Forest Whitaker Archives - Cinema Sinergia 
Publicidade

Cinema Sinergia

por Thiago Sampaio

Forest Whitaker

Crítica: “Pantera Negra” é o filme de herói que o mundo atual precisava

Por Thiago Sampaio em Crítica

02 de Março de 2018

Foto: Divulgação

É fácil nos dias de hoje falar de representatividade. E de fato, um longa-metragem da Marvel Studios com um elenco praticamente todo formado por atores negros é, no mínimo, louvável. Mas o mérito da produção dirigida por Ryan Coogler (“Creed: Nascido Para Lutar, 2015) é não se sustentar nessas causas. O longa abraça todas as vertentes dos blockbusters do gênero e, usando da máquina comercial da Disney como triunfo, “Pantera Negra” (Black Panther, 2018) se torna um “filme de super herói” muito importante para os dias atuais.

Na trama, após a morte do rei T’Chaka (John Kani), o príncipe T’Challa (Chadwick Boseman) retorna a Wakanda para a cerimônia de coroação. Nela são reunidas as cinco tribos que compõem o reino, sendo que uma delas, os Jabari, não apoia o atual governo. T’Challa logo recebe o apoio de amigos e familiares. Juntos, eles vão à procura de Ulysses Klaue (Andy Serkis), que roubou de Wakanda um punhado de vibranium, alguns anos atrás, para evitar que essa luta se transforme em uma guerra mundial.

Leia mais

Publicidade

Crítica: Com Jake Gyllenhaal em destaque, “Nocaute” honra os filmes sobre boxe

Por Thiago Sampaio em Crítica

02 de outubro de 2015

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Filmes que têm o boxe como pano de fundo já são um subgênero do universo cinematográfico. Mais do que abordar o esporte em si, o tema rendeu clássicos e personagens marcantes como a franquia “Rocky”, com seis longas-metragens e o primeiro faturando o Oscar de Melhor Filme de 1977, e “Touro Indomável”, indicado ao principal prêmio da Academia em 1981. Em pleno 2015, perdendo espaço na mídia para as Artes Marciais Mistas, a “nobre arte” tem o agradável sabor de nostalgia  para os apreciadores. E assim, sem tentar inovar em nenhum quesito, “Nocaute” (Southpaw, 2015) é lançado com o chamariz de emplacar prêmios ao seu protagonista, honrando as produções que o inspiraram, apesar de o produto final ser uma produção esquecível.

Sinopse

O longa narra a fictícia história de  Billy “The Great” Hope (Jake Gyllenhaal), campeão da categoria Peso Médio Junior, famoso pelo estilo pouco ortodoxo. No auge da carreira e da vida pessoal, bem casado com Maureen (Rachel McAdams) e pai da menina Leila (Oona Laurence), o atleta sofre um terrível golpe do destino ao perder a esposa. Entregue à bebida e banido do mundo das lutas por indisciplina, Billy tem sua filha levada pelo Serviço Social. Mas com a ajuda de um ex-lutador de boxe, Tick Wills (Forest Whitaker), ele busca a reinvenção na carreira e na vida pessoal.

Leia mais

Publicidade

Crítica: Com Jake Gyllenhaal em destaque, “Nocaute” honra os filmes sobre boxe

Por Thiago Sampaio em Crítica

02 de outubro de 2015

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Filmes que têm o boxe como pano de fundo já são um subgênero do universo cinematográfico. Mais do que abordar o esporte em si, o tema rendeu clássicos e personagens marcantes como a franquia “Rocky”, com seis longas-metragens e o primeiro faturando o Oscar de Melhor Filme de 1977, e “Touro Indomável”, indicado ao principal prêmio da Academia em 1981. Em pleno 2015, perdendo espaço na mídia para as Artes Marciais Mistas, a “nobre arte” tem o agradável sabor de nostalgia  para os apreciadores. E assim, sem tentar inovar em nenhum quesito, “Nocaute” (Southpaw, 2015) é lançado com o chamariz de emplacar prêmios ao seu protagonista, honrando as produções que o inspiraram, apesar de o produto final ser uma produção esquecível.

Sinopse

O longa narra a fictícia história de  Billy “The Great” Hope (Jake Gyllenhaal), campeão da categoria Peso Médio Junior, famoso pelo estilo pouco ortodoxo. No auge da carreira e da vida pessoal, bem casado com Maureen (Rachel McAdams) e pai da menina Leila (Oona Laurence), o atleta sofre um terrível golpe do destino ao perder a esposa. Entregue à bebida e banido do mundo das lutas por indisciplina, Billy tem sua filha levada pelo Serviço Social. Mas com a ajuda de um ex-lutador de boxe, Tick Wills (Forest Whitaker), ele busca a reinvenção na carreira e na vida pessoal.

(mais…)