Confira 7 dicas para a saúde dos idosos que vão cair na folia durante o Carnaval


Confira 7 dicas para a saúde dos idosos que vão cair na folia durante o Carnaval

A melhor idade deve cair na folia sempre atentando para cuidados que vão garantir saúde e tranquilidade durante o Carnaval

Por Juliana Teófilo em Carnaval

7 de fevereiro de 2016 às 06:00

Há 3 anos

O carnaval é um evento democrático, e é fácil encontrar pessoas de todas as idades curtindo as festa. Mas cada idade precisa de alguns cuidados especiais para aproveitar a folia com saúde e segurança, e com os idosos não é diferente. É o que explica o enfermeiro geriátrico André Santos da Silva.

“Apesar de o momento ser de alegria e curtição, são necessários alguns cuidados básicos, ou seja, nada de sair para os bailes sem tomar as devidas precauções. Passar protetor solar, levar uma garrafinha de água e usar sapatos adequados são alguns dos itens que não devem ser esquecidos antes, durante e depois das festas”, explica.

Confira as sete dicas que vão garantir ao folião da melhor idade um carnaval saudável e inesquecível:

O folião da melhor idade não deve esquecer de tomar suas medicações nos horários de costume. (FOTO: Reprodução)

O folião da melhor idade não deve esquecer de tomar suas medicações nos horários de costume. (FOTO: Reprodução)

Alongue-se

Qualquer atividade física exige atenção. No caso do público da terceira idade, o ideal é contar com a ajuda de um profissional da saúde ou educação física especializado em saúde do idoso, conforme destaca André.

“Uma vez que o corpo aquecido está mais preparado para realizar movimentos como dança ou caminhadas, é importante que os movimentos sejam feitos antes de qualquer atividade. Sendo assim, vale a pena realizar uma sequência básica de movimentos nos membros superiores, inferiores e pescoço antes de cair na dança”.

Use protetor solar

Antes de se juntar a blocos de rua, é importante não esquecer de se proteger do sol. “Não poupe o uso do protetor solar. Passe por todo o corpo e dê mais atenção para as partes que ficam expostas ao sol. Lembrete: o produto tem duração de poucas horas, é importante reaplicar ao longo do dia”, destaca o enfermeiro. Além do protetor solar, vale a pena usar bonés e chapéus como uma forma de proteção a mais contra os raios solares.

Carregue só o essencial

Ao escolher uma bolsa ou mochila para cair na brincadeira, a dica de André é optar por sacolas pequenas e confortáveis de carregar. E, atenção, nada de levar mais do que o necessário. “Leve consigo apenas os itens que são indispensáveis como documentos, protetor solar, celular e dinheiro”, aponta André.

Não descuide dos remédios

A folia pode causar o esquecimento dos remédios tomados no dia a dia. Mas, segundo o enfermeiro, é muito importante não deixar isso acontecer. “Procure tomar todos seus remédios nos horários de costume e conforme a orientação medica. Assim evitamos qualquer contra tempo durante a folia”.

Hidrate-se

Não é nenhum segredo que consumir água auxilia o bom funcionamento do corpo. Por isso, hidrate-se! Uma boa opção é a água de coco e as águas saborizadas sem gás. “Não deixe de carregar uma garrafinha com água para consumir durante a festa. Mas, atenção, ao beber água aumentará a vontade de urinar, por isso certifique-se de que haja banheiros próximos para evitar segurar a urina. Lembre-se que essa atitude pode gerar problemas a longo prazo”.

Use sapatos confortáveis

Os pés não podem ser deixados de lado durante a farra. Muitos acidentes em idosos ocorrem por instabilidade na pisada, por isso, é importante usar calçados de borracha e fechados. “Para conhecer o sapado adequado é necessário fazer uma visita ao médico especialista”, ressalta o especialista.

Aposte em roupas leves

Se a folia for na rua, procure vestir roupa leves que permitam a transpiração. Já se a festa for em ambientes fechados que possuam ar condicionados ou ventilação natural, vale caprichar nas fantasias e na purpurina.

 

Clique e leia outras matérias sobre o Carnaval 2016 do Tribuna do Ceará:

> Forró da “Falsiane” é aposta de hit para o Carnaval 2016

> Mulheres formam grupo de pré-carnaval feminista para quebrar preconceitos em Fortaleza

> Bloco de pré-carnaval terá ala para vitoriosos do câncer

> Confira 12 praias do Ceará para fugir da folia no Carnaval

> Lojas de fantasias comemoram o bom movimento no período de pré-carnaval

> Carnaval 2016: um “Pingo” de história do maracatu de Fortaleza

> Relembre os hits do Carnaval de 2000 a 2015

> Ouça 11 músicas que prometem bombar no Carnaval 2016

> Marchinhas de carnaval ganham versões clássicas com a Orquestra Filarmônica do Ceará

> Domingo de carnaval em Fortaleza tem chuva de óculos e distribuição de novo CD do Safadão

> Carnaval do Porto das Dunas traz mistura de ritmos com atrações de forró, funk e sertanejo

Cearense cria infográfico mostrando como curtir o Carnaval em Fortaleza sem usar carro

> Carnaval 2016: dicas essenciais para quem vai pegar a estrada no feriadão

> Crise e seca fazem com que só 11% das prefeituras cearenses contratem festas de Carnaval

> Agendão de Carnaval: confira as dicas para quem fica em Fortaleza

Publicidade

Dê sua opinião

Confira 7 dicas para a saúde dos idosos que vão cair na folia durante o Carnaval

A melhor idade deve cair na folia sempre atentando para cuidados que vão garantir saúde e tranquilidade durante o Carnaval

Por Juliana Teófilo em Carnaval

7 de fevereiro de 2016 às 06:00

Há 3 anos

O carnaval é um evento democrático, e é fácil encontrar pessoas de todas as idades curtindo as festa. Mas cada idade precisa de alguns cuidados especiais para aproveitar a folia com saúde e segurança, e com os idosos não é diferente. É o que explica o enfermeiro geriátrico André Santos da Silva.

“Apesar de o momento ser de alegria e curtição, são necessários alguns cuidados básicos, ou seja, nada de sair para os bailes sem tomar as devidas precauções. Passar protetor solar, levar uma garrafinha de água e usar sapatos adequados são alguns dos itens que não devem ser esquecidos antes, durante e depois das festas”, explica.

Confira as sete dicas que vão garantir ao folião da melhor idade um carnaval saudável e inesquecível:

O folião da melhor idade não deve esquecer de tomar suas medicações nos horários de costume. (FOTO: Reprodução)

O folião da melhor idade não deve esquecer de tomar suas medicações nos horários de costume. (FOTO: Reprodução)

Alongue-se

Qualquer atividade física exige atenção. No caso do público da terceira idade, o ideal é contar com a ajuda de um profissional da saúde ou educação física especializado em saúde do idoso, conforme destaca André.

“Uma vez que o corpo aquecido está mais preparado para realizar movimentos como dança ou caminhadas, é importante que os movimentos sejam feitos antes de qualquer atividade. Sendo assim, vale a pena realizar uma sequência básica de movimentos nos membros superiores, inferiores e pescoço antes de cair na dança”.

Use protetor solar

Antes de se juntar a blocos de rua, é importante não esquecer de se proteger do sol. “Não poupe o uso do protetor solar. Passe por todo o corpo e dê mais atenção para as partes que ficam expostas ao sol. Lembrete: o produto tem duração de poucas horas, é importante reaplicar ao longo do dia”, destaca o enfermeiro. Além do protetor solar, vale a pena usar bonés e chapéus como uma forma de proteção a mais contra os raios solares.

Carregue só o essencial

Ao escolher uma bolsa ou mochila para cair na brincadeira, a dica de André é optar por sacolas pequenas e confortáveis de carregar. E, atenção, nada de levar mais do que o necessário. “Leve consigo apenas os itens que são indispensáveis como documentos, protetor solar, celular e dinheiro”, aponta André.

Não descuide dos remédios

A folia pode causar o esquecimento dos remédios tomados no dia a dia. Mas, segundo o enfermeiro, é muito importante não deixar isso acontecer. “Procure tomar todos seus remédios nos horários de costume e conforme a orientação medica. Assim evitamos qualquer contra tempo durante a folia”.

Hidrate-se

Não é nenhum segredo que consumir água auxilia o bom funcionamento do corpo. Por isso, hidrate-se! Uma boa opção é a água de coco e as águas saborizadas sem gás. “Não deixe de carregar uma garrafinha com água para consumir durante a festa. Mas, atenção, ao beber água aumentará a vontade de urinar, por isso certifique-se de que haja banheiros próximos para evitar segurar a urina. Lembre-se que essa atitude pode gerar problemas a longo prazo”.

Use sapatos confortáveis

Os pés não podem ser deixados de lado durante a farra. Muitos acidentes em idosos ocorrem por instabilidade na pisada, por isso, é importante usar calçados de borracha e fechados. “Para conhecer o sapado adequado é necessário fazer uma visita ao médico especialista”, ressalta o especialista.

Aposte em roupas leves

Se a folia for na rua, procure vestir roupa leves que permitam a transpiração. Já se a festa for em ambientes fechados que possuam ar condicionados ou ventilação natural, vale caprichar nas fantasias e na purpurina.

 

Clique e leia outras matérias sobre o Carnaval 2016 do Tribuna do Ceará:

> Forró da “Falsiane” é aposta de hit para o Carnaval 2016

> Mulheres formam grupo de pré-carnaval feminista para quebrar preconceitos em Fortaleza

> Bloco de pré-carnaval terá ala para vitoriosos do câncer

> Confira 12 praias do Ceará para fugir da folia no Carnaval

> Lojas de fantasias comemoram o bom movimento no período de pré-carnaval

> Carnaval 2016: um “Pingo” de história do maracatu de Fortaleza

> Relembre os hits do Carnaval de 2000 a 2015

> Ouça 11 músicas que prometem bombar no Carnaval 2016

> Marchinhas de carnaval ganham versões clássicas com a Orquestra Filarmônica do Ceará

> Domingo de carnaval em Fortaleza tem chuva de óculos e distribuição de novo CD do Safadão

> Carnaval do Porto das Dunas traz mistura de ritmos com atrações de forró, funk e sertanejo

Cearense cria infográfico mostrando como curtir o Carnaval em Fortaleza sem usar carro

> Carnaval 2016: dicas essenciais para quem vai pegar a estrada no feriadão

> Crise e seca fazem com que só 11% das prefeituras cearenses contratem festas de Carnaval

> Agendão de Carnaval: confira as dicas para quem fica em Fortaleza