Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

MEI

Certificação Digital passa a ser obrigatória para empresas e MEI

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

20 de junho de 2018

A partir do mês de julho/2018, as micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais (MEI) que emitirem Nota Fiscal Eletrônica ou fizerem cadastros e consultas no e-Social terão a obrigatoriedade de realizar essas atividades por meio de Certificação Digital, conforme Resolução CGSN nº 137, de 4 de dezembro de 2017, Art. 72; Lei Complementar nº 123, de 2006, art. 26, § 7º.

A Certificação Digital veio para assegurar a validade jurídica, autenticidade e integridade nas transações realizadas pela internet. Com um Certificado Digital é possível assinar contratos e documentos digitalmente sem necessidade de reconhecimento de firma; efetuar declarações, cadastros e consultas das obrigações com o governo, como imposto de renda de pessoa física e de pessoa jurídica, sem deslocamento, com economia de tempo e dinheiro.

No site dos Correios é possível solicitar a Certificação Digital para pessoas e empresas. Bastar agendar o atendimento em uma agência credenciada e comparecer com a documentação necessária.

leia tudo sobre

Publicidade

Micro Empreendedor Individual (MEI) tem até esta sexta-feira (26) para regularizar sua situação.

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

24 de Janeiro de 2018

Anteriormente, o prazo para quitação de débitos venceria nesta terça (23). Após o vencimento, o CNPJ do MEI inadimplente será cancelado e não poderá ser reativado

Os MEIs inadimplentes que não fizeram nenhum pagamento dos impostos nos três últimos anos e que estão com as Declarações Anuais do Simples Nacional (DASN-SIMEI) atrasadas poderão ter o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) cancelado, caso não regularizem essa situação até esta sexta-feira, dia 23 de janeiro. Se o CNPJ for cancelado, ele não poderá ser reativado e o empreendedor passa a ser um trabalhador informal se continuar exercendo a atividade econômica. Segundo dados da Receita Federal, dos 603 mil microempreendedores da capital registrados até novembro de 2017, mais de 60% são inadimplentes.

O que deve ser feito para regularizar a situação? É possível parcelar os débitos? Quem perde o prazo, como deve proceder para não seguir de maneira informal? Para esclarecer estas questões relativas ao Micro Empreendedor Individual, Marcos Sá está disponível para entrevistas acerca do assunto.

Perfil Marcos Sá – Contador, formado pela Universidade Estadual do Ceará; Mestre em Controladoria, pela Universidade Federal do Ceará; Diretor da ST Assessoria e Consultoria Contábil e consultor empresarial financeiro.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

Micro Empreendedor Individual (MEI) tem até esta sexta-feira (26) para regularizar sua situação.

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

24 de Janeiro de 2018

Anteriormente, o prazo para quitação de débitos venceria nesta terça (23). Após o vencimento, o CNPJ do MEI inadimplente será cancelado e não poderá ser reativado

Os MEIs inadimplentes que não fizeram nenhum pagamento dos impostos nos três últimos anos e que estão com as Declarações Anuais do Simples Nacional (DASN-SIMEI) atrasadas poderão ter o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) cancelado, caso não regularizem essa situação até esta sexta-feira, dia 23 de janeiro. Se o CNPJ for cancelado, ele não poderá ser reativado e o empreendedor passa a ser um trabalhador informal se continuar exercendo a atividade econômica. Segundo dados da Receita Federal, dos 603 mil microempreendedores da capital registrados até novembro de 2017, mais de 60% são inadimplentes.

O que deve ser feito para regularizar a situação? É possível parcelar os débitos? Quem perde o prazo, como deve proceder para não seguir de maneira informal? Para esclarecer estas questões relativas ao Micro Empreendedor Individual, Marcos Sá está disponível para entrevistas acerca do assunto.

Perfil Marcos Sá – Contador, formado pela Universidade Estadual do Ceará; Mestre em Controladoria, pela Universidade Federal do Ceará; Diretor da ST Assessoria e Consultoria Contábil e consultor empresarial financeiro.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti