Debate Jangadeiro em Fortaleza mostra ansiedade e cautela nos ataques - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Debate Jangadeiro em Fortaleza mostra ansiedade e cautela nos ataques

Por Wanfil em Eleições 2016

27 de setembro de 2016

Candidatos à prefeitura de Fortaleza debatem, trocam farpas, mas evitam o vale-tudo. Foto: Emílio Moreno/Tribuna do Ceará

Candidatos à prefeitura de Fortaleza trocam farpas em debate, mas evitam o vale-tudo. Foto: Emílio Moreno/Tribuna do Ceará

O debate entre candidatos à Prefeitura de Fortaleza realizado pela TV Jangadeiro nesta terça-feira, foi ao mesmo tempo vibrante e cauteloso, à semelhança das partidas nas quais os jogadores guardam prudência na hora de atacar, para não abrir os flancos a contra-ataques do adversário.

Não significa, porém, que os embates não tenham acontecido. Pelo contrário, afinal, é da essência da disputa a necessidade de desconstruir o oponente. O clima foi tenso especialmente entre Roberto Cláudio (PDT), Capitão Wagner (PR) e Luizianne Lins (PT), que lideram as pesquisas, os dois primeiros tecnicamente empatados, seguidos pela ex-prefeita.

Em muitos momentos os candidatos buscaram atingir seus adversários nos temas em que estes se mostraram mais atuantes durante a campanha. Críticas pessoais foram disparadas, algumas mais duras, com afirmações sobre promessas não cumpridas ou inexperiência, mas sem agressões pessoais, xingamentos e baixarias do gênero. (Confira os detalhes na matéria da repórter Jéssica Welma: Roberto Cláudio e Capitão Wagner partem para o ataque mútuo durante debate na TV Jangadeiro).

O limite entre a disputa desejável e o vale-tudo é mérito dos candidatos, que se mostraram maduros, mas também do formato do debate, bem planejado e mediado, e sobretudo, das circunstâncias. Com uma eleição muito acirrada numa capital famosa pela imprevisibilidade dos eleitores, os participantes perceberam que excesso de agressividade pode lhes custar votos agora ou no segundo turno. Pelo menos por enquanto, a artilharia pesada foi contida.

Melhor para cidade.

Publicidade aqui

Debate Jangadeiro em Fortaleza mostra ansiedade e cautela nos ataques

Por Wanfil em Eleições 2016

27 de setembro de 2016

Candidatos à prefeitura de Fortaleza debatem, trocam farpas, mas evitam o vale-tudo. Foto: Emílio Moreno/Tribuna do Ceará

Candidatos à prefeitura de Fortaleza trocam farpas em debate, mas evitam o vale-tudo. Foto: Emílio Moreno/Tribuna do Ceará

O debate entre candidatos à Prefeitura de Fortaleza realizado pela TV Jangadeiro nesta terça-feira, foi ao mesmo tempo vibrante e cauteloso, à semelhança das partidas nas quais os jogadores guardam prudência na hora de atacar, para não abrir os flancos a contra-ataques do adversário.

Não significa, porém, que os embates não tenham acontecido. Pelo contrário, afinal, é da essência da disputa a necessidade de desconstruir o oponente. O clima foi tenso especialmente entre Roberto Cláudio (PDT), Capitão Wagner (PR) e Luizianne Lins (PT), que lideram as pesquisas, os dois primeiros tecnicamente empatados, seguidos pela ex-prefeita.

Em muitos momentos os candidatos buscaram atingir seus adversários nos temas em que estes se mostraram mais atuantes durante a campanha. Críticas pessoais foram disparadas, algumas mais duras, com afirmações sobre promessas não cumpridas ou inexperiência, mas sem agressões pessoais, xingamentos e baixarias do gênero. (Confira os detalhes na matéria da repórter Jéssica Welma: Roberto Cláudio e Capitão Wagner partem para o ataque mútuo durante debate na TV Jangadeiro).

O limite entre a disputa desejável e o vale-tudo é mérito dos candidatos, que se mostraram maduros, mas também do formato do debate, bem planejado e mediado, e sobretudo, das circunstâncias. Com uma eleição muito acirrada numa capital famosa pela imprevisibilidade dos eleitores, os participantes perceberam que excesso de agressividade pode lhes custar votos agora ou no segundo turno. Pelo menos por enquanto, a artilharia pesada foi contida.

Melhor para cidade.