Vagas Online - Oportunidades de emprego e estágio 
Publicidade

Vagas Online

por Márcia Catunda

Estágio Operações – Coca-Cola Fortaleza

Por Márcia Catunda em Administração, Economia, Engenharia

14 de junho de 2019

Estágio Operações – Coca-Cola Fortaleza 
 
 

PRÉ-REQUISITOS: 
 
• Cursar: Engenharia, Administração de Empresas ou Economia; 
• Previsão de Formatura: Dezembro de 2020 a Dezembro 2021; 
• Inglês Avançado; 
• Conhecimento Avançado do Pacote Office (Excel / Power Point). 
 

ATIVIDADES DO ESTAGIÁRIO: 

– Análise de indicadores de desempenho e tendências de mercados, sustentando o processo de planejamento da área; 
– Análises e estudos de indicadores do desempenho das categorias de refrigerantes; 
– Interação entre as áreas da cia. e Fabricantes, para suportar a implementação de atividades de mercado planejadas no Business Plan da companhia, como aprovação de materiais de comunicação, follow-up de atividades internas e de campo; 
– Realizar o tracking das principais atividades de mercado e lançamentos de produto; 
– Controle das rotinas de gerenciamento dos indicadores de investimento de mercado (D.M.I.). 

 

CARGA HORÁRIA: 
 
• 30 horas semanais flexíveis 

 
LOCAL DE TRABALHO: 
 
• Centro – Fortaleza  

PACOTE DE BENEFÍCIOS: 
 
• Bolsa Auxílio no valor de R$ 1.400,00; 
• Auxílio Transporte no valor de R$ 350,00 (mês); 
• Auxílio Alimentação no valor de R$ 460,00 (mês). 

 

INSCREVA-SE ATRAVÉS DO LINK: http://www.vagas.com.br/v1901509   

Publicidade

Assistente de TI

Por Márcia Catunda em Tecnologia da Informação

14 de junho de 2019

leia tudo sobre

Publicidade

Cursos

Por Márcia Catunda em Cursos

14 de junho de 2019

leia tudo sobre

Publicidade

Auxiliar Contábil

Por Márcia Catunda em Ciências Contábeis

14 de junho de 2019

P&P Contabilidade seleciona:

Auxiliar Contábil

 

RESUMO DAS ATIVIDADES:

– Realizar lançamento de informações contábeis;

– Realizar protocolo e organizar as documentações do cliente garantindo sua rastreabilidade;

– Realizar lançamento e conciliação bancária.

REQUISITOS:

– Desejável conhecimento no sistema Fortes;

– Desejável conhecimento em rotinas básicas do setor contábil;

– Conhecimento no Pacote Office;

– Bom relacionamento interpessoal;

– Disponibilidade imediata;

BENEFÍCIOS:

– Vale Refeição ou Alimentação

– Plano de Saúde – 50%

– Vale Transporte ou auxílio Combustível

– Auxílio Cursos

– Seguro de Vida em Grupo

– Salário: Enviar Pretensão.

Envie seu currículo para: vagas@ppcontabilidade.com

leia tudo sobre

Publicidade

UNINASSAU Fortaleza seleciona docentes para diversas áreas

A Faculdade UNINASSAU Fortaleza está com inscrições abertas para seleção de novos docentes. As vagas são para lecionar nos cursos de Nutrição, Medicina Veterinária, Odontologia, Pedagogia, Direito, Engenharia Civil, Publicidade e Propaganda e Gastronomia. A contratação será válida para o segundo semestre de 2019 e os selecionados poderão atuar nas duas sedes da Instituição na capital cearense, de acordo com o edital escolhido. As inscrições podem ser feitas até o final de junho.

 

Para participar do processo seletivo, os candidatos devem ter título de doutor, mestre ou especialista, disponibilidade para lecionar aulas no período diurno e/ou noturno, além de Currículo Lattes atualizado e pós-graduação específica na área da disciplina. A primeira fase compreende a análise curricular, levando-se em consideração a formação acadêmica, produção científica, atualização profissional e experiência docente.

 

Já a segunda fase, será composta de avaliação escrita, elaborada sobre tema relevante ao assunto da disciplina e avaliação didático-pedagógica, com aula expositiva com duração de 20 minutos. Os selecionados irão ministrar disciplinas com carga horária que variam entre 40 e 80 horas/aula. Filosofia do Direito, Libras, Produção Publicitária, Cozinha Asiática, Nutrição Funcional, Patologia da Nutrição, Nutrição e Dietética, Instalações Elétricas e Anestesiologia são algumas das disciplinas a serem ministradas.

Confira os editais:

Edital Exatas – http://sereduc.com/rlUTjg

Edital Humanas – http://sereduc.com/UG6Sce

Edital Saúde – http://sereduc.com/9nZgaw

Edital Direito – http://sereduc.com/ybv5hS

Publicidade

Prefeitura de Fortaleza oferta capacitações gratuitas para empreendedores neste mês de junho

Por Márcia Catunda em Cursos

13 de junho de 2019

Com o intuito de apoiar os micro e pequenos empreendedores locais no aperfeiçoamento do seu negócio, a Prefeitura de Fortaleza promove mensalmente, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), capacitações gratuitas como parte do Programa de Empreendedorismo Sustentável.

Neste mês de junho, estão sendo ofertadas capacitações para áreas como: Empreendedorismo e MEI; Como Identificar uma Oportunidade de Negócio; Estratégias de Vendas Digitais; Estratégias Mercadológicas; Como se Tornar um MEI; Imagem e Postura Profissional; Como se Portar em uma Entrevista de Emprego; Como Elaborar seu Plano de Negócio; Primeiros Passos para Montar um Negócio etc.

Saiba como se inscrever

Para participar é simples. Basta apresentar identidade (RG), CPF e comprovante de residência. Os interessados devem se dirigir às Salas do Empreendedor nas Secretarias Regionais, Vapt Vupt Messejana e Antônio Bezerra, Casa de Economia Solidária (Ecosol) ou no Espaço do Artesanato da SDE, que fica localizado na avenida Santos Dumont, 2500, loja 17, no bairro Aldeota.

Programa Fortaleza Competitiva

Esta é mais uma ação do Programa Fortaleza Competitiva, que engloba um pacote de medidas de estímulo à criação de um cenário qualificado para novos negócios, desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Empreendedorismo e MEI

Data: quinta-feira, 13/06

Hora: 9h às 11h

Local: CRAS Mucuripe (rua Professor Luís Costa, 142 – Mucuripe).

Como Identificar uma Oportunidade de Negócio

Data: quinta-feira, 13/06

Hora: 14h às 16h

Local: Secretaria Regional III (avenida Jovita Feitosa, 1264 – Parquelândia).

Estratégias de Vendas Digitais

Data: sexta-feira, 14/06

Hora: 14h às 16h

Local: Sala do Empreendedor (avenida Monsenhor Hélio Campos, 178 – Cristo Redentor).

Estratégias Mercadológicas

Data: terça-feira, 18/06

Hora: 14h às 16h

Local: Secretaria Regional VI (rua Padre Pedro alencar, 789 – Messejana).

Artesanato com Crochê

Data: quarta-feira, 19/06

Hora: 14h às 16h

Local: Associação de Moradores (rua Desembargador Otacílio Peixoto, 536 – Sumaré).

Como se Tornar um MEI

Data: quarta-feira, 19/06

Hora: 8h às 12h

Local: Centro de Referência do Empreendedor (avenida Oscar Araripe, 1030 – Bom Jardim).

Imagem e Postura Profissional

Data: terça-feira, 25/06

Hora: 9h às 11h

Local: CRAS Quintino Cunha (rua Ilha do Bote, 357 – Quintino Cunha).

Como se Portar em uma Entrevista de Emprego

Data: quarta-feira, 26/06

Hora: 9h às 11h

Local: CRAS Quintino Cunha (rua Ilha do Bote, 357 – Quintino Cunha).

Como Elaborar seu Plano de Negócio

Data: quarta-feira, 26/06

Hora: 8h às 12h

Local: Centro de Referência do Empreendedor (avenida Oscar Araripe, 1030 – Bom Jardim).

Empreendedorismo e MEI

Data: quinta-feira, 27/06

Hora: 9h às 11h

Local: CRAS Quintino Cunha (rua Ilha do Bote, 357 – Quintino Cunha).

Postura e Imagem Profissional no Mundo do Trabalho

Data: quinta-feira, 27/06

Hora: 14h às 16h

Local: Secretaria Regional V (avenida Augusto dos Anjos, 2466 – Bonsucesso).

Primeiros Passos para Montar um Negócio

Data: sexta-feira, 28/06

Hora: 14h às 16h

Local: CITS José Walter (avenida K, 330 – José Walter).

Construindo uma empresa adequada com foco nos clientes

Data: sexta-feira, 28/06

Hora: 14h às 16h

Local: Espaço do Artesanato (avenida Santos Dumont, 2.500 – Loja 17 – Aldeota).

Mais informações: 0800 081 4141

*Programação sujeita à alteração.

leia tudo sobre

Publicidade

CCBJ seleciona profissionais e inscrições seguem até domingo, 16

Por Márcia Catunda em Sem categoria

13 de junho de 2019

O Centro Cultural Bom Jardim – CCBJ, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – SECULT/CE, gerido pelo Instituto Dragão do Mar – IDM, está selecionando prestadores(as) de serviços junto ao Projeto Tempos de Cultura, financiado via Fundo Estadual de Combate à Pobreza – FECOP. As inscrições seguem até domingo, 16, e a prestação de serviços ocorrerá de julho a dezembro.
Há vagas para:
1. AÇÃO CULTURAL: Produtor(a), Assistente de Produção e Instrutor(a) de Cultura e Arte para a Infância;
2. FORMAÇÃO ARTÍSTICA: Coordenador(a) de Dança, Coordenador(a) de Audiovisual, Coordenador(a) de Música e Assistente Pedagógico(a);
3. ADMINISTRATIVA: Assistente Administrativo(a)
4. INFRAESTRUTURA: Técnico(a) de Estúdio;
5. NÚCLEO DE ARTICULAÇÃO TÉCNICA ESPECIALIZADA: Coordenador(a) Social e Instrutor(a) de Cultura e Arte para Educação Social;
Para saber os requisitos de cada vaga, os interessados e interessadas devem acessar o link https://tinyurl.com/y2cfpl8m 
Os(As) interessados(as) deverão realizar cadastro neste link https://forms.gle/GeKv9mQ4JeRMVsyX9  anexando, obrigatoriamente, a seguinte documentação:
– Cópia do RG;
– Cópia CPF;
– Cartão CNPJ ou Certificado da Condição de Microempreendedor Individual;
– Currículo.
Caso não anexe tais documentações, o(a) candidato(a) estará automaticamente desclassificado(a) e seu cadastro não terá validade.
Dúvidas devem ser enviadas para o e-mail selecaoccbj2019@gmail.com

leia tudo sobre

Publicidade

Promotor de Vendas

Por Márcia Catunda em Ensino Médio

12 de junho de 2019

leia tudo sobre

Publicidade

Vagas para PCD

Por Márcia Catunda em Ensino Médio

12 de junho de 2019

 

Ecofor contrata Pessoas com Deficiência para as vagas AUXILIAR DE MECÂNICO, LAVADOR, ASSISTENTE ADMINISTRATIVO, GARI VARREDOR, OPERADOR AMBIENTAL. Interessados deverão enviar laudo médico e currículo para .

leia tudo sobre

Publicidade

Levantamento do CIEE aponta que estágio e aprendizagem geraram mais de 180 mil postos de trabalho

Por Márcia Catunda em Artigo

12 de junho de 2019

Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, entidade filantrópica sem fins lucrativos, divulgou nesta terça-feira, 12, em coletiva de imprensa, em Brasília, os resultados da pesquisa sobre Impactos Sociais e Econômicos dos Programas de Estágio e Aprendizagem encomendada à Fundação Instituto de Pesquisa Econômicas (FIPE).

Segundo o levantamento, em 2018, foram criados mais de 180 mil postos de trabalho diretos, indiretos e induzidos, com mais de R$ 15 bilhões de valor adicionados ao Produto Interno Bruto. O relatório ainda apresenta um comparativo dos custos associados às modalidades de contratação, além de contextualizar o cenário do estágio e aprendizagem a partir de uma análise dos principais indicadores econômicos do País.

Destacam-se na pesquisa os benefícios que os programas trazem para a sociedade de modo geral. Para isso foram levantados os dados sociais, econômicos, demográficos sobre os públicos atendidos pelos dois programas. Humberto Casagrande, superintendente Geral do CIEE, ressaltou a recente marca de 500 mil aprendizes formados pelo programa Aprendiz Legal do CIEE, desde sua implantação: “Infelizmente apenas 40% das empresas no Brasil cumprem a lei e fazem a contratação dos aprendizes. Acredito que o caminho para aumentar este número é mostrar para o empresário que contratar jovens é bom para os negócios.”

Casagrande salientou que o programa jovem aprendiz tem o diferencial que desenvolve a capacitação esofts skills dos estudantes, focando na formação individual com valores de cidadania e ética para além da parte técnica.

Para apresentar os dados gerais do estudo, esteve presente o professor Hélio Zylberstain, do Departamento de Economia da USP e pesquisador da FIPE. “A população jovem é a mais afetada quando há crises. Em 2018, a taxa de desocupação era de 9% para pessoas com mais de 24 anos, enquanto entre os jovens foi de 28,8%. A ideia da pesquisa foi mostrar como pessoas com esse perfil sofrem mais e quais políticas podem ajudá-las”, explica.

A vulnerabilidade da população entre 14 e 24 anos, segundo Zylberstain, não é uma exclusividade do Brasil, mas uma recorrência global. “No entanto, temos esse programa, que é uma cota para as empresas, que tem sido bem sucedido. Se 5% das empresas contratassem, hoje teríamos um contingente muito maior de jovens inseridos no mercado de trabalho”.

leia tudo sobre

Publicidade

Levantamento do CIEE aponta que estágio e aprendizagem geraram mais de 180 mil postos de trabalho

Por Márcia Catunda em Artigo

12 de junho de 2019

Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, entidade filantrópica sem fins lucrativos, divulgou nesta terça-feira, 12, em coletiva de imprensa, em Brasília, os resultados da pesquisa sobre Impactos Sociais e Econômicos dos Programas de Estágio e Aprendizagem encomendada à Fundação Instituto de Pesquisa Econômicas (FIPE).

Segundo o levantamento, em 2018, foram criados mais de 180 mil postos de trabalho diretos, indiretos e induzidos, com mais de R$ 15 bilhões de valor adicionados ao Produto Interno Bruto. O relatório ainda apresenta um comparativo dos custos associados às modalidades de contratação, além de contextualizar o cenário do estágio e aprendizagem a partir de uma análise dos principais indicadores econômicos do País.

Destacam-se na pesquisa os benefícios que os programas trazem para a sociedade de modo geral. Para isso foram levantados os dados sociais, econômicos, demográficos sobre os públicos atendidos pelos dois programas. Humberto Casagrande, superintendente Geral do CIEE, ressaltou a recente marca de 500 mil aprendizes formados pelo programa Aprendiz Legal do CIEE, desde sua implantação: “Infelizmente apenas 40% das empresas no Brasil cumprem a lei e fazem a contratação dos aprendizes. Acredito que o caminho para aumentar este número é mostrar para o empresário que contratar jovens é bom para os negócios.”

Casagrande salientou que o programa jovem aprendiz tem o diferencial que desenvolve a capacitação esofts skills dos estudantes, focando na formação individual com valores de cidadania e ética para além da parte técnica.

Para apresentar os dados gerais do estudo, esteve presente o professor Hélio Zylberstain, do Departamento de Economia da USP e pesquisador da FIPE. “A população jovem é a mais afetada quando há crises. Em 2018, a taxa de desocupação era de 9% para pessoas com mais de 24 anos, enquanto entre os jovens foi de 28,8%. A ideia da pesquisa foi mostrar como pessoas com esse perfil sofrem mais e quais políticas podem ajudá-las”, explica.

A vulnerabilidade da população entre 14 e 24 anos, segundo Zylberstain, não é uma exclusividade do Brasil, mas uma recorrência global. “No entanto, temos esse programa, que é uma cota para as empresas, que tem sido bem sucedido. Se 5% das empresas contratassem, hoje teríamos um contingente muito maior de jovens inseridos no mercado de trabalho”.