Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

redução

Portaria Virtual pode reduzir a taxa condominial em até 50%

Por Oswaldo Scaliotti em Novos Produtos

07 de Março de 2017

 

A economia substancial se dá principalmente porque um dos maiores gastos dos condomínios é com a mão de obra dos funcionários, sejam eles próprios ou terceirizados.

Morar em condomínio tem suas vantagens e desvantagens, mas, quase sempre, um dos principais motivos para fazer a opção por esse tipo de moradia é a segurança. Dentre os contras está a obrigação de pagamento da taxa condominial que, dependendo do apartamento, pode ser bem alta. Pensando nisso, alguns condomínios estão apostando em mudanças para diminuir os gastos e, por consequência, diminuir a tarifa cobrada mensalmente aos condôminos. Dentre essas mudanças está a substituição dos porteiros por uma portaria virtual.

A portaria virtual tem como objetivo manter toda a parte operacional da portaria convencional em um ambiente remoto (sem a presença do porteiro no condomínio), que tem todo o aparato tecnológico, bem como profissionais capacitados para realizar toda a contingência das demandas de portaria e com alta segurança. Em Fortaleza, a Hiseg Soluções Tecnológicas foi a pioneira nesse tipo de serviço, cuja demanda cresceu consideravelmente no ano passado. Atualmente, a empresa possui 16 contratos ativos.

Dentre os principais benefícios da portaria virtual está a substancial economia que ela proporciona aos condomínios, uma vez que um dos maiores custos condominiais é com a folha de pagamento dos seus funcionários, sejam eles próprios ou contratados por meio de empresa de mão-de-obra terceirizada. Com esse serviço, o condomínio precisa manter no seu quadro de colaboradores apenas o zelador. Segundo o diretor administrativo da Hiseg, Harrison Pinho Júnior, a portaria Virtual sai até 80% mais barato que uma portaria convencional e a taxa de condomínio pode ser reduzida em até 50%. “Após um ano de prestação do serviço de portaria virtual, o condomínio chega a economizar até R$ 100.000,00. Se somadas as economias de todos os condomínios atendidos, ao final de cada ano, a economia ultrapassa um milhão de reais”, reforça.

Além da diminuição da taxa condominial, outra grande vantagem da virtualização de portaria é o aumento da segurança. “Nesse tipo de serviço, além de o porteiro virtual não poder ser rendido por bandidos, pois ele fica na base digital da Hiseg, o controle dos acessos ao condomínio é mais rigoroso, seja por meio do portão de pedestre, seja pela garagem. Outra característica da portaria virtual que garante uma maior segurança para os condomínios é o fato de que para a implantação do serviço é feita também a instalação de câmeras em todos os acessos, bem como alarmes, tudo já incluso no valor mensal pego pelo serviço”, relata Harrison Júnior.

Sobre a implantação da portaria virtual da Hiseg, a diretora operacional, Sarah Castro, conta que são utilizados os mais modernos equipamentos do mercado com tecnologia avançada que garantem um serviço de qualidade e seguro. “São utilizados cabos de fibra ótica para internet, câmeras que geram imagens de alta qualidade e geradores para o caso de queda de energia, que proporcionam uma autonomia de até duas horas para os equipamentos. Após esse prazo, caso a energia não volte, enviamos um porteiro presencial”, reforça. Dentro do serviço, a Hiseg pode ainda intervir remotamente no acionamento de luzes, ativação da irrigação ou qualquer necessidade de telecomando.

No entanto esse tipo de serviço não é indicado para todos os condomínios, o perfil ideal são condomínios de até 60 unidades. Em Fortaleza, existem pelo menos três mil condomínios nesse perfil. Essa limitação se dá principalmente para garantir a prestação de um serviço seguro e de qualidade. A portaria virtual pode ser implantada 24 horas, mas também somente para o período noturno, reduzindo os gastos com portaria pela metade. Além disso, o serviço se adequa tanto para condomínios residenciais, quanto comerciais.

Portaria Virtual Hiseg

Pioneira no Estado do Ceará no serviço de portaria virtual e monitoramento à distância, a Hiseg identificou o serviço de virtualização de portaria como uma oportunidade de mercado, em razão dos altos custos com mão de obra presencial dos condomínios com até 60 unidades. Em um ano de operação a Hiseg conta hoje com 16 contratos, que trouxeram muita inovação, segurança e conforto para seus clientes.

A Portaria Virtual é um moderno sistema de atendimento 24 horas, que realiza todas as tarefas de um porteiro com a mesma praticidade e eficiência. O serviço consiste na mudança de porteiros físicos por operadores remotos, em que estes tratam todas as situações dos serviços de portaria remotamente em uma Central de Controle Operacional, mantendo em perfeita ordem as situações no local, com serviço imperceptível aos moradores, visitantes e prestadores de serviços.

Toda a comunicação entre o apartamento e a central é gratuita, 24 horas por dia. Também é possível transferir as ligações do interfone para o seu celular. Além disso, a central armazena todos os recados enquanto o morador viaja. Em caso de emergências médicas, policiais ou serviços de manutenção necessários, a central comunica imediatamente as entidades responsáveis.

Como funciona

Para os moradores:

  1. O morador utiliza um controle de acesso usando um tag ou o novo App OutKey para celular, que permite a passagem de forma fácil e rápida;
  2. Um controle de garagem anticlonagem e identificado permite entradas e saídas rápidas para os moradores;
  3. Função alerta de carona. Comunica à central caso algum intruso aproveite sua entrada no condomínio para invadir;
  4. Caso haja uma situação de risco, o morador pode acionar a empresa de segurança (pânico silencioso) através dos controles de acesso. As ligações e os vídeos são gravados remotamente, permitindo registro do acesso de moradores, visitantes e prestadores de serviço.

Para os visitantes:

  1. Ao chegar ao prédio, o visitante aciona o interfone;
  2. Um sinal é enviado diretamente do condomínio para a empresa;
  3. O atendente fala com o visitante e o vê pelo circuito de câmeras;
  4. O atendente entra em contato com o morador, possibilitando que ele fale com o visitante;
  5. O morador autoriza ou não a entrada;
  6. Somente após a liberação o atendente permite o acesso.
  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Dia das Mães deve movimentar R$ 243 milhões no comércio de Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de Maio de 2016

Este resultado representa redução de 8,0% em relação com 2015.

A pesquisa sobre o Potencial de Consumo do Fortalezense para o Dia das Mães, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará revela que os consumidores de Fortaleza irão movimentar cerca de R$ 243 milhões no comércio local com a compra de presentes, significando uma redução de 8,0% sobre o resultado de 2015, quando o resultado foi de 263 milhões.

Dando prioridade aos artigos de vestuário, perfumaria, calçados e bolsas, flores e aparelhos de telefonia celular, a maioria dos consumidores irá às compras – 60,3% dos entrevistados confirmaram essa intenção. O percentual é ligeiramente superior ao observado na mesma data no ano passado, quando 59,5% dos consumidores compraram presentes. Com este resultado, o Dia das Mães* permanece como a segunda melhor data comemorativa para o comércio em termos de faturamento.

 

Vestuário lidera preferência do consumidor

A preferência dos consumidores mostra-se concentrada em cinco produtos principais que, juntos, correspondem a 84,1% da intenção de compra, com preponderância dos bens de uso pessoal:

Os artigos de vestuário: citados por 35,8% dos entrevistados, é o principal produto de ambos os sexos (34,9% dos consumidores do sexo masculino e 36,7% dos consumidores do sexo feminino). O produto terá procura mais intensa entre os consumidores mais jovens (38,8% do grupo etário com até 20 anos) e de renda média (38,3% do grupo com renda familiar entre três e seis salários mínimos);

Os itens de perfumaria: com 26,3% de intenção de compra, tem como perfil do consumidor típico do sexo feminino (27,4% das respostas) e do estrato com idade acima de 36 anos (29,3%). A existência de produtos sofisticados e populares faz com que os perfumes se destaquem tanto na preferência do grupo com renda mais elevada (45,0% do estrato com renda superior a seis salários mínimos), quanto do grupo de renda média (29,2% da faixa com renda familiar entre três e seis salários mínimos);

Sapatos, cintos e bolsas: com 8,8% de intenção de compra, serão mais procurados por consumidores do sexo masculino (10,1%), dos grupos etários mais jovens (10,3% com idade até 20 anos e 10,0% com idade entre 21 e 35 anos) e renda superior a seis salários mínimos (17,5%);

Flores: com 7,2% de intenção de compra, serão mais procurados por consumidores do sexo masculino (9,9%), do estrato com idade superior a 35 anos (10,8%) e com renda familiar inferior a três salários mínimos (7,7% das respostas);

Aparelhos de telefonia celular: é o único eletrônico dentre os principais presentes. Serão mais procurados pelos consumidores do sexo masculino (6,7%), do grupo com idade de até 20 anos (8,0%) e com renda familiar de até três salários mínimos (6,6%).

 

Compra de presentes movimentará R$ 243 milhões

O faturamento previsto com a compra de presentes para o dia das mães é de R$ 243 milhões, reforçando a importância econômica dessa data comemorativa, que anima importantes segmentos do comércio varejista. O consumo médio com a compra de presentes é estimado em R$ 229. Como alguns consumidores compram mais de um presente, o gasto por presente será de R$ 160.

Diferente dos anos anteriores, quando o consumidor preferiu pagar suas compras à vista, neste ano a oferta de crédito pode ser um fator decisivo para a compra, pois 64,6% dos consumidores pretendem utilizar alguma forma de financiamento e apenas 33,9% irão utilizar o pagamento à vista. Além da possibilidade de financiamento, o consumidor estará em busca de promoções (50,9%), fará pesquisa de preços (39,6%) e estará atendo à qualidade dos produtos (24,8%).

A pesquisa também aponta que 66,5% dos consumidores pretendem comemorar o evento, sendo que 80,7% o farão em suas casas e 9,3% nas casas de parentes. Diferente do último ano, quando 7,2% dos consumidores revelaram a pretensão de comemorar em restaurantes, em 2016 apenas 1,9% o farão, com queda até mesmo no estrato de renda mais elevada (em 2015 29,9% dos consumidores com renda acima de seis salários mínimos revelaram essa intenção e apenas 6,6% do mesmo estrato confirmaram neste ano).

 

Compras se concentrarão nos finais de semana

O consumidor irá privilegiar a comodidade em suas compras, preferindo o sábado como dia mais provável para realizar a compra dos presentes (36,9%).

Os shopping centers e os centros comerciais deverão ter movimento intenso de consumidores, tendo sido citados por 33,2% e 24,0% dos consumidores, respectivamente, como locais preferenciais para as compras. O Centro da cidade e os principais corredores comerciais também mantêm sua importância, com 28,9% das respostas.

*A lista completa inclui o Natal, em primeiro lugar, seguido do Dia das Mães, Dia das Crianças, Dia dos Namorados e Dia dos Pais.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Tecnologia de mãos dadas com a sustentabilidade

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

03 de Maio de 2016

A tecnologia vem contribuindo, significativamente, com nosso dia a dia em muitos aspectos, inclusive quando o assunto é ecologia. Com os avanços tecnológicos dos últimos anos, cada vez mais pessoas e empresas do mundo todo têm apoiado iniciativas para o desuso do papel, por exemplo, que é fabricado a partir da celulose extraída das árvores. Em decorrência da sincronização, integração e armazenamento virtual de dados e da praticidade proporcionada pela internet e aplicativos de celular, o papel vem sendo substituído constantemente por computadores, smartphones, tablets e programas de armazenamento, tanto nas residências, como nos escritórios.

O papel continua entre os produtos que mais impactam ambientalmente. Por exemplo, para a fabricação de uma resma com 500 folhas A4, são consumidos 7% de uma árvore eucalipto. Para a produção de 7.500 folhas, que equivalem a 15 resmas, é necessária uma árvore inteira. Para a geração de uma tonelada de papel são necessárias duas a três toneladas de madeira, uma grande quantidade de água, e muita energia, fazendo com que a produção de papel fique em quinto lugar na lista das que mais consomem energia. A aplicação de produtos químicos altamente tóxicos na separação e no branqueamento da celulose também representa um sério risco para a saúde humana e ao meio ambiente, comprometendo a qualidade do solo, da água e dos alimentos.

Alinhada com ações de sustentabilidade, a Fortbrasil Administradora de Cartões de Crédito incentiva seus clientes a contribuir diretamente com o meio ambiente, a partir da inscrição no recurso “fatura online”, no qual o cliente passa a não receber mais a fatura tradicional impressa, podendo checar seus débitos e limites de crédito, além de outros serviços, no site da empresa ou por meio do aplicativo para smartphones.  O objetivo da empresa é que, cada dia mais, seu clientes passem a aderir a serviços de cobrança online, evitando desperdício de papel. Por isso, a Fortbrasil lançou a  promoção “Fatura Online”, apostando na adesão de seus clientes na campanha em prol do meio ambiente, que sorteará, todo mês, um cliente cadastrado no serviço, para ter sua fatura paga no valor de R$ 500,00. A campanha terá validade de um ano, com fim no dia 2 de janeiro de 2017.

Juliana Freitas, CEO da Fortbrasil, acredita que a iniciativa da empresa irá incentivar todos para uma atitude de responsabilidade com o meio ambiente. “Queremos que nossos clientes compreendam os valores da empresa e se sintam motivamos a fazer parte desta campanha, pois a adesão é voluntária, e contribuição de todos é essencial”, ressalta.

Para participar da promoção, o consumidor deverá migrar sua fatura impressa para a Online por meio do cadastro na promoção, que pode ser realizado na Central de Atendimento Fortbrasil: (85) 3304.2311 (Fortaleza e Região Metropolitana) e 0800 709 2332 (para as demais localidades).

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Tecnologia de mãos dadas com a sustentabilidade

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

03 de Maio de 2016

A tecnologia vem contribuindo, significativamente, com nosso dia a dia em muitos aspectos, inclusive quando o assunto é ecologia. Com os avanços tecnológicos dos últimos anos, cada vez mais pessoas e empresas do mundo todo têm apoiado iniciativas para o desuso do papel, por exemplo, que é fabricado a partir da celulose extraída das árvores. Em decorrência da sincronização, integração e armazenamento virtual de dados e da praticidade proporcionada pela internet e aplicativos de celular, o papel vem sendo substituído constantemente por computadores, smartphones, tablets e programas de armazenamento, tanto nas residências, como nos escritórios.

O papel continua entre os produtos que mais impactam ambientalmente. Por exemplo, para a fabricação de uma resma com 500 folhas A4, são consumidos 7% de uma árvore eucalipto. Para a produção de 7.500 folhas, que equivalem a 15 resmas, é necessária uma árvore inteira. Para a geração de uma tonelada de papel são necessárias duas a três toneladas de madeira, uma grande quantidade de água, e muita energia, fazendo com que a produção de papel fique em quinto lugar na lista das que mais consomem energia. A aplicação de produtos químicos altamente tóxicos na separação e no branqueamento da celulose também representa um sério risco para a saúde humana e ao meio ambiente, comprometendo a qualidade do solo, da água e dos alimentos.

Alinhada com ações de sustentabilidade, a Fortbrasil Administradora de Cartões de Crédito incentiva seus clientes a contribuir diretamente com o meio ambiente, a partir da inscrição no recurso “fatura online”, no qual o cliente passa a não receber mais a fatura tradicional impressa, podendo checar seus débitos e limites de crédito, além de outros serviços, no site da empresa ou por meio do aplicativo para smartphones.  O objetivo da empresa é que, cada dia mais, seu clientes passem a aderir a serviços de cobrança online, evitando desperdício de papel. Por isso, a Fortbrasil lançou a  promoção “Fatura Online”, apostando na adesão de seus clientes na campanha em prol do meio ambiente, que sorteará, todo mês, um cliente cadastrado no serviço, para ter sua fatura paga no valor de R$ 500,00. A campanha terá validade de um ano, com fim no dia 2 de janeiro de 2017.

Juliana Freitas, CEO da Fortbrasil, acredita que a iniciativa da empresa irá incentivar todos para uma atitude de responsabilidade com o meio ambiente. “Queremos que nossos clientes compreendam os valores da empresa e se sintam motivamos a fazer parte desta campanha, pois a adesão é voluntária, e contribuição de todos é essencial”, ressalta.

Para participar da promoção, o consumidor deverá migrar sua fatura impressa para a Online por meio do cadastro na promoção, que pode ser realizado na Central de Atendimento Fortbrasil: (85) 3304.2311 (Fortaleza e Região Metropolitana) e 0800 709 2332 (para as demais localidades).

  • postado por Oswaldo Scaliotti