Cearense conquista nova-iorquinos com venda de brigadeiros nos Estados Unidos


Cearense conquista nova-iorquinos com venda de brigadeiros nos Estados Unidos

Além dos sabores tradicionais, empresária investe nos exóticos como caipirinha, creme brulee e pistache

Por Wolney Batista em Comportamento

6 de março de 2015 às 11:00

Há 4 anos
Jullie mora em Nova York há um mês (FOTO: Arquivo Pessoal)

Jullie mora em Nova York há um mês (FOTO: Arquivo Pessoal)

Uma cearense atravessou a América para levar aos gringos um gosto tipicamente brasileiro: o brigadeiro. Juliana Miranda, conhecida por Jullie, montou um negócio há cerca de um mês em Nova York, cidade que escolheu para morar, e já começa a render os frutos do investimento. “A aceitação dos americanos é sensacional. Eles gostam de provar novidade, e a reação deles quando experimentam pela primeira vez é muito boa”, diverte-se. “Eles nunca imaginam que um negocinho tão pequeno tenha um gosto tão marcante”.

Jullie é formada em publicidade e há cinco anos tem um blog de moda e viagem. A virada para o mundo da gastronomia exigiu um conhecimento além do “brigadeiro de panela”, segundo ela. “Depois que eu despertei esse interesse fui aprimorando receitas, de vários tipos até chegar na minha própria receita, e a família sempre foi cobaia para experimentar minhas invenções.

A ideia de empreender na terra do Tio Sam começou ainda em Fortaleza, no começo do ano passado, mas ela conta que o intuito sempre foi voltado para a cidade norte-americana.

BiGadeiros NYC
1/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
2/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
3/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
4/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
5/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

São 16 diferentes tipos de sabores do doce, desde os tradicionais chocolate belga até os mais exóticos como de caipirinha, de creme brulee e de pistache. As vendas são feitas por encomenda e delivery, mas a cearense revela que já se prepara para comercializar o  produto em outros estados norte-americanos.

“É tudo muito novo ainda, então por enquanto sou eu tocando o barco sozinha. Mas em breve vou contratar alguém para me ajudar, porque já tá ficando complicado”.

Para quem sonha em ser empresário no hemisfério norte do continente, Jullie orienta e encoraja contra o medo do dólar. “Acho que hoje em dia é caro em qualquer lugar do mundo, você só tem que se preparar e estudar direitinho as regras e legislações de onde você estiver que dá certo”. 

Serviço
BiGadeiros NYC – Facebook

Publicidade

Dê sua opinião

Cearense conquista nova-iorquinos com venda de brigadeiros nos Estados Unidos

Além dos sabores tradicionais, empresária investe nos exóticos como caipirinha, creme brulee e pistache

Por Wolney Batista em Comportamento

6 de março de 2015 às 11:00

Há 4 anos
Jullie mora em Nova York há um mês (FOTO: Arquivo Pessoal)

Jullie mora em Nova York há um mês (FOTO: Arquivo Pessoal)

Uma cearense atravessou a América para levar aos gringos um gosto tipicamente brasileiro: o brigadeiro. Juliana Miranda, conhecida por Jullie, montou um negócio há cerca de um mês em Nova York, cidade que escolheu para morar, e já começa a render os frutos do investimento. “A aceitação dos americanos é sensacional. Eles gostam de provar novidade, e a reação deles quando experimentam pela primeira vez é muito boa”, diverte-se. “Eles nunca imaginam que um negocinho tão pequeno tenha um gosto tão marcante”.

Jullie é formada em publicidade e há cinco anos tem um blog de moda e viagem. A virada para o mundo da gastronomia exigiu um conhecimento além do “brigadeiro de panela”, segundo ela. “Depois que eu despertei esse interesse fui aprimorando receitas, de vários tipos até chegar na minha própria receita, e a família sempre foi cobaia para experimentar minhas invenções.

A ideia de empreender na terra do Tio Sam começou ainda em Fortaleza, no começo do ano passado, mas ela conta que o intuito sempre foi voltado para a cidade norte-americana.

BiGadeiros NYC
1/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
2/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
3/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
4/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC
5/5

BiGadeiros NYC

BiGadeiros NYC

São 16 diferentes tipos de sabores do doce, desde os tradicionais chocolate belga até os mais exóticos como de caipirinha, de creme brulee e de pistache. As vendas são feitas por encomenda e delivery, mas a cearense revela que já se prepara para comercializar o  produto em outros estados norte-americanos.

“É tudo muito novo ainda, então por enquanto sou eu tocando o barco sozinha. Mas em breve vou contratar alguém para me ajudar, porque já tá ficando complicado”.

Para quem sonha em ser empresário no hemisfério norte do continente, Jullie orienta e encoraja contra o medo do dólar. “Acho que hoje em dia é caro em qualquer lugar do mundo, você só tem que se preparar e estudar direitinho as regras e legislações de onde você estiver que dá certo”. 

Serviço
BiGadeiros NYC – Facebook