ceará Archives - News Maranguape 
Publicidade

News Maranguape

por Dadynha Saturnino

ceará

Maranguapense Morgana Silva ficou em 3º lugar no concurso “Beleza Nordestina” no RJ

Por Dadynha Saturnino em Beleza

18 de agosto de 2014

A maranguapense Morgana Fabiane da Silva ficou em 3° lugar no concurso “Beleza Nordestina”, que elegeu a mais bonita mulher nordestina moradora do Rio de Janeiro/RJ. Promovido pela Associação de Feirantes do Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, famosa Feira de São Cristóvão, a grande final aconteceu na última sexta, 15, no badalado reduto de nordestinos em terras cariocas. Morgana desbancou cerca de 1.298 concorrentes e, com o resultado, garantiu como prêmio o valor de R$2.000,00 e passagens aéreas com acompanhantes. O destino escolhido pela candidata? Ceará, lógico! O título foi conquistado pela pernambucana Raíssa Sampaio.

Perguntamos se Morgana lembrava do discurso de agradecimento e se nele comentou que é de Maranguape, terra de Chico Anysio (in memoriam). Ela repetiu o que disse no palco após o anúncio de sua colocação: “Estou muito feliz de ter ficado entre as três, com tantas meninas lindas tive a oportunidade de representar a minha terra, minha cultura porque eu tenho muito amor e orgulho de ser de onde sou e de ter vindo de onde eu vim: do meu “Maranguape”, no Ceará, minha terra da luz que merece ser conhecida e visitada! Me emocionei e as últimas palavras foram com lágrimas pois sou uma chorona,” contou complementando: “Gostaria de agradecer a todos que torceram por mim e que mesmo de longe me deram muita força e apoio. Agradecer a quem esteve na feira torcendo por mim, gritando e pulando. Principalmente ao meu amor Diogo Abrantes que me ajudou, incentivou e esteve comigo em todos os momentos me dando força!!!”

Confiram algumas fotos feitas por amigos que estavam na torcida:

Morgana Fabiane e as finalistas do Beleza Nordestina. A cearense conquistou o 3º lugar. Foto Tatiane Lino
Morgana Fabiane. 3º lugar no Beleza Nordestina. Arquivo pessoal2
Morgana Fabiane. 3º lugar no Beleza Nordestina. Arquivo pessoal
Morgana Fabiane. 3º lugar no Beleza Nordestina. Arquivo pessoal1
Amigos de Morgana Fabiane comemoram o 3º lugar da cearense no Beleza Nordestina. Foto Thiago Abrantes1
Amigos de Morgana Fabiane comemoram o 3º lugar da cearense no Beleza Nordestina. Foto Thiago Abrantes
Publicidade

Domingos Filho, novo cidadão maranguapense

Por Dadynha Saturnino em Política

08 de Maio de 2014

Vice-Governador do Ceará e Advogado Domingos Gomes de Aguiar Filho, natural de Fortaleza, foi diplomado como o mais novo cidadão maranguapense, através da Lei Nº 2450/2013 de oito de novembro de 2013, sancionada pelo Prefeito Átila Cordeiro Câmara. A autoria do Projeto de Lei é do Edil Luis Vitoriano Carvalho de Nojoza, o Vereador Nojoza. A solenidade, realizada no Maranguape Clube na noite do último dia seis de maio do ano em curso, contou com a presença de representantes do Legislativo municipal e estadual, políticos de diversas regiões do estado além de secretários e representantes da iniciativa privada e sociedade civil.

 

Solenidade de entrega do Titulo Cidadão Maranguapense a Domingos Filho. Foto Dadynha

Solenidade de entrega do Titulo Cidadão Maranguapense ao Vice-Governador do Ceará Domingos Filho. Foto Dadynha Saturnino

 

Bastante emocionado, o Vereador Nojoza assim pontuou a sua iniciativa: “O agraciado Domingos Filho merece este Título por ser um homem de bem, oriundo dos mais longínquos e sofridos municípios que este estado tem, mas, com crescimento porque tem um representante digno e correto e fez com que tornasse sua esposa prefeita e o filho o deputado federal mais votado. É acima de tudo um batalhador, um trabalhador da política e vem fazendo isso com muita maestria. Gostaria de saudar maranguapenses que fizeram parte da história: abolicionista Elvira Pinho, proclamador da república Jaime Benévolo, historiador Capistrano de Abreu e humorista Chico Anysio. Hoje, V.Exa une-se a estes maranguapenses. Olhe a história e o quadro que está incluso.”

 

Solenidade de entrega do Titulo Cidadão Maranguapense a Domingos Filho. Foto Dadynha Saturnino5

Vereador Nojoza, Vice-Governador Domingos Filho, Prefeito Átila Câmara. Foto Dadynha Saturnino

 

O Prefeito justificou a concessão da honraria que vislumbra reconhecer os serviços prestados ou desenvolvidos no município: “É uma responsabilidade. Pela história que tem, nada fácil, militante de oposição durante muitos anos, homem que veio do sertão do Ceará e com muita habilidade e seriedade trilhou um caminho que hoje o faz Vice-Governador, temos essa satisfação de homenageá-lo por esta história sem mácula e esse legado por onde passou; pelos laços que existem entre Tauá e Maranguape e benefícios traçados pelo governo Cid Gomes que tem a marca do Vice Domingos Filho, que sempre esteve atuando para que nossa Maranguape fosse atendida e faz política de um jeito diferente. Por isso, assino embaixo da propositura do Vereador Nojoza.

 

Em seu discurso, o homenageado disse: “Não sei se a Câmara Municipal de Maranguape fez a melhor avaliação, talvez eu ainda não me sinta merecedor deste Título, mas, mesmo que seja precipitada, motivada pelo Nojoza e pela confiança dos vereadores, posso assegurar uma coisa: vou fazer tudo para merecer, respeitar e poder abraçar cada vez mais a causa do povo de Maranguape.”

 

Titulo Cidadão Maranguapense a Domingos Filho. Foto Dadynha Saturnino

Titulo Cidadão Maranguapense a Domingos Filho. Foto Dadynha Saturnino

 

Perguntamos qual a importância do recebimento desta honraria e ele respondeu: “Eu posso dizer que estou muito tocado e não há nada mais sublime do que a gente ser escolhido pelas pessoas para ser seu irmão de terra, isso é um convite para entrar na casa da gente, eu entro para o convívio dos maranguapenses com muita honra, muito entusiasmo, um sentimento apurado de gratidão.” Ainda,  “vou procurar fazer de tudo pra que, este reconhecimento que a Câmara Municipal e o Prefeito Átila nos coloca através da iniciativa do Vereador Nojoza e aprovação dos vereadores, seja cada vez mais motivador para que eu possa ajudar Maranguape” disse finalizando.

 

Titulo Cidadão Maranguapense a Domingos Filho. Foto Dadynha Saturnino

Titulo Cidadão Maranguapense a Domingos Filho. Foto Dadynha Saturnino

 

O homenageado

 

Domingos Filho nasceu em Fortaleza em 09 de outubro de 1963, mas, suas raízes estão fortemente ligadas ao município de Tauá, no Sertão dos Inhamuns. Formou-se em Direito na Universidade Federal do Ceará – UFC, casou-se com a também advogada Patrícia Gomes Aguiar e tem dois filhos: o Deputado Federal Domingos Neto e a estudante de medicina Gabriela Pequeno Aguiar

. Iniciou suas atividades profissionais como servidor público na função de Agente Administrativo da Fundação de Saúde do Estado, e  posteriormente, como Assessor Parlamentar. Em 1994 foi eleito Deputado Estadual e em 2007, no quarto mandato, como Presidente do Legislativo Estadual e em 2010 como Vice-Governador de Cid Gomes.

 

 

Outros agraciados

 

Desde a sua criação, diversas personalidades também foram diplomadas com esta que é considerada uma das maiores honrarias do município, cito o Ex-Prefeito de Maranguape Antônio Gonçalves Moreira (In Memórian), o Ex Senador da República e Deputado Federal Mauro Benevides, o Vereador de Fortaleza Deodato Ramalho, o Vereador licenciado e Secretário de Turismo de Fortaleza Salmito Filho, Escritor Juarez Leitão, o Jornalista/Apresentador Luiz Antonio Esteves Araripe Júnior – Luiz Esteves – , entre outros cidadãos.

 

Cobertura completa no link facebook Dadynha Saturnino

Publicidade

Ceará é minha terra. Maranguape é meu lugar.

Por Dadynha Saturnino em Turismo

03 de Maio de 2013

Maranguape. Localizada na Região Metropolitana de Fortaleza, no pé da Serra de mesmo nome, há apenas 29km de Fortaleza, a capital cearense, esta cidade de quase 162 anos de emancipação política, 113.561 mil habitantes, verde predominante e arborização em suas ruas e praças ainda conserva em seu cotidiano um clima de cidade do interior, com moradores que se conhecem pelo nome ou apelido e esse é um dos diferenciais que faz sua gente considerá-la como o “seu lugar”.

 

Praça Capistrano de Abreu – Foto de Dadynha Saturnino

 

 

De filhos ilustres, tem entre outros, o Historiador Capistrano de  Abreu, o maior comediante que este país já teve, o saudoso Chico Anysio (ambos in memoriam), o Jornalista e Apresentador Luiz Esteves, o Músico Internacional Manassés Sousa e o Jogador de Futebol Everton Andrade que além do orgulho dão visibilidade ao lugar.

Dadynha Saturnino e Chico Anysio no camarim do Festival Nacional do Humor de Maranguape em 2010. Foto Arquivo Pessoal

 

Músico Manassés de Sousa e Empresário Paulo Gurgel (Paulinho Grill). Foto de Dadynha Saturnino

 

Seu rico patrimônio histórico e cultural preserva as suas tradições através do artesanato, bordado, Vaquejada de Itapebussu (o Distrito de Itapebuçu foi denominado recentemente como a Capital Cearense da Vaquejada através de Projeto de Lei Estadual de autoria da Deputada Fernanda Pessoa), pré-carnaval e do Festival Nacional do Humor – Uma homenagem a Chico Anysio (edição deste ano ainda acontecerá), carnaval da Serra do Lagedo, o Festival da Cachoeira e a Banda de Música Maestro João Inácio da Fonseca.

 

Parque Novilha de Prata – Vaquejada de Itapebussu. Foto de Dadynha Saturnino

 

No roteiro turístico destaque para o Museu da Cachaça/Complexo Turístico iPark e Cascatinha Clube de Serra, atrativos naturais de excelentes infraestruturas para lazer e a prática de esportes de aventura, direcionados ao público de diferentes idades. Solar do Bonifácio Câmara (abriga a Biblioteca Municipal), Sociedade Artística (Teatro), Museu da Cidade (antiga Delegacia), Teatro Pedro Gomes de Matos (aguardando conclusão de reforma), Casa de Cultura Capistrano de Abreu (funciona a FITEC), Solar dos Correia (local da Pousada Maranguape, entre outros estabelecimentos comerciais), Solar dos Sombra (funciona a Caixa Econômica Federal) e Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha fazem parte do roteiro de visitas arquitetônicas, históricas e religiosas.

 

Complexo Turístico iPark. Foto de Dadynha Saturnino

 

Rua Major Agostinho. Corredor cultural de Maranguape. Foto de Dadynha Saturnino

 

Museu da Cidade. Foto de Dadynha Saturnino

 

Solar dos Correia e Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha. Foto de Dadynha Saturnino

 

Ainda, a Casa onde nasceu Chico Anysio que em breve dará lugar a um Museu sobre o artista e o Mercado Municipal onde você encontra de tudo desde frutas e verduras à ervas medicinais e alimentos ainda vendidos à granel.

 

Malga Di Paula, viúda do Chico Anysio, visita com a mãe Udila Agnol, a casa onde o humorista nasceu e morou, em Maranguape. Foto de Dadynha Saturnino

 

Um pouco do que você encontra no Mercado Municipal. Foto de Dadynha Saturnino

 

Mas, quem vem à Maranguape também precisa conhecer as figuras folclóricas da cidade, as personalidades do dia a dia, como o jornaleiro Mamão, o Pedim do Som, o Juvenal da Pamonha entre outras “personas” que enchem de informação e graça a vida de quem por elas passa.

 

Mamão, o Cidadão da informação. Foto de Dadynha Saturnino

 

Pedim do Som publicidade volante. Foto de Dadynha Saturnino

 

No campo da gastronomia temos o Restaurantes Cabana da Serra (regional e italiana) e Paulinho Grill. Este último tem no seu cardápio pratos das culinárias regional, italiana e oriental sendo considerado o point dos maranguapenses. Às terças feiras ocorre o tradicional Festival do Sushi bastante apreciado por moradores locais e de cidades circunvizinhas. A localização em frente à Praça Capistrano de Abreu, no coração da cidade, convida a todos para saborear as deliciosas comidas em contato direto com a natureza e com alegre acolhida de nossa gente. Na rua 13 de Maio encontram-se os Restaurantes Cantina Della Nonna (italiano) no bairro da Guabiraba e o Pé de Serra (regional), no Centro.

 

Restaurante Paulinho Grill. Foto de Dadynha Saturnino

 

Venha à Maranguape, seja bem vindo ao lugar que ainda preserva parte da Mata Atlântica em sua serra.

Você vai se apaixonar.

 

Publicidade

Maranguapense Douglas Paz aborda a seca e a chuva em seus poemas

Por Dadynha Saturnino em Cultura

19 de Fevereiro de 2013

O leitor Danilo Barrocas indicou os poemas de Douglas Paz para serem publicados no Blog News Maranguape by Dadynha Saturnino. O maranguapense, de apenas 16 anos, faz o curso de Técnico em Enfermagem na Escola Profissionalizante Santa Rita em tempo integral e nos finais de semana ajuda o amigo Danilo em suas entregas de alface.

Douglas Paz. Arquivo Pessoal

Douglas Paz. Arquivo Pessoal

Seus textos poéticos falam sobre tristeza que sente por causa da seca, do período de estiagem que maltrata o homem do campo na Região Nordeste, principalmente no nosso Ceará e a sua felicidade em ver as chuvas caindo.

Confiram:

Poesia feita em 13 de fevereiro de 2013

Orgulho de Ser Nordestino

Paixão pelo meu Ceará

Um dia já pensei em estudar

Pra ser Doutor e daqui desabar

Mas pensei melhor

E me toquei

Que aqui é meu lugar

Lá fora ninguém vai me amar

Pois aqui é que é meu lar

Isso sem falar que

Como lá fora eu ia viver?

Sem minhas “proza do gado” e meu “forró a cantar”?

Sem minhas belas praias a me banhar

O meu lindo mar

Que a maioria do meu povo

Com tua fartura se faz sustentar

Seja na pescaria ou no turismo

Que os viajantes faz encantar

Eu sei que agora pode tá tudo seco

Sem nenhuma planta brotar

O gado morre sem parar

Mas eu tenho a fé

Que isso a de “miorá”

Peço a todo nordestino

Que a Deus pelo menos uma vez ao dia

Vamos implorar

De joelhos no chão suplicar

E sem sobra de duvida

Meu pai vai nos escutar

Avante meu povo

Pro nosso forrozão

A gente feliz

Poder voltar a cantar sem parar

E viva meu Ceará

E o Nordeste sem falar

 

Poesia feita em 15 de fevereiro de 2013

É

Parece que Deus ouviu minhas preces

E resolveu me abençoar

Mandando muita chuva pro meu Ceará

E é por isso minha gente, que de felicidade eu vou cantar

Há muito tempo sertanejo vinha a chorar

Com a seca que nos faz castigar

Mas agora há de “miorar”

Porque a fé nos ajudou a “se” salvar

E foi de joelhos no chão a implorar

Que hoje chove no meu Ceará

Mas,

Não se contente

Porque não é em todo lugar

Do Cariri ao Quixadá

Tem muita gente a se lamentar

Solução é cair de joelhos no chão

E pedir perdão

Pra ver se o nosso “Pai” nos ajuda a escapar

E fé em Deus

Meu Ceará

Que só a fé pode nos ajudar

Publicidade

Maranguapense Douglas Paz aborda a seca e a chuva em seus poemas

Por Dadynha Saturnino em Cultura

19 de Fevereiro de 2013

O leitor Danilo Barrocas indicou os poemas de Douglas Paz para serem publicados no Blog News Maranguape by Dadynha Saturnino. O maranguapense, de apenas 16 anos, faz o curso de Técnico em Enfermagem na Escola Profissionalizante Santa Rita em tempo integral e nos finais de semana ajuda o amigo Danilo em suas entregas de alface.

Douglas Paz. Arquivo Pessoal

Douglas Paz. Arquivo Pessoal

Seus textos poéticos falam sobre tristeza que sente por causa da seca, do período de estiagem que maltrata o homem do campo na Região Nordeste, principalmente no nosso Ceará e a sua felicidade em ver as chuvas caindo.

Confiram:

Poesia feita em 13 de fevereiro de 2013

Orgulho de Ser Nordestino

Paixão pelo meu Ceará

Um dia já pensei em estudar

Pra ser Doutor e daqui desabar

Mas pensei melhor

E me toquei

Que aqui é meu lugar

Lá fora ninguém vai me amar

Pois aqui é que é meu lar

Isso sem falar que

Como lá fora eu ia viver?

Sem minhas “proza do gado” e meu “forró a cantar”?

Sem minhas belas praias a me banhar

O meu lindo mar

Que a maioria do meu povo

Com tua fartura se faz sustentar

Seja na pescaria ou no turismo

Que os viajantes faz encantar

Eu sei que agora pode tá tudo seco

Sem nenhuma planta brotar

O gado morre sem parar

Mas eu tenho a fé

Que isso a de “miorá”

Peço a todo nordestino

Que a Deus pelo menos uma vez ao dia

Vamos implorar

De joelhos no chão suplicar

E sem sobra de duvida

Meu pai vai nos escutar

Avante meu povo

Pro nosso forrozão

A gente feliz

Poder voltar a cantar sem parar

E viva meu Ceará

E o Nordeste sem falar

 

Poesia feita em 15 de fevereiro de 2013

É

Parece que Deus ouviu minhas preces

E resolveu me abençoar

Mandando muita chuva pro meu Ceará

E é por isso minha gente, que de felicidade eu vou cantar

Há muito tempo sertanejo vinha a chorar

Com a seca que nos faz castigar

Mas agora há de “miorar”

Porque a fé nos ajudou a “se” salvar

E foi de joelhos no chão a implorar

Que hoje chove no meu Ceará

Mas,

Não se contente

Porque não é em todo lugar

Do Cariri ao Quixadá

Tem muita gente a se lamentar

Solução é cair de joelhos no chão

E pedir perdão

Pra ver se o nosso “Pai” nos ajuda a escapar

E fé em Deus

Meu Ceará

Que só a fé pode nos ajudar