Gestante precisa beber três litros de água para garantir a saúde do bebê


Gestante precisa beber três litros de água para garantir a saúde do bebê

Na 19ª e penúltima matéria da série “Vida Saudável”, nutricionista explica ao Tribuna do Ceará a importância da alimentação para garantir a saúde de mãe e filho

Por Lucas Matos em Bem-Estar

27 de abril de 2015 às 07:30

Há 4 anos
A alimentação faz a diferença na hora da gravidez (Foto: Divulgação)

A alimentação faz a diferença na hora da gravidez (Foto: Divulgação)

Muitas pessoas dizem que a gestante precisa ter todo o cuidado do mundo com o filho que virá. Por isso, a alimentação é determinante para uma gestação saudável. Como a grávida possui um segundo ser em seu corpo, a futura mãe necessita de uma variedade nutricional diferenciada, pois ela precisa manter sua saúde, visando justamente o bem-estar do bebê.

O desenvolvimento do bebê se dá por conta dos nutrientes e energia, que são necessários em maior quantidade. Caso a gestante não supra essa necessidade, pode haver o comprometimento do desenvolvimento e saúde do recém-nascido, segundo Tanara Ferreira, nutricionista da rede de saúde Hapvida.

O cuidado na alimentação da gestante deve ser redobrado, inclusive ao ingerir água, que deve ser consumida no mínimo três litros. Não consumir alimentos gordurosos é um dos requisitos para uma boa gestação, além de ter uma postura saudável e balanceada.

“Frutas, verduras, feijão e frutos do mar [peixe] são alguns exemplos que devem ser consumidos, pois possuem vitaminas, ferro, fibras, entre outros nutrientes, fazendo bem à nossa saúde”, explica.

Peso da gestante

A quantidade de quilocalorias também deve ser reparada. Toda grávida deve ganhar peso, e esse aumento pode variar dependendo do estado nutricional da gestante antes de engravidar.

Ainda segundo Tanara Ferreira, o excesso pode levar ao aborto. “Além do bebê poder ser abortado, a grávida pode desenvolver diabetes gestacional, pré-eclampsia e parto prematuro”.

Por isso, o cuidado deve ser redobrado com as futuras mamães. Para ter um controle do peso na gestação e auxiliar na condução do parto normal, é indicado atividades físicas em baixa intensidade.

Acompanhe a série “Vida Saudável”:

1) Saiba como identificar se seu filho é mais uma vítima do consumismo infantil (24/2)

2) Uso excessivo de equipamentos eletrônicos prejudica visão. Confira cuidados (26/2)

3) Brincar é coisa séria, e precisa ser tarefa diária de toda criança (2/3)

4) Mulheres têm 7 vezes mais chances do que homens de apresentar disfunção hormonal (5/3)

5) Prática exagerada de exercícios físicos pode desencadear doença: a vigorexia (9/3)

6) Metade da população masculina apresenta calvície até chegar aos 50 anos (12/3)

7) Confira as causas do chulé e saiba como se livrar desse mau cheiro (16/3)

8) Aprenda receita de cozinha que ajuda no combate a osteoporose (19/3)

9) Pessoas com diabetes precisam cuidar da saúde dos pés, para evitar ferimentos (23/3)

10) Saiba como se alimentar direito antes, durante e depois de atividade física (26/3)

11) Saiba como tratar o estresse pós-traumático, resultado da violência urbana (30/3)

12) Melhor remédio contra enxaqueca é alimentação saudável (2/4)

13) Entenda o que é a febre Chikungunya, doença causada mosquito pelo mesmo mosquito da dengue (6/4)

14) Tratamento de dentes fora do lugar certo é mais eficaz quando iniciado na infância (9/4)

15) Atenção, mamães: a saúde bucal é essencial para uma gravidez sem riscos (13/4)

16) Fuja das dietas malucas que não atendem as necessidades diárias (16/4)

17) Parto normal apresenta menor risco de infecções para o bebê e para a mãe (20/4)

18) Grávidas precisam adotar cuidados ao ter relações sexuais (23/4)

19) Saiba como se alimentar direito durante a gestação (27/4)

20) Proteção é essencial para evitar a Aids (30/4)

Publicidade

Dê sua opinião

Gestante precisa beber três litros de água para garantir a saúde do bebê

Na 19ª e penúltima matéria da série “Vida Saudável”, nutricionista explica ao Tribuna do Ceará a importância da alimentação para garantir a saúde de mãe e filho

Por Lucas Matos em Bem-Estar

27 de abril de 2015 às 07:30

Há 4 anos
A alimentação faz a diferença na hora da gravidez (Foto: Divulgação)

A alimentação faz a diferença na hora da gravidez (Foto: Divulgação)

Muitas pessoas dizem que a gestante precisa ter todo o cuidado do mundo com o filho que virá. Por isso, a alimentação é determinante para uma gestação saudável. Como a grávida possui um segundo ser em seu corpo, a futura mãe necessita de uma variedade nutricional diferenciada, pois ela precisa manter sua saúde, visando justamente o bem-estar do bebê.

O desenvolvimento do bebê se dá por conta dos nutrientes e energia, que são necessários em maior quantidade. Caso a gestante não supra essa necessidade, pode haver o comprometimento do desenvolvimento e saúde do recém-nascido, segundo Tanara Ferreira, nutricionista da rede de saúde Hapvida.

O cuidado na alimentação da gestante deve ser redobrado, inclusive ao ingerir água, que deve ser consumida no mínimo três litros. Não consumir alimentos gordurosos é um dos requisitos para uma boa gestação, além de ter uma postura saudável e balanceada.

“Frutas, verduras, feijão e frutos do mar [peixe] são alguns exemplos que devem ser consumidos, pois possuem vitaminas, ferro, fibras, entre outros nutrientes, fazendo bem à nossa saúde”, explica.

Peso da gestante

A quantidade de quilocalorias também deve ser reparada. Toda grávida deve ganhar peso, e esse aumento pode variar dependendo do estado nutricional da gestante antes de engravidar.

Ainda segundo Tanara Ferreira, o excesso pode levar ao aborto. “Além do bebê poder ser abortado, a grávida pode desenvolver diabetes gestacional, pré-eclampsia e parto prematuro”.

Por isso, o cuidado deve ser redobrado com as futuras mamães. Para ter um controle do peso na gestação e auxiliar na condução do parto normal, é indicado atividades físicas em baixa intensidade.

Acompanhe a série “Vida Saudável”:

1) Saiba como identificar se seu filho é mais uma vítima do consumismo infantil (24/2)

2) Uso excessivo de equipamentos eletrônicos prejudica visão. Confira cuidados (26/2)

3) Brincar é coisa séria, e precisa ser tarefa diária de toda criança (2/3)

4) Mulheres têm 7 vezes mais chances do que homens de apresentar disfunção hormonal (5/3)

5) Prática exagerada de exercícios físicos pode desencadear doença: a vigorexia (9/3)

6) Metade da população masculina apresenta calvície até chegar aos 50 anos (12/3)

7) Confira as causas do chulé e saiba como se livrar desse mau cheiro (16/3)

8) Aprenda receita de cozinha que ajuda no combate a osteoporose (19/3)

9) Pessoas com diabetes precisam cuidar da saúde dos pés, para evitar ferimentos (23/3)

10) Saiba como se alimentar direito antes, durante e depois de atividade física (26/3)

11) Saiba como tratar o estresse pós-traumático, resultado da violência urbana (30/3)

12) Melhor remédio contra enxaqueca é alimentação saudável (2/4)

13) Entenda o que é a febre Chikungunya, doença causada mosquito pelo mesmo mosquito da dengue (6/4)

14) Tratamento de dentes fora do lugar certo é mais eficaz quando iniciado na infância (9/4)

15) Atenção, mamães: a saúde bucal é essencial para uma gravidez sem riscos (13/4)

16) Fuja das dietas malucas que não atendem as necessidades diárias (16/4)

17) Parto normal apresenta menor risco de infecções para o bebê e para a mãe (20/4)

18) Grávidas precisam adotar cuidados ao ter relações sexuais (23/4)

19) Saiba como se alimentar direito durante a gestação (27/4)

20) Proteção é essencial para evitar a Aids (30/4)