Restaurante de Fortaleza cria a tapioca de hambúrguer. Conheça o "tapibúrguer"

SANDUÍCHE SAUDÁVEL

Restaurante de Fortaleza cria a tapioca de hambúrguer. Conheça o “tapibúrguer”

O tapibúrguer é uma alternativa para quem deseja saborear um hambúrguer, mas evita por conta do pão

Por Daniel Rocha em Gastronomia

25 de janeiro de 2018 às 07:15

Há 1 ano

Para Valéria, o tapibúrguer pode ser uma opção para quem não quer comer pão (Arte: Iago Monteiro/Tribuna do Ceará)

Cada vez mais os donos de restaurantes estão investindo na criatividade para agradar os clientes. Seja no atendimento, na estrutura e, principalmente, no cardápio. Em Fortaleza, é possível encontrar diversas invenções gastronômicas, como bolo de coxinha, pizza com borda de coxinha e milkshake de bacon e de pipoca. Agora, os fortalezenses têm mais uma opção de lanche inusitado: o tapibúrguer.

Segundo a empresária e responsável por essa ideia, Valéria Hortência Carvalho, o lanche é uma alternativa para quem evita saborear um hambúrguer por conta do pão, seja por ser um ingrediente calórico ou por alguma intolerância alimentar.

“As pessoas não querem engordar, então colocamos dentro da tapioca tudo o que vai em um hambúrguer tradicional”, explica. O produto é oferecido na soparia e cafeteria É Sopa, na Cidade dos Funcionários, em Fortaleza.

Apesar de ser um alimento diferente, é possível montar o seu tapibúrguer da mesma forma que monta um hambúrguer, podendo adicionar outros ingredientes. No cardápio do restaurante, por exemplo, o cliente também poderá encontrar opções já montadas, como XTapibúrguerXTapibúrguer Editions Bacon.

De acordo com Valéria, a novidade foi aprovada por alguns frequentadores da casa. “Um cliente nosso gostou muito, porque a carne não é comprada. É feita aqui (no É Sopa)”, garantiu.

A substituição é menos calórica?

Na avaliação da nutricionista Danielle Lodetti, a tapioca tem a mesma quantidade de carboidratos do que o pão utilizado para fazer o hambúrguer. Se a massa da tapioca for fina, pode ser que o lanche torne-se uma alternativa para quem opta por alimentos com baixo teor de calorias.

Danielle ressalta que a invenção gastronômica pode servir para os intolerantes ao glúten ou que tenham alguma restrição ao pão. “Se adicionar algumas fibras, como farinha de linhaça ou chia, pode tornar o lanche mais saudável, por ter uma carga glicêmica mais baixa. O organismo vai demorar mais tempo para absorver a glicose”, sugere.

Valéria explica que o tapibúrguer será acompanhado por outros ingredientes que possuem menos calorias do que os hambúrgueres tradicionais. “O queijo utilizado é o mais esbranquiçado, por ter menos gordura. A carne também é sem gordura”, indica. O restaurante funciona de segunda a sexta-feira, e aos domingos.

Publicidade

Dê sua opinião

SANDUÍCHE SAUDÁVEL

Restaurante de Fortaleza cria a tapioca de hambúrguer. Conheça o “tapibúrguer”

O tapibúrguer é uma alternativa para quem deseja saborear um hambúrguer, mas evita por conta do pão

Por Daniel Rocha em Gastronomia

25 de janeiro de 2018 às 07:15

Há 1 ano

Para Valéria, o tapibúrguer pode ser uma opção para quem não quer comer pão (Arte: Iago Monteiro/Tribuna do Ceará)

Cada vez mais os donos de restaurantes estão investindo na criatividade para agradar os clientes. Seja no atendimento, na estrutura e, principalmente, no cardápio. Em Fortaleza, é possível encontrar diversas invenções gastronômicas, como bolo de coxinha, pizza com borda de coxinha e milkshake de bacon e de pipoca. Agora, os fortalezenses têm mais uma opção de lanche inusitado: o tapibúrguer.

Segundo a empresária e responsável por essa ideia, Valéria Hortência Carvalho, o lanche é uma alternativa para quem evita saborear um hambúrguer por conta do pão, seja por ser um ingrediente calórico ou por alguma intolerância alimentar.

“As pessoas não querem engordar, então colocamos dentro da tapioca tudo o que vai em um hambúrguer tradicional”, explica. O produto é oferecido na soparia e cafeteria É Sopa, na Cidade dos Funcionários, em Fortaleza.

Apesar de ser um alimento diferente, é possível montar o seu tapibúrguer da mesma forma que monta um hambúrguer, podendo adicionar outros ingredientes. No cardápio do restaurante, por exemplo, o cliente também poderá encontrar opções já montadas, como XTapibúrguerXTapibúrguer Editions Bacon.

De acordo com Valéria, a novidade foi aprovada por alguns frequentadores da casa. “Um cliente nosso gostou muito, porque a carne não é comprada. É feita aqui (no É Sopa)”, garantiu.

A substituição é menos calórica?

Na avaliação da nutricionista Danielle Lodetti, a tapioca tem a mesma quantidade de carboidratos do que o pão utilizado para fazer o hambúrguer. Se a massa da tapioca for fina, pode ser que o lanche torne-se uma alternativa para quem opta por alimentos com baixo teor de calorias.

Danielle ressalta que a invenção gastronômica pode servir para os intolerantes ao glúten ou que tenham alguma restrição ao pão. “Se adicionar algumas fibras, como farinha de linhaça ou chia, pode tornar o lanche mais saudável, por ter uma carga glicêmica mais baixa. O organismo vai demorar mais tempo para absorver a glicose”, sugere.

Valéria explica que o tapibúrguer será acompanhado por outros ingredientes que possuem menos calorias do que os hambúrgueres tradicionais. “O queijo utilizado é o mais esbranquiçado, por ter menos gordura. A carne também é sem gordura”, indica. O restaurante funciona de segunda a sexta-feira, e aos domingos.