Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

o Governo do Ceará

Governo do Ceará apresenta seu potencial logístico em feira internacional

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

21 de novembro de 2017

Com projetos promissores na área de logística, como o Hub da Air France-KLM-Gol; a parceria entre os portos do Pecém e Roterdã; além do hub tecnológico de dados da multinacional Angola Cables, o Governo do Ceará, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (SDE) e vinculadas, participa da Expolog 2017- Feira Internacional de Logística e do XII Seminário Internacional de Logística, que acontece nesta quarta (22/11) e quinta-feira (23/11), no Centro de Eventos do Ceará.

Com um stand da SDE e suas vinculadas Cearáportos, que administra o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP); Zona de Processamento de Exportação (ZPE-CE); e Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), o Governo do Ceará reúne, em um só espaço, sua linha de frente para atração de novos investimentos para o Estado. O secretário do Desenvolvimento Econômico, Cesar Ribeiro; o diretor presidente da ZPE, Mário Lima; e o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa,  também participam como palestrantes do XII Seminário Internacional de Logística.

A Expolog reúne os principais players do segmento de logística, transporte e comércio exterior do país, transportadoras; operadores portuários; companhias docas, portos e terminais; empresas exportadoras, autoridades do setor, construtores, hidroviários, aduaneiras, entre outros.

Além da localização estratégica que promove fácil acesso aos maiores mercados mundiais, o secretário do Desenvolvimento Econômico, Cesar Ribeiro,  destaca que um importante diferencial do Ceará é ter a primeira Zona de Processamento de Exportação (ZPE) em funcionamento no país, ampliando ainda mais as possibilidades de investimentos na área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). Segundo ele, com a parceria entre os Portos do Pecém e Roterdã, o Estado terá a oportunidade de tornar o porto cearense ainda mais eficiente, com melhor infraestrutura e mais competitivo, com potencial para ser um hub marítimo.

Na programação do XII Seminário Internacional de Logística temáticas importantes na área de logística estarão em discussão. No dia 22, de 15h às 18h30min, o presidente da ZPE-CE, Mário Lima Júnior, preside o painel Gestão Portuária do Futuro, que conta como um dos palestrantes o presidente da Companhia da Integração Portuária do Ceará (Cearáportos), Danilo Serpa. Já no dia 23, de 16h30min às 18h30min, o titular da SDE, Cesar Ribeiro, é um dos palestrantes do talk show Ceará Global – Oportunidades de Investimentos no Ceará, ao lado do presidente da Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Aecipp), Ricardo Parente e do diretor financeiro da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Edgar Gadelha.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Potencialidades econômicas: Adece fará mapeamento individual de recursos minerais por municípios

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

22 de julho de 2017

 
Depois de entregar o Atlas Geológico e da Mineração do Estado, o Governo do Ceará, por meio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) dará mais um passo para estimular a economia no setor. Agora, municípios cearenses estão sendo estudados individualmente com o intuito de verificar ocorrências minerais locais e fomentar a exploração das áreas por meio da atração de unidades produtivas.
 
O município de Piquet Carneiro, a 332 km da capital, acaba de ser o primeiro contemplado. A presidente da Adece, Nicolle Barbosa, entregou ao prefeito Bismarck Bezerra, um relatório sobre os recursos minerais existentes na localidade e as possibilidades de seus aproveitamentos econômicos.
 
“Fomos procurados por mais de 20 prefeitos cearenses em busca de investimentos para seus municípios gerarem trabalho e renda. Entregamos o primeiro relatório ao prefeito de Piquet Carneiro e, de posse do documento, ele agora irá conversar com os proprietários dessas áreas para estimular sua produção. Nessa primeira etapa, já estamos concluindo  também um trabalho em Cedro e outros 10 municípios serão contemplados com relatórios de suas potencialidades minerais com ou sem licenças regularizadas e que possam virar unidades produtivas”, explica Nicolle.
 
Conforme o relatório, que contou com dados do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), o município de Piquet Carneiro caracteriza-se pela existência de quartzo, quartzito, granito, manganês, ametista e mármore. Segundo Nicolle, também foram listados os nomes dos titulares das áreas. “A ideia é disponibilizar à Prefeitura a relação desses proprietários tanto das áreas quanto das licenças para que o gestor municipal estimule o início das atividades produtivas com o intuito de desenvolver a economia municipal”, completa.
 
De acordo com o assessor de Mineração da Adece, Francisco Pessoa, ainda há muito a ser explorado no estado do Ceará no que se refere ao setor de bens minerais. “O trabalho visa nortear as prefeituras cearenses e fazê-las interagirem com investidores”, opina.
 
Atlas
 
No início do mês de junho, a Adece lançou o Atlas Geológico e da Mineração do Estado do Ceará. A ferramenta, disponível no site da agência, mapeia informações sobre as riquezas minerais do Estado, bem como seus títulos legais. O trabalho permite também a visualização de toda a infraestrutura hídrica, ferroviária, rodoviária, portos, aeroportos e linhas de transmissão de energia existentes em território cearense.
 
Bilíngue, a ferramenta permite nortear empresários com intenções de investirem no Ceará, especialmente nas áreas de construção civil, agronegócio e indústria de transformação.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Potencialidades econômicas: Adece fará mapeamento individual de recursos minerais por municípios

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

22 de julho de 2017

 
Depois de entregar o Atlas Geológico e da Mineração do Estado, o Governo do Ceará, por meio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) dará mais um passo para estimular a economia no setor. Agora, municípios cearenses estão sendo estudados individualmente com o intuito de verificar ocorrências minerais locais e fomentar a exploração das áreas por meio da atração de unidades produtivas.
 
O município de Piquet Carneiro, a 332 km da capital, acaba de ser o primeiro contemplado. A presidente da Adece, Nicolle Barbosa, entregou ao prefeito Bismarck Bezerra, um relatório sobre os recursos minerais existentes na localidade e as possibilidades de seus aproveitamentos econômicos.
 
“Fomos procurados por mais de 20 prefeitos cearenses em busca de investimentos para seus municípios gerarem trabalho e renda. Entregamos o primeiro relatório ao prefeito de Piquet Carneiro e, de posse do documento, ele agora irá conversar com os proprietários dessas áreas para estimular sua produção. Nessa primeira etapa, já estamos concluindo  também um trabalho em Cedro e outros 10 municípios serão contemplados com relatórios de suas potencialidades minerais com ou sem licenças regularizadas e que possam virar unidades produtivas”, explica Nicolle.
 
Conforme o relatório, que contou com dados do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), o município de Piquet Carneiro caracteriza-se pela existência de quartzo, quartzito, granito, manganês, ametista e mármore. Segundo Nicolle, também foram listados os nomes dos titulares das áreas. “A ideia é disponibilizar à Prefeitura a relação desses proprietários tanto das áreas quanto das licenças para que o gestor municipal estimule o início das atividades produtivas com o intuito de desenvolver a economia municipal”, completa.
 
De acordo com o assessor de Mineração da Adece, Francisco Pessoa, ainda há muito a ser explorado no estado do Ceará no que se refere ao setor de bens minerais. “O trabalho visa nortear as prefeituras cearenses e fazê-las interagirem com investidores”, opina.
 
Atlas
 
No início do mês de junho, a Adece lançou o Atlas Geológico e da Mineração do Estado do Ceará. A ferramenta, disponível no site da agência, mapeia informações sobre as riquezas minerais do Estado, bem como seus títulos legais. O trabalho permite também a visualização de toda a infraestrutura hídrica, ferroviária, rodoviária, portos, aeroportos e linhas de transmissão de energia existentes em território cearense.
 
Bilíngue, a ferramenta permite nortear empresários com intenções de investirem no Ceará, especialmente nas áreas de construção civil, agronegócio e indústria de transformação.
* postado por Oswaldo Scaliotti