Festival internacional de arte urbana pede doações de muros para intervenção artística em Fortaleza


Festival internacional de arte urbana pede doações de muros para intervenção artística em Fortaleza

O Festival Concreto acontece entre 6 e 28 de novembro em Fortaleza, Sobral e região do Cariri. O critério para a seleção dos muros doados é a localização e visibilidade

Por Ana Beatriz Leite em Cultura

27 de outubro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Os muros do Porto Iracema das Artes receberam intervenções artísticas na 1ª edição do Festival Concreto, em 2013. A arte é do artista maranhense Naldo (FOTO: 1Bando)

Os muros do Porto Iracema das Artes receberam intervenções artísticas na 1ª edição do Festival Concreto, em 2013. A arte é do artista maranhense Naldo (FOTO: 1Bando)

Em 2013 Fortaleza sediou o 1º Festival Internacional de Arte Urbana do Nordeste, o Festival Concreto. As cores e os traços deixados por artistas de todo o mundo já são parte do cotidiano dos fortalezenses e, dois anos depois, a cidade se prepara para receber mais uma edição. Desta vez não só a capital cearense será transformada em um “museu a céu aberto”, mas também Sobral e a região do Cariri, entre 6 e 28 de novembro.

Para deixar sua marca pelas ruas, o 2º Festival Concreto precisa de paredes livres para receberem as intervenções dos 40 artistas selecionados, entre eles 20 cearenses, 10 nacionais e 10 internacionais. Por isso, abriu ao público a doação de muros em vias públicas de Fortaleza, com o único critério de estarem em local de visibilidade.


“A arte urbana cada vez mais está sendo comprovada como importante para a cidade. A arte sensibiliza a população, cria a sinergia, o gostar do local, a possibilidade de estar conectado com a cidade e deixa o espaço urbano acessível para que as pessoas se apropriem. Sua importância é fundamental para uma vida com menos violência, mais amor, mais percepção do outro. Além da linha politizada, de estar ali confrontando, a arte urbana tem também a questão poética, não só de reclame mas também de sensibilidade”, pontua Natercio Grud, organizador do festival.

O objetivo é contemplar as seis regionais da capital com intervenções artísticas e, por enquanto, a ocupação em cinco já foi viabilizada. As doações ainda estão abertas, mas a organização do festival alerta que nem todos os muros poderão ser utilizados ainda nesta edição. As propostas são recebidas através do e-mail oficial e o único critério de seleção é a visibilidade, dando prioridade para paredes em locais movimentados da cidade. Como o Concreto trabalha com ações continuadas, que não se resumem apenas às datas oficiais do evento, a saída que está sendo pensada pela organização é a criação de uma relação de muros disponíveis na cidade, que seria disponibilizada para artistas de rua e a população em geral.

“A gente recebeu muita doação de muros e continua recebendo. Como vimos que não vai ser capaz de atender a todos esses muros, despertou uma outra ideia, de que seja uma coisa que de mês em mês a gente fique renovando. De criar um circuito que mostre esses muros doados, com os endereços e o contato do dono”, explica Natercio. Nas artes feitas nos muros disponibilizados através da campanha, estes espaços serão identificados como provenientes de doação para que a população tenha o feedback de todo o processo e possa se inspirar a, de repente, doar uma parede também.

Os interessados devem enviar um e-mail para festivalconcreto@gmail.com com o assunto “Doe Uma Parede”. O texto deve conter informações sobre o tipo de estabelecimento e o endereço do local, além de contatos do proprietário.

Serviço
6 a 28 de novembro – Fortaleza, Sobral e Cariri
Facebook: Festival Concreto – Festival Internacional de Arte Urbana

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
1/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 20 artistas cearenses. Felipe Yarzon – Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
2/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 20 artistas cearenses. Nódoa – Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
3/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Luca Ledda – Itália (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
4/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Feoflip – Canárias (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
5/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Bisser – Bélgica (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
6/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas nacionais. Hudson Melo – Piauí (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
7/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Spidertag – Espanha (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
8/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas nacionais. 8-bitch Project – Rio de Janeiro (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
9/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas nacionais. Desejos Urbanos – São Paulo (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
10/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Marisol D’Estrabeau – México (FOTO: Reprodução/Facebook)

Publicidade

Dê sua opinião

Festival internacional de arte urbana pede doações de muros para intervenção artística em Fortaleza

O Festival Concreto acontece entre 6 e 28 de novembro em Fortaleza, Sobral e região do Cariri. O critério para a seleção dos muros doados é a localização e visibilidade

Por Ana Beatriz Leite em Cultura

27 de outubro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Os muros do Porto Iracema das Artes receberam intervenções artísticas na 1ª edição do Festival Concreto, em 2013. A arte é do artista maranhense Naldo (FOTO: 1Bando)

Os muros do Porto Iracema das Artes receberam intervenções artísticas na 1ª edição do Festival Concreto, em 2013. A arte é do artista maranhense Naldo (FOTO: 1Bando)

Em 2013 Fortaleza sediou o 1º Festival Internacional de Arte Urbana do Nordeste, o Festival Concreto. As cores e os traços deixados por artistas de todo o mundo já são parte do cotidiano dos fortalezenses e, dois anos depois, a cidade se prepara para receber mais uma edição. Desta vez não só a capital cearense será transformada em um “museu a céu aberto”, mas também Sobral e a região do Cariri, entre 6 e 28 de novembro.

Para deixar sua marca pelas ruas, o 2º Festival Concreto precisa de paredes livres para receberem as intervenções dos 40 artistas selecionados, entre eles 20 cearenses, 10 nacionais e 10 internacionais. Por isso, abriu ao público a doação de muros em vias públicas de Fortaleza, com o único critério de estarem em local de visibilidade.


“A arte urbana cada vez mais está sendo comprovada como importante para a cidade. A arte sensibiliza a população, cria a sinergia, o gostar do local, a possibilidade de estar conectado com a cidade e deixa o espaço urbano acessível para que as pessoas se apropriem. Sua importância é fundamental para uma vida com menos violência, mais amor, mais percepção do outro. Além da linha politizada, de estar ali confrontando, a arte urbana tem também a questão poética, não só de reclame mas também de sensibilidade”, pontua Natercio Grud, organizador do festival.

O objetivo é contemplar as seis regionais da capital com intervenções artísticas e, por enquanto, a ocupação em cinco já foi viabilizada. As doações ainda estão abertas, mas a organização do festival alerta que nem todos os muros poderão ser utilizados ainda nesta edição. As propostas são recebidas através do e-mail oficial e o único critério de seleção é a visibilidade, dando prioridade para paredes em locais movimentados da cidade. Como o Concreto trabalha com ações continuadas, que não se resumem apenas às datas oficiais do evento, a saída que está sendo pensada pela organização é a criação de uma relação de muros disponíveis na cidade, que seria disponibilizada para artistas de rua e a população em geral.

“A gente recebeu muita doação de muros e continua recebendo. Como vimos que não vai ser capaz de atender a todos esses muros, despertou uma outra ideia, de que seja uma coisa que de mês em mês a gente fique renovando. De criar um circuito que mostre esses muros doados, com os endereços e o contato do dono”, explica Natercio. Nas artes feitas nos muros disponibilizados através da campanha, estes espaços serão identificados como provenientes de doação para que a população tenha o feedback de todo o processo e possa se inspirar a, de repente, doar uma parede também.

Os interessados devem enviar um e-mail para festivalconcreto@gmail.com com o assunto “Doe Uma Parede”. O texto deve conter informações sobre o tipo de estabelecimento e o endereço do local, além de contatos do proprietário.

Serviço
6 a 28 de novembro – Fortaleza, Sobral e Cariri
Facebook: Festival Concreto – Festival Internacional de Arte Urbana

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
1/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas nacionais. Desejos Urbanos – São Paulo (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
2/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Feoflip – Canárias (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
3/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas nacionais. 8-bitch Project – Rio de Janeiro (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
4/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 20 artistas cearenses. Felipe Yarzon – Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
5/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Bisser – Bélgica (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
6/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 20 artistas cearenses. Nódoa – Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
7/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Marisol D’Estrabeau – México (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
8/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Luca Ledda – Itália (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
9/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas internacionais. Spidertag – Espanha (FOTO: Reprodução/Facebook)

2º FESTIVAL CONCRETO - FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA
10/10

2º FESTIVAL CONCRETO – FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTE URBANA

Serão 10 artistas nacionais. Hudson Melo – Piauí (FOTO: Reprodução/Facebook)