Criolo diz ter ficado emocionado em visita à escola ocupada por estudantes

CANTOR

Criolo diz ter ficado emocionado em visita à escola ocupada por estudantes

O cantor esteve na capital para receber título de cidadania fortalezense e apresentar sua nova turnê

Por Jéssica Welma em Cultura

24 de maio de 2016 às 11:08

Há 3 anos
criolo-caic

Criolo visitou a primeira escola a ser ocupada no Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook Criolo)

O cantor Criolo tem se tornado um dos ícones dos movimentos de ocupação das escolas secundaristas no Brasil. Desde o anúncio de sua agenda em Fortaleza, diversos estudantes das escolas ocupadas iniciaram campanha pedindo a visita do rapper. Agora cidadão fortalezense, Criolo falou ao Tribuna do Ceará sobre sua relação com a cultura e a educação.

“Cresci num ambiente de muita luta por melhorias, isso sendo puxado por minha mãe, que sempre acreditou que educação e cultura são os melhores caminhos. Um tanto disso e um tanto da força do Hip Hop, que sempre acolhe a todos. Sempre que possível, seria bom se todos pudessem, é claro cada um à sua forma, passar uma boa energia aos professores e aos jovens que estão cuidando de suas escolas”, pontuou.

Criolo esteve em Fortaleza na semana passada para receber o título de cidadania fortalezense, concedido pela Câmara Municipal de Fortaleza. A cerimônia aconteceu no anfiteatro do Cuca Jangurussu. Na ocasião, também foram arrecadados alimentos para os estudantes que ocupam mais de 50 escolas no Ceará.

Na quarta-feira (18), Criolo visitou a ocupação dos alunos do Centro de Atenção Integrada à Criança e ao Adolescente (Caic) Maria Alves Carioca, no Bairro Bom Jardim.

“Cheguei no Caic do Bom Jardim e encontrei jovens que estavam cuidando com muito carinho de sua escola. Foi muito emocionante ver o cuidado com cada coisa. Eles falaram que só querem uma escola melhor e que isso vai ser muito bom para todo o bairro. Crianças cuidando de sua escola. Cantaram uma canção, declamaram poesia e mostraram o jardim da escola com muito orgulho. Realmente foi tocante sentir o carinho deles pela escola”, disse o rapper.

> Bolacha com suco? Relatório aponta que Governo investiu abaixo do mínimo na merenda escolar

Cidadania

Criolo é filho de cearenses e bisneto de escravizados trazidos para o Ceará. A proposta de conceder o título de cidadão fortalezense foi do vereador João Alfredo (Psol) que pontuou que o cantor, por diversas ocasiões, afirmou a identidade com a terra alencarina: “Muita gente me pergunta se sou árabe ou turco. Eu digo: – Olha, eu sou cearense. Falo isso com a mesma delícia que se falasse que venho das mil e uma noites“; “É que eu sou filho de cearense / A caatinga castiga e meu povo tem sangue quente / Naufragar, seguir pela estrela do norte / Nas bença de Padim Ciço, às letra de Edi Rock”.

No sábado (20), o cantor fez show na barraca Biruta para lançar sua nova turnê.

Publicidade

Dê sua opinião

CANTOR

Criolo diz ter ficado emocionado em visita à escola ocupada por estudantes

O cantor esteve na capital para receber título de cidadania fortalezense e apresentar sua nova turnê

Por Jéssica Welma em Cultura

24 de maio de 2016 às 11:08

Há 3 anos
criolo-caic

Criolo visitou a primeira escola a ser ocupada no Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook Criolo)

O cantor Criolo tem se tornado um dos ícones dos movimentos de ocupação das escolas secundaristas no Brasil. Desde o anúncio de sua agenda em Fortaleza, diversos estudantes das escolas ocupadas iniciaram campanha pedindo a visita do rapper. Agora cidadão fortalezense, Criolo falou ao Tribuna do Ceará sobre sua relação com a cultura e a educação.

“Cresci num ambiente de muita luta por melhorias, isso sendo puxado por minha mãe, que sempre acreditou que educação e cultura são os melhores caminhos. Um tanto disso e um tanto da força do Hip Hop, que sempre acolhe a todos. Sempre que possível, seria bom se todos pudessem, é claro cada um à sua forma, passar uma boa energia aos professores e aos jovens que estão cuidando de suas escolas”, pontuou.

Criolo esteve em Fortaleza na semana passada para receber o título de cidadania fortalezense, concedido pela Câmara Municipal de Fortaleza. A cerimônia aconteceu no anfiteatro do Cuca Jangurussu. Na ocasião, também foram arrecadados alimentos para os estudantes que ocupam mais de 50 escolas no Ceará.

Na quarta-feira (18), Criolo visitou a ocupação dos alunos do Centro de Atenção Integrada à Criança e ao Adolescente (Caic) Maria Alves Carioca, no Bairro Bom Jardim.

“Cheguei no Caic do Bom Jardim e encontrei jovens que estavam cuidando com muito carinho de sua escola. Foi muito emocionante ver o cuidado com cada coisa. Eles falaram que só querem uma escola melhor e que isso vai ser muito bom para todo o bairro. Crianças cuidando de sua escola. Cantaram uma canção, declamaram poesia e mostraram o jardim da escola com muito orgulho. Realmente foi tocante sentir o carinho deles pela escola”, disse o rapper.

> Bolacha com suco? Relatório aponta que Governo investiu abaixo do mínimo na merenda escolar

Cidadania

Criolo é filho de cearenses e bisneto de escravizados trazidos para o Ceará. A proposta de conceder o título de cidadão fortalezense foi do vereador João Alfredo (Psol) que pontuou que o cantor, por diversas ocasiões, afirmou a identidade com a terra alencarina: “Muita gente me pergunta se sou árabe ou turco. Eu digo: – Olha, eu sou cearense. Falo isso com a mesma delícia que se falasse que venho das mil e uma noites“; “É que eu sou filho de cearense / A caatinga castiga e meu povo tem sangue quente / Naufragar, seguir pela estrela do norte / Nas bença de Padim Ciço, às letra de Edi Rock”.

No sábado (20), o cantor fez show na barraca Biruta para lançar sua nova turnê.