Fuja das dietas malucas que não atendem as necessidades diárias


Fuja das dietas malucas que não atendem as necessidades diárias

Na 16ª matéria da série “Vida Saudável”, nutricionista alerta quais os riscos que uma pessoa pode ter ao seguir dietas sem recomendação de um profissional

Por Lucas Matos em Bem-Estar

16 de abril de 2015 às 11:00

Há 4 anos
As dietas precisam ser acompanhadas por um especialista (Foto: Divulgação)

As dietas precisam ser acompanhadas por um especialista (Foto: Divulgação)

O ano passa, e as pessoas sempre dizem que gostariam de emagrecer, mas isso fica só na ideia para muitos. Quando querem perder peso, mulheres e homens sempre apelam para muitas formas de dietas existentes. Algumas são inventadas, outras são aprovadas pelo usuários, mas não tão aprovadas pelo nutricionistas.

De acordo com a nutricionista Tanara Ferreira, da rede de saúde Hapvida, existem vários tipos de dieta. A que foi mais comum entre os famosos no último ano se chama ‘dieta Dukan’, na qual incentiva o consumo de alimentos ricos em proteínas por um determinado período.

“Além da ‘Dukan’, onde é uma dieta que não atende a necessidade nutricional em termos de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e nem micronutrientes (vitaminas e minerais), temos a dos sucos, que é baseada na ingestão de frutas e sucos, sendo uma dieta que não supre a necessidade calórica, proteica e de gorduras, causando um emagrecimento devido a perda de massa muscular, o que não é recomendado. Existe também a dieta do tipo sanguíneo, onde para cada tipo sanguíneo, dependendo do seu tipo, existem alimentos que você deve consumir ou retirar da sua alimentação. Dentre seus impactos negativos é uma dieta que exclui grupos alimentares importantes, onde pode causar carências nutricionais”, avalia.

Toda dieta deve ser acompanhada por um nutricionista, pois os riscos à saúde são incalculáveis. Ainda segundo Tanara, como as dietas são muito restritivas, caso não ocorra uma assistência de um profissional gabaritado, a pessoa pode ter deficiências nutricionais.

Diante das várias dietas existentes, ela destaca que, algumas, são pobres em carboidratos, usando a restrição de alimentos como arroz, pão, macarrão, frutas e legumes.

Emagrecer com saúde

A melhor forma de emagrecer de forma eficaz, evitando o efeito sanfona, e realmente com perda de gordura é utilizando a reeducação alimentar. Para a nutricionista da Hapvida, o importante é identificar os erros e corrigir aos poucos. “As mudanças não devem ser bruscas nem radicais, e sim aos poucos, para que seja formado um novo hábito alimentar. E dessa forma consiste o processo de reeducação alimentar”.

Acompanhe a série “Vida Saudável”:

1) Saiba como identificar se seu filho é mais uma vítima do consumismo infantil (24/2)

2) Uso excessivo de equipamentos eletrônicos prejudica visão (26/2)

3) Brincar é coisa séria, e precisa ser tarefa diária de toda criança (2/3)

4) Mulheres têm 7 vezes mais chances do que homens de apresentar disfunção hormonal (5/3)

5) Prática exagerada de exercícios físicos pode desencadear doença: a vigorexia (9/3)

6) Metade da população masculina apresenta calvície até chegar aos 50 anos (12/3)

7) Confira as causas do chulé e saiba como se livrar desse mau cheiro (16/3)

8) Aprenda receita de cozinha que ajuda no combate a osteoporose (19/3)

9) Pessoas com diabetes precisam cuidar da saúde dos pés, para evitar ferimentos (23/3)

10) Saiba como se alimentar direito antes, durante e depois de atividade física (26/3)

11) Saiba como tratar o estresse pós-traumático (30/3)

12) Melhor remédio contra enxaqueca é alimentação saudável (2/4)

13) Conheça os sintomas da febre Chikungunya (6/4)

14) Tratamento de dentes fora do lugar certo é mais eficaz quando iniciado na infância (9/4)

15) Atenção, mamães: a saúde bucal é essencial para uma gravidez sem riscos (13/4)

16) Fuja das dietas malucas que não atendem as necessidades diárias (16/4)

17) Parto normal apresenta menor risco de infecções para o bebê  e para a mãe (20/4)

18) Grávidas precisam adotar cuidados ao ter relações sexuais (23/4)

19) Saiba como se alimentar direito durante a gestação (27/4)

20) Proteção é essencial para evitar a Aids (30/4)

Publicidade

Dê sua opinião

Fuja das dietas malucas que não atendem as necessidades diárias

Na 16ª matéria da série “Vida Saudável”, nutricionista alerta quais os riscos que uma pessoa pode ter ao seguir dietas sem recomendação de um profissional

Por Lucas Matos em Bem-Estar

16 de abril de 2015 às 11:00

Há 4 anos
As dietas precisam ser acompanhadas por um especialista (Foto: Divulgação)

As dietas precisam ser acompanhadas por um especialista (Foto: Divulgação)

O ano passa, e as pessoas sempre dizem que gostariam de emagrecer, mas isso fica só na ideia para muitos. Quando querem perder peso, mulheres e homens sempre apelam para muitas formas de dietas existentes. Algumas são inventadas, outras são aprovadas pelo usuários, mas não tão aprovadas pelo nutricionistas.

De acordo com a nutricionista Tanara Ferreira, da rede de saúde Hapvida, existem vários tipos de dieta. A que foi mais comum entre os famosos no último ano se chama ‘dieta Dukan’, na qual incentiva o consumo de alimentos ricos em proteínas por um determinado período.

“Além da ‘Dukan’, onde é uma dieta que não atende a necessidade nutricional em termos de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e nem micronutrientes (vitaminas e minerais), temos a dos sucos, que é baseada na ingestão de frutas e sucos, sendo uma dieta que não supre a necessidade calórica, proteica e de gorduras, causando um emagrecimento devido a perda de massa muscular, o que não é recomendado. Existe também a dieta do tipo sanguíneo, onde para cada tipo sanguíneo, dependendo do seu tipo, existem alimentos que você deve consumir ou retirar da sua alimentação. Dentre seus impactos negativos é uma dieta que exclui grupos alimentares importantes, onde pode causar carências nutricionais”, avalia.

Toda dieta deve ser acompanhada por um nutricionista, pois os riscos à saúde são incalculáveis. Ainda segundo Tanara, como as dietas são muito restritivas, caso não ocorra uma assistência de um profissional gabaritado, a pessoa pode ter deficiências nutricionais.

Diante das várias dietas existentes, ela destaca que, algumas, são pobres em carboidratos, usando a restrição de alimentos como arroz, pão, macarrão, frutas e legumes.

Emagrecer com saúde

A melhor forma de emagrecer de forma eficaz, evitando o efeito sanfona, e realmente com perda de gordura é utilizando a reeducação alimentar. Para a nutricionista da Hapvida, o importante é identificar os erros e corrigir aos poucos. “As mudanças não devem ser bruscas nem radicais, e sim aos poucos, para que seja formado um novo hábito alimentar. E dessa forma consiste o processo de reeducação alimentar”.

Acompanhe a série “Vida Saudável”:

1) Saiba como identificar se seu filho é mais uma vítima do consumismo infantil (24/2)

2) Uso excessivo de equipamentos eletrônicos prejudica visão (26/2)

3) Brincar é coisa séria, e precisa ser tarefa diária de toda criança (2/3)

4) Mulheres têm 7 vezes mais chances do que homens de apresentar disfunção hormonal (5/3)

5) Prática exagerada de exercícios físicos pode desencadear doença: a vigorexia (9/3)

6) Metade da população masculina apresenta calvície até chegar aos 50 anos (12/3)

7) Confira as causas do chulé e saiba como se livrar desse mau cheiro (16/3)

8) Aprenda receita de cozinha que ajuda no combate a osteoporose (19/3)

9) Pessoas com diabetes precisam cuidar da saúde dos pés, para evitar ferimentos (23/3)

10) Saiba como se alimentar direito antes, durante e depois de atividade física (26/3)

11) Saiba como tratar o estresse pós-traumático (30/3)

12) Melhor remédio contra enxaqueca é alimentação saudável (2/4)

13) Conheça os sintomas da febre Chikungunya (6/4)

14) Tratamento de dentes fora do lugar certo é mais eficaz quando iniciado na infância (9/4)

15) Atenção, mamães: a saúde bucal é essencial para uma gravidez sem riscos (13/4)

16) Fuja das dietas malucas que não atendem as necessidades diárias (16/4)

17) Parto normal apresenta menor risco de infecções para o bebê  e para a mãe (20/4)

18) Grávidas precisam adotar cuidados ao ter relações sexuais (23/4)

19) Saiba como se alimentar direito durante a gestação (27/4)

20) Proteção é essencial para evitar a Aids (30/4)