30 artistas concluem murais de graffiti no Centro de Fortaleza


30 artistas concluem murais de graffiti no Centro de Fortaleza

Cerca de 300 metros de muros grafitados serão entregues no sábado (26), durante o encerramento da II Semana do Graffiti, realizado pela Prefeitura de Fortaleza

Por Tribuna do Ceará em Cultura

25 de setembro de 2015 às 17:50

Há 4 anos
/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/5/2015/09/foto raquel santos

O artista Thyago Cabral prepara o seu mural (Foto: Raquel Santos)

O Centro de Fortaleza tem ganhado novas cores e desenhos nos últimos dias. Mais de 30 artistas transformaram cerca de 300 metros de uma quadra do Centro em uma galeria de arte a céu aberto na II Semana do Graffiti de Fortaleza, evento promovido pela Coordenadoria de Juventude. Neste sábado (26), às 14h, os artistas apresentarão os murais finalizados. O encerramento da II Semana do Graffiti será em frente ao “paredão” grafitado na Av. Duque de Caxias e contará com apresentações culturais e de coletivos da cidade.

Os trabalhos nos muros têm atraído os olhares de quem passa pelas ruas Clarindo de Queiroz, Assunção e Solon Pinheiro e pela Avenida Duque de Caxias. Moradora do Centro há mais de 20 anos, Rosângela diz ter ficado impressionada com a mudança na paisagem do caminho que passa todos os dias.

“Eu sempre me assustei olhando essas paredes. Eu sentia falta de passar nesse quarteirão e ter algo mais belo. Nesses dias, encontrei jovens pintando e achei uma coisa maravilhosa. A Prefeitura está de parabéns pela iniciativa. Agora, eu vou andar nessas calçadas contemplando porque é uma obra belíssima, é arte.”

Entre os artistas que assinam os murais, estão Narcélio Grud – curador do evento -, Nick Alive, Bigod O Sapo, Marquinhos Abud, Leo BDS, Solrac, Rafael Limaverde, Felipe Yarzon, Gabriel Qroz e Thyago Cabral. Para o secretário de Juventude de Fortaleza, Julio Brizzi, a Semana do Graffiti aproxima e fortalece os trabalhos desses artistas e a relação das juventudes com a cidade e com a arte urbana. “Queremos mostrar que, por meio da arte, podemos ter uma cidade mais bonita, mais agradável e participativa”, destacou Julio Brizzi.

Oficinas
Além da pintura do grande mural de graffiti, a II Semana de Graffiti de Fortaleza promove até o dia 25 de setembro oficinas para jovens de 15 a 29 anos na Vila das Artes. Os participantes puderam saber mais das técnicas e dos diferentes estilos de artistas de outros estados, como Bigod O Sapo, de Salvador, e Nick Alive, de São Paulo.

“O graffiti do Brasil se tornou a ‘menina dos olhos’ do mundo. Somos diferentes dos outros países, temos várias vertentes, estilos, damos identidade para os nossos trabalhos”, destacou o baiano Bigod, conhecido pelos sapos que pinta pelos muros. Nick Alive também contou aos jovens sobre a sua trajetória. “Graffiti para mim é meu trabalho, é minha vida. Minha inspiração é a rua, o momento. Tenho um trabalho visceral e vou jogando no muro”, conta.

Programação:

Encerramento da II Semana do Graffiti de Fortaleza:
Sábado (26), das 14h às 17h;
14 às 14h30 – Discotecagem com Coletivo +Mais
14h30 às 15h – Falas dos artistas e autoridades
15h às 16h – Apresentação de grupo de dança da Rede Cuca
16h às 17h – Discotecagem com Coletivo +Mais
Local: Avenida Duque de Caxias (próximo à Praça do Coração de Jesus)

Foto: André Martins/PMF
1/6

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF
2/6

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF
3/6

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF

Foto I: Raquel Santos e Foto II: Pedro Alves
4/6

Foto I: Raquel Santos e Foto II: Pedro Alves

Foto I: Raquel Santos e Foto II: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves
5/6

Foto: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves
6/6

Foto: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves

Publicidade

Dê sua opinião

30 artistas concluem murais de graffiti no Centro de Fortaleza

Cerca de 300 metros de muros grafitados serão entregues no sábado (26), durante o encerramento da II Semana do Graffiti, realizado pela Prefeitura de Fortaleza

Por Tribuna do Ceará em Cultura

25 de setembro de 2015 às 17:50

Há 4 anos
/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/5/2015/09/foto raquel santos

O artista Thyago Cabral prepara o seu mural (Foto: Raquel Santos)

O Centro de Fortaleza tem ganhado novas cores e desenhos nos últimos dias. Mais de 30 artistas transformaram cerca de 300 metros de uma quadra do Centro em uma galeria de arte a céu aberto na II Semana do Graffiti de Fortaleza, evento promovido pela Coordenadoria de Juventude. Neste sábado (26), às 14h, os artistas apresentarão os murais finalizados. O encerramento da II Semana do Graffiti será em frente ao “paredão” grafitado na Av. Duque de Caxias e contará com apresentações culturais e de coletivos da cidade.

Os trabalhos nos muros têm atraído os olhares de quem passa pelas ruas Clarindo de Queiroz, Assunção e Solon Pinheiro e pela Avenida Duque de Caxias. Moradora do Centro há mais de 20 anos, Rosângela diz ter ficado impressionada com a mudança na paisagem do caminho que passa todos os dias.

“Eu sempre me assustei olhando essas paredes. Eu sentia falta de passar nesse quarteirão e ter algo mais belo. Nesses dias, encontrei jovens pintando e achei uma coisa maravilhosa. A Prefeitura está de parabéns pela iniciativa. Agora, eu vou andar nessas calçadas contemplando porque é uma obra belíssima, é arte.”

Entre os artistas que assinam os murais, estão Narcélio Grud – curador do evento -, Nick Alive, Bigod O Sapo, Marquinhos Abud, Leo BDS, Solrac, Rafael Limaverde, Felipe Yarzon, Gabriel Qroz e Thyago Cabral. Para o secretário de Juventude de Fortaleza, Julio Brizzi, a Semana do Graffiti aproxima e fortalece os trabalhos desses artistas e a relação das juventudes com a cidade e com a arte urbana. “Queremos mostrar que, por meio da arte, podemos ter uma cidade mais bonita, mais agradável e participativa”, destacou Julio Brizzi.

Oficinas
Além da pintura do grande mural de graffiti, a II Semana de Graffiti de Fortaleza promove até o dia 25 de setembro oficinas para jovens de 15 a 29 anos na Vila das Artes. Os participantes puderam saber mais das técnicas e dos diferentes estilos de artistas de outros estados, como Bigod O Sapo, de Salvador, e Nick Alive, de São Paulo.

“O graffiti do Brasil se tornou a ‘menina dos olhos’ do mundo. Somos diferentes dos outros países, temos várias vertentes, estilos, damos identidade para os nossos trabalhos”, destacou o baiano Bigod, conhecido pelos sapos que pinta pelos muros. Nick Alive também contou aos jovens sobre a sua trajetória. “Graffiti para mim é meu trabalho, é minha vida. Minha inspiração é a rua, o momento. Tenho um trabalho visceral e vou jogando no muro”, conta.

Programação:

Encerramento da II Semana do Graffiti de Fortaleza:
Sábado (26), das 14h às 17h;
14 às 14h30 – Discotecagem com Coletivo +Mais
14h30 às 15h – Falas dos artistas e autoridades
15h às 16h – Apresentação de grupo de dança da Rede Cuca
16h às 17h – Discotecagem com Coletivo +Mais
Local: Avenida Duque de Caxias (próximo à Praça do Coração de Jesus)

Foto: André Martins/PMF
1/6

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF
2/6

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF
3/6

Foto: André Martins/PMF

Foto: André Martins/PMF

Foto I: Raquel Santos e Foto II: Pedro Alves
4/6

Foto I: Raquel Santos e Foto II: Pedro Alves

Foto I: Raquel Santos e Foto II: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves
5/6

Foto: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves
6/6

Foto: Pedro Alves

Foto: Pedro Alves