigos em processo de criação de uma música, na tentativa de pensar em algo que desafiasse os grandes compositores de nosso país. Depois de discordarem em várias ideias, é no Funk do Bode, uma música de duas palavras, que encontram aquilo que poderia ser um desafio a Belchior e outros nomes.

A cena do início do clipe, que constrói a narrativa, não foi ensaiada. Os três atores já haviam trabalhado juntos e a química garantiu a cena logo na primeira tentativa. “Gosto de trabalhar com eles, é sempre divertido”, comenta o diretor Halder sobre o elenco. Sem investimentos, a intenção da produção era justamente essa: a diversão, sem grandes pretensões. “É uma brincadeira, mas pode ser que o povo goste. Você nunca sabe o que pode gerar, né?”, explica Edmilson.

A música e o clipe estão disponíveis para download gratuito no site oficial. 

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15581015″]

Publicidade

Dê sua opinião

Astros de Cine Holliúdy, Edmilson Filho, Haroldo Guimarães e Halder Gomes se unem no “Funk do Bode”

Com produção totalmente independente, a brincadeira resultou no clipe que teve lançamento nesta manhã, na Praça do Ferreira, com o Gente na TV, do SBT

Por Ana Beatriz Leite em Humor

21 de agosto de 2015 às 10:45

Há 4 anos

“Posso dizer que a produção foi uma terapia, uma válvula de espape do processo criativo mesmo”, comenta o diretor Halder sobre o clipe do Funk do Bode

Um clipe de funk é a mais nova produção da dupla Halder Gomes e Edmilson Filho, sempre responsáveis por provocar boas risadas. O funk, escrito por Edmilson, não é um funk qualquer, mas sim, nas palavras do cearense, um funk nordestino pop, soul, forró, brega pós-moderno contemporâneo hip. Com produção totalmente independente, a brincadeira resultou no clipe que teve lançamento nesta manhã, na Praça do Ferreira, com o Gente na TV, do SBT.

“Sempre quis fazer um funk de brincadeira”, revela o ator. O Funk do Bode representa essa vontade, mas a ideia só foi surgir de um insight durante uma conversa com o cantor Dorgival Dantas, seu amigo. “Sem querer entramos nesse assunto do bode e de como todo mundo só fala no jumento e esquecemos do bode”, lembra. E o que mais cearense que o bode, com o símbolo que chega a ser folclórico do bode Ioiô? Utilizando do símbolo e fazendo uma mistura de ritmos com o funk e o forró, com os arranjos de Helron Braz, Edmilson criou a música que leva duas palavras na composição: bode e cabra.


O projeto, criado no começo do ano, ficou parado devido ao trabalho e à correria do dia-a-dia. Mas, assim que surgiu um tempo, o ator lançou a proposta do clipe para o diretor Halder Gomes, que topou na mesma hora. “A gente está fazendo um filme esse ano e tem umas burocracias que demoram e acabam nos dando uns momentos de ‘ócio’. Foi tudo em cima da hora, o Edmilson criou a coreografia um dia antes e a gente já gravou o clipe”, conta Halder Gomes, que está trabalhando em seu novo filme, “O Shaolin do Sertão”.

Para montar o elenco da produção, foram escalados Haroldo Guimarães, o advogado que viralizou na Internet com seus videos humorísticos e interpretou “Ciço” em Cine Holliúdy, e Denis Lacerda, o humorista que levou o Prêmio Multishow de Humor de 2014 para casa. Junto com o protagonista e autor da música, os cearenses vivem no clipe três amigos em processo de criação de uma música, na tentativa de pensar em algo que desafiasse os grandes compositores de nosso país. Depois de discordarem em várias ideias, é no Funk do Bode, uma música de duas palavras, que encontram aquilo que poderia ser um desafio a Belchior e outros nomes.

A cena do início do clipe, que constrói a narrativa, não foi ensaiada. Os três atores já haviam trabalhado juntos e a química garantiu a cena logo na primeira tentativa. “Gosto de trabalhar com eles, é sempre divertido”, comenta o diretor Halder sobre o elenco. Sem investimentos, a intenção da produção era justamente essa: a diversão, sem grandes pretensões. “É uma brincadeira, mas pode ser que o povo goste. Você nunca sabe o que pode gerar, né?”, explica Edmilson.

A música e o clipe estão disponíveis para download gratuito no site oficial. 

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15581015″]