Relembre as polêmicas da Miss Brasil - top 15 no Miss Universo


Relembre as polêmicas da Miss Brasil que garantiu o top 15 no Miss Universo

Melissa Gurgel foi vítima de preconceito desde a coroação; representante brasileira é cearense e ganhou destaque na competição internacional

Por Wolney Batista em Celebridades

26 de janeiro de 2015 às 14:00

Há 4 anos
Melissa foi desclassificada após desfile de biquíni (FOTO: Divulgação)

Melissa foi desclassificada após desfile de biquíni (FOTO: Divulgação)

A ansiedade e o “disse me disse” do povo brasileiro sobre o desempenho na disputa internacional da Miss Brasil 2014 Melissa Gurgel chegou ao fim na noite do último domingo (25), durante a cerimônia do Miss Universo, em Doral/Miami, nos Estados Unidos.

A moça cativou um espaço entre o corpo de jurados durante a última semana, responsável pela primeira etapa do concurso a nível mundial: escolher 15 dentre 88 belas candidatas. Melissa não seguiu para o top 10 depois do desfile de biquíni, momento tido como um trunfo para a brasileira, e viu a desejada coroa ficar com a colega colombiana Paulina Vega.

“O coração amanheceu batendo mais forte. Ao acordar lembrei de toda a minha a trajetória e decidi compartilhar imagens desses momentos com vocês: Miss Maracanaú, Miss Ceará, Miss Brasil e como Miss Brasil no Miss Universo. Hoje finalizo mais um ciclo acreditando do fundo do meu coração que outro virá”, publicou Melissa no Instagram horas antes do evento. “Hoje, no palco do Miss Universo, irei entrar com bastante garra e amor. Amo ser Miss não pelo glamour que ele certamente proporciona, mas pelo que ele representa”, completou.

Polêmicas

A trajetória de Melissa rumo ao Miss Universo começou em uma cidade na Região Metropolitana de Fortaleza, quando foi eleita Miss Maracanaú. O gingado e a simpatia da bela se destacou no passo seguinte da competição, o concurso Miss Ceará, que terminou com a morena de 1,68m vestindo a faixa estadual. A altura, que passou despercebida até então, seria a pedra de Melissa no Miss Brasil. Mal começou o reinado como a mais bela do país e a cearense foi alvo de críticas.

Os quase 20 centímetros a menos do que a 2ª colocada, a Miss São Paulo, foram suficientes para despertar uma onda de questionamentos na internet. “É mais importante ter atitude, desenvoltura, beleza e carisma”, rebateu Melissa, citando Olivia Culpo, eleita Miss Universo em 2012 com 1,57 de altura.

Logo a polêmica sobre a estatura seria substituída pelo preconceito contra nordestinos. “As pessoas que falam isso devem parar e pensar. Olhem para trás, olhem a nossa [do Nordeste] representação na história do nosso país e veja o quanto a gente foi fundamental para o crescimento que o Brasil tem hoje”, aconselhou Melissa na época. “Conheçam a gente, nossa cultura, nossas características, que é de sermos hospitaleiros e amáveis com todo mundo”, completou.

A vida íntima de Melissa também ganhou destaque após ela declarar que faz parte de uma religião que prega a castidade até o casamento. “Sou virgem, fiz o Atitude 434 quando tinha 12 anos, e acredito que isso seja uma escolha muito pessoal. Por acreditar em Deus e nos princípios bíblicos, mas trata-se de um sentimento maior que existe dentro de mim. Estou bem assim”, revelou em entrevista ao Zero Hora. Ela disse ainda que só pretende fazer sexo após casar com o homem com quem pretende passar o resto de sua vida.

Na última semana, um jornalista de celebridades colocou em xeque a eleição do Miss Universo caso Melissa fosse a escolhida. Léo Dias divulgou que, segundo suas fontes, membros do Governo do Ceará estariam nos EUA em negociação com a organização do concurso para a coroa ser da brasileira. Em troca, o Estado se comprometia a sedear e custear todos os gastos do certame na próxima edição.

Publicidade

Dê sua opinião

Relembre as polêmicas da Miss Brasil que garantiu o top 15 no Miss Universo

Melissa Gurgel foi vítima de preconceito desde a coroação; representante brasileira é cearense e ganhou destaque na competição internacional

Por Wolney Batista em Celebridades

26 de janeiro de 2015 às 14:00

Há 4 anos
Melissa foi desclassificada após desfile de biquíni (FOTO: Divulgação)

Melissa foi desclassificada após desfile de biquíni (FOTO: Divulgação)

A ansiedade e o “disse me disse” do povo brasileiro sobre o desempenho na disputa internacional da Miss Brasil 2014 Melissa Gurgel chegou ao fim na noite do último domingo (25), durante a cerimônia do Miss Universo, em Doral/Miami, nos Estados Unidos.

A moça cativou um espaço entre o corpo de jurados durante a última semana, responsável pela primeira etapa do concurso a nível mundial: escolher 15 dentre 88 belas candidatas. Melissa não seguiu para o top 10 depois do desfile de biquíni, momento tido como um trunfo para a brasileira, e viu a desejada coroa ficar com a colega colombiana Paulina Vega.

“O coração amanheceu batendo mais forte. Ao acordar lembrei de toda a minha a trajetória e decidi compartilhar imagens desses momentos com vocês: Miss Maracanaú, Miss Ceará, Miss Brasil e como Miss Brasil no Miss Universo. Hoje finalizo mais um ciclo acreditando do fundo do meu coração que outro virá”, publicou Melissa no Instagram horas antes do evento. “Hoje, no palco do Miss Universo, irei entrar com bastante garra e amor. Amo ser Miss não pelo glamour que ele certamente proporciona, mas pelo que ele representa”, completou.

Polêmicas

A trajetória de Melissa rumo ao Miss Universo começou em uma cidade na Região Metropolitana de Fortaleza, quando foi eleita Miss Maracanaú. O gingado e a simpatia da bela se destacou no passo seguinte da competição, o concurso Miss Ceará, que terminou com a morena de 1,68m vestindo a faixa estadual. A altura, que passou despercebida até então, seria a pedra de Melissa no Miss Brasil. Mal começou o reinado como a mais bela do país e a cearense foi alvo de críticas.

Os quase 20 centímetros a menos do que a 2ª colocada, a Miss São Paulo, foram suficientes para despertar uma onda de questionamentos na internet. “É mais importante ter atitude, desenvoltura, beleza e carisma”, rebateu Melissa, citando Olivia Culpo, eleita Miss Universo em 2012 com 1,57 de altura.

Logo a polêmica sobre a estatura seria substituída pelo preconceito contra nordestinos. “As pessoas que falam isso devem parar e pensar. Olhem para trás, olhem a nossa [do Nordeste] representação na história do nosso país e veja o quanto a gente foi fundamental para o crescimento que o Brasil tem hoje”, aconselhou Melissa na época. “Conheçam a gente, nossa cultura, nossas características, que é de sermos hospitaleiros e amáveis com todo mundo”, completou.

A vida íntima de Melissa também ganhou destaque após ela declarar que faz parte de uma religião que prega a castidade até o casamento. “Sou virgem, fiz o Atitude 434 quando tinha 12 anos, e acredito que isso seja uma escolha muito pessoal. Por acreditar em Deus e nos princípios bíblicos, mas trata-se de um sentimento maior que existe dentro de mim. Estou bem assim”, revelou em entrevista ao Zero Hora. Ela disse ainda que só pretende fazer sexo após casar com o homem com quem pretende passar o resto de sua vida.

Na última semana, um jornalista de celebridades colocou em xeque a eleição do Miss Universo caso Melissa fosse a escolhida. Léo Dias divulgou que, segundo suas fontes, membros do Governo do Ceará estariam nos EUA em negociação com a organização do concurso para a coroa ser da brasileira. Em troca, o Estado se comprometia a sedear e custear todos os gastos do certame na próxima edição.