Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Cervejaria Ambev

Cervejaria Ambev leva idosas que fizeram tatuagem cervejeira para ver de perto as etapas de criação da bebida

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

14 de junho de 2019

As senhoras, unidas pela paixão por cerveja, visitaram a Cervejaria Jaguariúna, no interior de São Paulo

Vídeo-case no link aqui

 Ilda Nóboa, de 70 anos, e Therezinha Ribeiro, de 66, são amigas há mais de 30 anos e, para celebrar a amizade, decidiram fazer uma tatuagem que representasse todo esse tempo juntas e a paixão que as une: copinhos de cerveja sorrindo e de mãos dadas.

Curiosas para conhecer mais sobre o universo de que são fãs, as duas visitaram a Cervejaria Jaguariúna, no interior de São Paulo, a convite da Cervejaria Ambev. No local, tiveram a oportunidade de ver de perto todas as fases de criação e produção da cerveja.

Durante mais de duas horas, Ilda e Therezinha passaram por uma experiência cervejeira do início ao fim. Na primeira etapa, puderam acompanhar todo o processo de brassagem, quando o malte e água são misturados. Na sequência, foi possível ver os momentos de fermentação e maturação e, no momento da filtração, provar a cerveja segundos depois de pronta, direto do tanque.

A visita rendeu dois vídeos, que estão disponíveis nas redes sociais da Cervejaria Ambev, o Instagram @cervejariaambev e o Facebook facebook.com/cervejariaambev.

“A cerveja faz parte da nossa amizade há 33 anos pelo menos. Toda a semana nos encontramos na minha casa ou na dela, para bebermos uma cervejinha e conversar. E hoje pudemos passar o dia no meio do que mais gostamos: cerveja”, afirma Therezinha.

Para quem também quer realizar o tour cervejeiro, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco e Paraná oferecem sete opções de cervejarias abertas ao público. Todas informações e formato de inscrição podem ser encontrados em https://www.ambev.com.br/beer-lovers/. A participação é restrita para maiores de 18 anos.

Ficha Técnica

Agência: SUNSETDDB

Título da campanha: Amigas de Copo

Anunciante: Cervejaria Ambev

Produto: Ambev Institucional

CCO: Guilherme Jahara

Co – Presidentes: Guilherme Jahara e Ligia Vulcano

Diretor de Criação: Marcio Juniot

Criação: Gabriel Nogueira, Xan Arakawa, Guigo Oliva, Rafael Britzki e Cesar Russo

Atendimento: Bianca Bizello e Janaina Venhasque

Diretora de Social Media, Content e Influencers: Inaiara Florêncio

Coordenador de Social Media: Fabio Machado

Community ManagerGabriel Nogueira

Head de Produção: Patricia Benetti

RTV: Rodrigo Luchini

Produtora: Casa da Criação

Diretor de Produção: Rodrigo Luchini

Direção: Ciro Neves e German Espiaut

Câmera: Ciro Neves

Montagem / Finalização: German Espiaut

Aprovação do cliente: Bruno Rigonatti e Mariana Taborda

Publicidade

Cervejaria Ambev lança LEGÍTIMA, uma cerveja cearense valendo

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

13 de junho de 2019

Divertida e saborosa, a cerveja LEGÍTIMA leva mandioca na receita e é feita exclusivamente para o Ceará, com o selo de qualidade da Cervejaria Ambev

A Cervejaria Ambev lançou nesta quinta-feira (13), uma nova cerveja que traduz toda a personalidade do povo cearense. A LEGÍTIMA é uma cerveja cearense valendo, desde a origem no campo, até a mesa do consumidor.

A LEGÍTIMA, como o próprio nome diz, é inspirada na legitimidade do cearense em reafirmar sua verdade, sua identidade, seus valores culturais, suas tradições e costumes. “Criamos a LEGÍTIMA para homenagear o Ceará”, afirma Jean Jereissati, presidente da Cervejaria Ambev. “A essência desta nova cerveja é o que o Ceará tem de mais valioso: o brilho no olhar deste nosso povo, que é por si só, fonte diária de inspiração”, destaca.

O mestre cervejeiro Leon Maas, explica que a LEGÍTIMA é uma cerveja do tipo American Lager, um sabor local autêntico e único. Ideal para ser consumida em qualquer ocasião. “Ela é fácil de beber e tem sabor marcante. Possui uma cor levemente dourada e espuma leve. Não exige muito protocolo. Harmoniza muito bem com a culinária local, como por exemplo, uma bela caranguejada”.

“A cerveja LEGÍTIMA possui uma identidade forte, com engajamento cultural, enraizada no desenvolvimento social”, ressalta Jaqueline Barsi, gerente de Marketing da marca. A receita leva um ingrediente para lá de especial: a mandioca, elemento tão comum nas mesas dos cearenses.

Toda a mandioca usada na receita da cerveja LEGÍTIMA, é cultivada por aproximadamente 150 pessoas da Agricultura Familiar do município de Salitre, no Extremo Sul do Ceará. “A nossa expectativa é chegar, até o final de 2021, com aproximadamente 600 pessoas da Agricultura Familiar envolvidas no projeto”, aponta Jaqueline.

Assim como todas as cervejas da Ambev, a LEGÍTIMA passa rígidos critérios de controle e qualidade. Todo o processo de produção se dá na Cervejaria Aquiraz, uma das nossas cervejarias modelo. A comercialização da cerveja LEGÍTIMA será exclusiva no Ceará, em garrafas retornáveis e em latas. O novo produto estará disponível no mercado a partir de hoje.

Cervejaria Ambev
Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

A Cervejaria Ambev no Ceará

A operação da companhia no Ceará emprega mais de 800 funcionários próprios;
A Cervejaria Ambev movimenta mais de 23 mil postos de trabalho entre diretos, indiretos e induzidos no Ceará em toda a cadeia;
Nos últimos 5 anos, a Cervejaria Ambev investiu no estado mais de R$ 114 milhões em expansão e modernização na Cervejaria Aquiraz, que além da Legítima, produz, Skol, Brahma e Antarctica, entre outras marcas;
No Ceará, além da cervejaria de Aquiraz, a companhia possui três centros de distribuição direta (Fortaleza, Itapipoca e Maracanaú);
A diretoria regional da GEO NO da Cervejaria AMBEV está instalada em Fortaleza, o que significa que a cidade sedia toda a primeira linha regional da Companhia.
A Água AMA está presente em 13 comunidades do Ceará, 7 sistemas construídos, e 6 cisternas instaladas, com 10.700 pessoas atendidas no estado. O Ceará foi o primeiro estado atendido pelo projeto.

FOTO: Cadu Alencar

Publicidade

Roteiro de férias: Cervejaria Ambev abre as portas para quem quer conhecer como se faz cerveja

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

11 de junho de 2019

 

As visitas guiadas são gratuitas e acontecem em sete cervejarias espalhadas pelo Brasil

Crédito: Divulgação

 

 Aproveitando a chegada das férias de meio de ano, quando a procura por opções de passeios começa a crescer, a Cervejaria Ambev intensifica seu programa de abertura de cervejarias e oferece tours gratuitos e guiados. As visitas são abertas ao público e podem ser realizadas às sextas, sábados, além do primeiro domingo de cada mês.

Com mais de duas horas de duração, o tour é uma experiência cervejeira do início ao fim. Na primeira etapa, os participantes conhecem todo o processo de brassagem, quando o malte e água são misturados. Na sequência, é possível ver os momentos de fermentação e maturação e, no momento da filtração, provar a cerveja segundos depois de pronta, direto do tanque. O público ainda poderá ter uma aula sobre a história da bebida com o time de mestres-cervejeiros da Cervejaria Ambev. Desde a antiguidade até os dias atuais, passando pelas escolas cervejeiras, mitos, verdades e curiosidades.

No final, os visitantes podem provar alguns rótulos elaborados pela Cervejaria Ambev harmonizados com petiscos clássicos e aprender a degustar a bebida com combinações.

Uma novidade é que também é possível agendar visitas para grupos de estudantes e empresariais, que podem ver de perto todo o processo de controle de qualidade dos ingredientes.

Todas as informações sobre os tours podem ser encontradas em https://www.ambev.com.br/beer-lovers/. A participação é restrita para maiores de 18 anos.

Saiba quais são as cervejarias abertas

Para quem está pensando em passar as férias na região Sul, Sudeste e Nordeste, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Paraná oferecem sete opções de cervejarias para visitar. Veja a lista completa e encontre aquela mais próxima do seu destino:

CERVEJARIA RIO DE JANEIRO (RJ)

Desde julho de 2018, a Cervejaria Ambev do Rio de Janeiro, inaugurada em 1996 e hoje uma das maiores do mundo, está aberta para que os interessados pelo universo cervejeiro conheçam de perto todo o processo produtivo de rótulos como Antárctica, Skol, Brahma e Bohemia.

Serviço

Cervejaria Ambev – Rio de Janeiro
Endereço: 
Estrada Rio São Paulo Nº 6011 KM 31, Campo Grande – Rio de Janeiro-RJ
Inscrições: cervejaria_rio@visitasbeerlovers.com.br
Dias e horários: Sextas e Sábados 09h30 e 13h30. 1º Domingo do mês às 10h30

CERVEJARIA ITAPISSUMA (PE)

Outra cervejaria que abriu recentemente as portas para o público, com visita guiada, foi a Cervejaria Itapissuma, em Pernambuco. Localizada a 35km da capital Recife, a cervejaria é responsável por marcas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, entre outros.

Serviço

Cervejaria Ambev – Itapissuma
Endereço: 
Endereço: Rod BR-10, KM 34, S/n – Botafogo, Itapissuma – PE
Inscrições: cervejaria_pernambuco@visitasbeerlovers.com.br

Dias e horários: Sextas 8h30 e 13h; Sábados 9h30 e 14h. 1º Domingo do mês às 10h30

CERVEJARIA AQUIRAZ (CE)

A Cervejaria Aquiraz está localizada a 30km de Fortaleza e é referência no uso de recursos naturais, especialmente no consumo de água. Instalada em 1998, a Cervejaria de Aquiraz faz rótulos como Antarctica, Brahma Chopp e Skol.

Serviço

Cervejaria Ambev – Aquiraz
Endereço: 
BR 116, 32 km – S/N – Sitio Floresta – Aquiraz – CE
Inscrições: cervejaria_aquiraz@visitasbeerlovers.com.br

Dias e horários: Sextas e Sábados 10h e 14h. 1º Domingo do mês às 10h30.

CERVEJARIA ADRIÁTICA (PR)

Cervejas como Original, Brahma, Brahma Extra, Skol, Antarctica Pilsen, Antarctica Sub Zero, Serra Malte e Budweiser, além do conhecido Chopp Brahma, são produzidos na Cervejaria Adriática. A cervejaria está localizada na cidade Ponta Grossa, na Rodovia do Café.

Serviço
Cervejaria Ambev Adriática – Ponta Grossa-PR
Endereço: Rodovia do Café, 2014, Tibagi – Ponta Grossa-PR
Inscrições: cervejaria_adriatica@visitasbeerlovers.com.br

Dias e horários: Sextas 9h e 13h30; Sábados 10h30 e 14h30. 1º Domingo do às 10h30

CERVEJARIA ÁGUAS DA SERRA (SP)

Localizada em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, a Cervejaria Águas da Serra – berço da Skol, está de portas abertas desde o início de dezembro de 2018 para receber os apaixonados por cerveja.

Serviço

Cervejaria Ambev Águas da Serra

Endereço: Estrada Ary Jorge Zeitune, 3100 – Bonsucesso – Guarulhos-SP

Inscrições: cervejaria_aguasdaserra@visitasbeerlovers.com.br

Dias e horários: Sextas 09h30 e 13h30; Sábados 10h00 e 14h30. 1º Domingo do mês às 10h

 

CERVEJARIA JAGUARIÚNA (SP)

A Cervejaria Jaguariúna, localizada a 120 Km da capital paulista e 35Km de Campinas, é mais uma cervejaria aberta para visitação do público. Lá são feitos rótulos como Stella Artois, Skol, Antarctica e Brahma.

Serviço

Cervejaria Ambev – Jaguariúna
Endereço: 
Av. Antártica, 1353, Jaguariúna/SP
Inscrições: inscricoes@visitasbeerlovers.com.br
Dias e horários: Sextas 9h30 e 23h30; Sábados 10h e 14h30. 1º Domingo do mês às 10h

CERVEJARIA AGUDOS (SP)

Localizada no interior de São Paulo, a Cervejaria Agudos está aberta para quem quer conhecer mais sobre o universo cervejeiro, mais especificamente como são criados rótulos como Brahma, Skol e Antarctica, além do nacionalmente conhecido Chopp Brahma.

Serviço
Cervejaria Ambev – Agudos
Endereço: 
Rodovia Marechal Rondon, Km. 317 – Agudos – SP
Inscrições: cervejaria_agudos@visitasbeerlovers.com.br

Dias e horários: Sextas 9h e 13h30; Sábados 10h e 14h. 1º Domingo do mês às 10h

Publicidade

Cervejaria Ambev vai inaugurar mais de 30 usinas solares pelo Brasil até março de 2020

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de junho de 2019

As plantas solares vão abastecer 100% dos centros de distribuição da companhia, de onde saem os mais de 200 rótulos de cerveja para todo o país

 

 Em mais um passo importante rumo à sua meta de ter 100% da eletricidade que comprar proveniente de fontes limpas até 2025, a Cervejaria Ambev, dona de marcas como Skol, Brahma e Budweiser, irá inaugurar 31 usinas solares em todo o Brasil até março de 2020. Em uma iniciativa pioneira no setor, as plantas vão produzir energia o suficiente para abastecer todos os 94 centros de distribuição direta (CDD) que a companhia mantém no país.

Ainda em 2019 serão abertos 25 parques, com capacidade para atender 90% de todos os CDDs, de onde saem os mais de 200 rótulos de cerveja da companhia para os pontos de vendas espalhados pelo país.

As usinas solares irão funcionar por meio de geração distribuída, ou seja, a energia gerada por cada planta solar equivale à quantidade utilizada pelos CDDs e será disponibilizada para a grade pública da região em que está instalada. A implementação dos parques, que contarão com mais de 50 mil painéis solares e capacidade de geração de 2.600MWh por mês, evitará que mais de 2,9 mil toneladas de CO2 sejam emitidas anualmente, o que corresponde à retirada de 744 mil carros das ruas no mesmo período.

Quase metade das cervejarias da companhia já são alimentadas por fontes limpas e renováveis com queima de biomassa de madeira e óleo vegetal. A mudança na operação começou há mais de três anos e nas unidades de Ponta Grossa e Uberlândia, por exemplo, essas fontes já representam mais de  90% da matriz energética.

“Para nós, é a realização de um sonho conseguirmos abastecer 100% dos nossos CDDs com energia limpa. A instalação das plantas solares é um marco em nossa história e temos certeza do reflexo positivo que essa iniciativa terá sobre as próximas gerações e o meio ambiente” afirma Leonardo Coelho, diretor de sustentabilidade e suprimentos da Cervejaria Ambev.

As iniciativas da Cervejaria Ambev voltadas à energia solar começaram a sair do papel no fim de 2018. Em dezembro passado, a companhia anunciou a construção de sua primeira usina solar, localizada na cervejaria de Uberlândia, em Minas Gerais. A planta será inaugurada no início do segundo semestre de 2019 e terá capacidade para abastecer a operação de todos os 13 centros de distribuição mantidos no estado.

No início de 2019, a Cervejaria Ambev também concluiu a instalação de mais de duas mil placas solares em seu Centro de Inovação Cervejeira (CIT), localizado no Rio de Janeiro. Juntas, as placas podem produzir até 720 kWp de geração, o suficiente para abastecer 100% operações da unidade durante o período do dia com maior incidência de sol. Esse é o primeiro dos seis centros de inovação que a AB InBev mantém ao redor no mundo que é alimentado por energia limpa

Outra iniciativa pioneira anunciada no último ano foi a parceria com a Volkswagem Caminhões & Ônibus para o primeiro caminhão 100% elétrico da América Latina, com zero emissão de CO2, NOX e microparticulados. Até 2023, mais de 1/3 da frota que atende às operações da Cervejaria Ambev será composta por veículos do tipo, deixando de emitir mais de 30,4 mil toneladas de carbono por ano em sua cadeia logística. O plano é que os caminhões sejam 100% alimentados pela energia solar dos CDDs.

A sustentabilidade socioambiental é um pilar central do negócio da Cervejaria Ambev. Em 2018, a companhia anunciou suas quatro novas metas ambientais, que devem ser atingidas até 2025. Os compromissos, definidos pela AB InBev globalmente, são divididos em quatro pilares:

 

  1. Ações Climáticas: 100% da eletricidade comprada pela Cervejaria Ambev deve ser advinda de fontes renováveis. Além disso, a cervejaria vai reduzir em 25% as emissões de carbono ao longo da sua cadeia de valor.
  2. Embalagem Circular: 100% dos produtos da Cervejaria Ambev devem estar em embalagens retornáveis ou que sejam majoritariamente feitas de conteúdo reciclado.
  3. Gestão de Água: melhorar de forma mensurável a disponibilidade e a qualidade da água para 100% das comunidades em áreas de alto estresse hídrico com as quais a cervejaria se relaciona.
  4. Agricultura Inteligente: 100% dos agricultores parceiros da cervejaria devem estar treinados, conectados e com estrutura financeira para desenvolver um plantio cada vez mais sustentável.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Cervejaria Ambev anuncia R$ 2 bilhões em investimentos no Brasil, somente em 2019

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

04 de junho de 2019

A Cervejaria Ambev anunciou que seus investimentos no Brasil devem ultrapassar a casa dos R$ 2 bilhões durante o ano de 2019. O investimento será na produção de cervejas premium e puro malte, e em inovações. O anúncio foi feito durante encontro realizado entre Bernardo Paiva, presidente da Cervejaria Ambev, e o Ministro da Economia, Paulo Guedes, para conversar sobre os investimentos que a companhia vem fazendo no país.

Publicidade

Cervejaria Ambev promove discussão sobre a importância da troca com o terceiro setor 

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

09 de Maio de 2019

  • O evento marcou o início do VOA 2019, programa voluntário de mentoria para ONGs
  • O bate-papo contou com a participação de Bernardo Paiva, presidente da cervejaria, o ex-judoca e fundador do Instituto Reação, Flávio Canto, e a professora Maria Cecília Lins, fundadora e diretora executiva do Instituto Pró-Saber SP

 A edição de 2019 do VOA, programa da Cervejaria Ambev de mentoria voluntária e capacitação em gestão para ONGs, teve seu início no último dia 03, em um encontro entre os funcionários da companhia, incluindo o presidente Bernardo Paiva, e os representantes das 54 organizações participantes. Como introdução à aula inaugural do programa, Bernardo participou de um bate-papo sobre a importância da troca de conhecimentos entre as empresas privadas e o terceiro setor.

Compondo a mesa, estiveram presentes o ex-judoca e medalhista olímpico Flávio Canto, fundador do Instituto Reação, e Maria Cecília Lins, fundadora e diretora executiva do Instituto Pró-Saber SP. Ambas as organizações participaram do VOA 2018, sendo que a última foi selecionada como vencedora da edição, com o melhor projeto de conclusão apresentado. A mediação foi feita por Monique Evelle, ativista do movimento negro e criadora da Desabafo Social, organização que utilizava a comunicação e novas tecnologias para a promoção dos Direitos Humanos.

A conversa foi inspirada na convicção da Cervejaria Ambev de que as empresas podem contribuir com o desenvolvimento de organizações sociais não só por meio de aporte financeiro, mas principalmente compartilhando conhecimentos relacionados a gestão de pessoas e projetos, orçamentos, ferramentas de comunicação, entre outros.

“A população tende a enxergar esses dois universos como muito distantes, mas na verdade existem mais coisas em comum do que se imagina. Muitas ferramentas de gestão podem ser aplicadas em ambos os casos – tendo sempre em mente que adaptações devem ser feitas com base na realidade de cada organização”, explica Bernardo Paiva.

Os participantes tiveram a oportunidade de compartilhar suas visões a respeito dessa troca, falando também sobre a importância do incentivo a esse tipo de parceria no país. Além disso, Maria Cecília e Flávio contaram sobre suas experiências e aprendizados no VOA.

Para Maria Cecília, a relação de troca entre o mundo privado e o terceiro setor é essencial. “Geralmente, o setor privado e as organizações não se sentam na mesa para trocar visões de mundo complementares. Por isso, a experiência no VOA foi muito rica, proporcionando momentos importantes de escuta”.

Flávio Canto concorda com a afirmação, reforçando que “apesar de negócios diferentes, estamos todos no mesmo barco e queremos gerar um impacto positivo na sociedade”. Além disso, destacou a necessidade de se quebrar paradigmas do terceiro setor, que muitas vezes tende a não olhar seus próprios resultados, focando apenas no operacional do trabalho – algo aprendido também ao longo do programa.

O ex-judoca destaca ainda que “contribuir com o desenvolvimento das organizações sociais do país, como faz a Cervejaria Ambev, é um exemplo importante a ser seguido”.

“Entendemos que a atuação das ONGs é de extrema importância para a construção de um mundo mais solidário. Por isso, ao trocar experiências com essas organizações, nossa ideia é ampliar seu impacto e criar, em conjunto, um legado permanente de boas práticas”, complementa o presidente da cervejaria.

Por fim, Bernardo ressalta que não só as ONGs ganham com o projeto. “O VOA humaniza a Companhia. Além de nos aproximar ainda mais do terceiro setor, o programa nos traz uma nova visão sobre diversos aspectos e incentiva a reflexão sobre melhorias no nosso próprio negócio. A experiência une os funcionários, que se sentem mais motivados ao saberem que fazem parte da construção de um mundo melhor, nosso maior sonho”, finaliza.

Sobre o VOA 2019

Para esse ano, 54 ONGs de todo o país, entre mais de 330 inscritas, foram selecionadas para receberem o curso em gestão. Mais de 400 funcionários se candidataram para serem os voluntários.

As aulas acontecem por meio de encontros presenciais e módulos online e abordam conteúdos sobre gestão de orçamento, gerenciamento de projetos, elaboração de metas, planos de carreira, dentre outros. Na conclusão do programa, as ONGs apresentarão um projeto prático realizado com base no que aprenderam, sendo que o mais bem avaliado receberá um auxílio financeiro.

O VOA está em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 1, 4, 8, 10 e 17 da ONU, que buscam um mundo mais inclusivo e sustentável.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

“Mracas da Crevejaria Amebv trocam os noems para alretar sbore o conusmo intelignete de bebdias aclóolicas” 

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de Abril de 2019

Brahma, Skol, Budweiser, Stella Artois e outras marcas se unem em ação inédita pela conscientização de consumidores sobre bebida e direção; Iniciativa acontece no mês internacional da segurança no trânsito 

Pela primeira vez na história, a Cervejaria Ambev une suas marcas em prol do consumo inteligente de bebidas alcoólicas. No mês dedicado à conscientização da segurança no trânsito, a campanha recém-lançada convida os consumidores a pensarem sobre os efeitos que o álcool tem no organismo e reforça a importância de se beber com responsabilidade, ou seja, nunca quando for dirigir e sempre com moderação.

De forma bem-humorada, as peças trazem os logos das marcas com suas letras trocadas, provocando a reflexão do público sobre como, às vezes, parece que está tudo em ordem, mas na realidade não está.

A campanha nacional estreou neste domingo, 28/04, com inserções antes e durante a transmissão da primeira rodada do campeonato brasileiro pela Globo. Sem explicar nada, os tradicionaisinserts da marca Brahma foram trocados e divulgados com o logo “Bhamra”.

O objetivo era chamar a atenção de quem assistia ao jogo para os efeitos que bebidas alcoólicas podem ter quando não são consumidas com responsabilidade. Paralelamente, as marcas Skol, Budweiser, Stella Artois e Antarctica alteraram as fotos dos perfis de suas redes sociais para logos com letras trocadas, provocando dúvidas em seus seguidores.

“Queremos convidar quem bebe cerveja a fazer uma reflexão: da mesma maneira que a gente acha que as letras estão em ordem num primeiro momento, e depois percebe que não estão, tem vezes que as pessoas bebem e acham que está tudo em ordem para dirigir, quando na verdade não está. É natural com o passar dos anos que as campanhas de consumo inteligente, como todas as outras, precisem ser reinventadas. Por isso, vimos que era o momento de dar um passo além e estamos usando a força de nossas marcas por um objetivo único: alertar que  o consumo de bebidas alcoólicas não deve nunca ser associado à direção”, comenta Alexandre Costa, diretor de Marketing da Cervejaria Ambev.

A campanha fica no ar até o dia 13 de maio em mídias online e offline de todo o Brasil e é assinada pela agência Sunset DDB.

Sobre a plataforma de Consumo Inteligente da Cervejaria Ambev

Desde o seu lançamento, em 2003, a plataforma de Consumo Inteligente da Cervejaria Ambev já firmou parcerias com uma rede envolvendo diversos agentes, com o foco claro de reduzir o consumo nocivo de bebidas alcoólicas, ou seja, associado à direção, em excesso e por menores de idade.

“Nós não temos nenhum interesse no lucro proveniente do consumo nocivo dos nossos produtos. Somente uma atuação conjunta e permanente de todas as esferas da sociedade pode superar o desafio de criar no Brasil uma cultura de responsabilidade e respeito quando falamos sobre consumo de bebidas alcoólicas”, comenta Anna Paula Alves, responsável pela área de consumo inteligente da Cervejaria Ambev.

A Skol, por exemplo, foi a primeira marca do país a abordar o tema, em 2001, com uma vinheta na qual latinhas se transformavam em táxi. A marca lançou ainda o conceito do “Motorista da Rodada”, um “herói” da turma que deixa de beber para levar os amigos em segurança para a casa. Desde então, o tema já foi abordado de diferentes formas, institucionalmente e pelas marcas de maneira individual.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Cervejaria Ambev abre as portas para cervejeiros ciganos e oferece expertise para quem quer produzir a bebida 

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

23 de Abril de 2019

 

O projeto, pioneiro entre cervejarias de grande porte, já terá seu primeiro rótulo em maio

 

 

Conhecimento cervejeiro, criatividade e qualidade na produção. A partir de agora os cervejeiros ciganos, aqueles que não possuem estrutura própria, passam a ter uma nova oportunidade de criar, produzir e levar seus rótulos a mais consumidores. A Cervejaria Ambev, que possui mais de 700 rótulos em todo o mundo, vai abrir as portas para novos produtores, com o objetivo de fomentar a cultura cervejeira no país e fortalecer o mercado. Esta é a primeira vez que uma cervejaria de grande porte oferece esse tipo de parceria. A iniciativa vai acontecer na primeira cervejaria do Brasil, a Bohemia, localizada em Petrópolis, que também abriga o 1º Museu de cerveja da América Latina. Além do simbolismo, a cervejaria possui equipamentos de ponta e toda estrutura necessária para produzir os mais variados tipos de receitas e rótulos.

“Queremos compartilhar nossa expertise e fortalecer ainda mais o mercado cervejeiro, oferecendo os mais de 800 anos que temos acumulado de conhecimento e fazendo com que mais cervejarias possam produzir mais e com mais qualidade. Não vamos ter qualquer tipo de lucro com o projeto. Nosso foco é o consumidor, que terá à disposição cada vez mais rótulos, estilos, aromas e sabores diferentes”, reforça Marcelo Tucci, diretor de cervejarias artesanais da Cervejaria Ambev.

A primeira cervejaria a fazer parte da iniciativa é a Motim, do Rio de Janeiro. A cerveja criada será produzida com a utilização de toda a estrutura da Cervejaria Bohemia, como maquinários e controles de qualidade, além dos insumos e acompanhamento de mestres-cervejeiros da Cervejaria Ambev, que também prestarão consultoria durante todas as etapas do processo produtivo.

Além da produção, a Cervejaria Ambev também pode oferecer suporte para embalagens, distribuição e, até mesmo, direcionar a participação em eventos relevantes do mercado cervejeiro. “Queremos criar um ecossistema ao lado de nossos parceiros compartilhando conhecimento cervejeiro da forma mais ampla possível”, complementa Tucci.

Ainda, a partir desta parceria, as cervejarias ciganas podem ganhar mais escala de produção, tendo oportunidades melhores de visibilidade e acessibilidade, inclusive, em termos de distribuição para PDVs de todo o país. Os cervejeiros também contarão com a Nano Cervejaria da Bohemia, uma estrutura completa para a produção de 250 litros de cerveja, para testar e desenvolver receitas experimentais em chopp.

“Acreditamos que a criatividade e a diversidade são necessárias para o crescimento do movimento cervejeiro. Como nós, a Cervejaria Ambev compartilha deste pensamento e por isso estamos felizes em fazer parte de um projeto que promete ser muito importante para o futuro da cerveja no Brasil. Acredito que marcará uma nova fase do mercado cervejeiro no país”, comenta Salo Maldonado, fundador da MOTIM.

A expectativa é que, no caso da Motim, sejam produzidos até 6mil litros do primeiro rótulo, a Hoppy Lager Hell de Janeiro.

Publicidade

Dicas da Cervejaria Ambev ajudam empresas a economizarem 44 milhões de litros de água em um ano

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de Abril de 2019

O programa SAVEh, da cervejaria, foi fundamental para preservar um volume de água suficiente para abastecer o Aeroporto de Congonhas (SP) por mais de dois meses

Abril de 2019 – No intervalo de um ano, a Cervejaria Ambev ajudou dez empresas a economizarem, juntas, 44 milhões de litros de água. Isso é apenas um recorte do programa SAVEh (Sistema de Autoavaliação da Eficiência Hídrica), criado em 2016 e que já conta com cerca de 160 participantes. O objetivo é compartilhar boas práticas e conhecimento sobre gestão hídrica que a cervejaria acumulou ao longo dos anos. Foi assim que, entre 2017 e 2018, essas dez empresas deixaram de consumir um volume de água suficiente para abastecer, por mais de dois meses, o Aeroporto de Congonhas (SP) – que possui um fluxo mensal de mais de 1,5 milhão de pessoas.

“O mais legal do SAVEh é que a plataforma é totalmente gratuita, qualquer empresa pode facilmente se cadastrar e monitorar seus resultados”, afirma Filipe Barolo, gerente de sustentabilidade da Cervejaria Ambev. O programa identifica lacunas no processo produtivo, para torná-lo mais eficiente, além de ajudar na criação de um plano de ação personalizado que compartilha dicas acumuladas pela Cervejaria Ambev ao longo dos anos. “Quando o assunto é água, sempre há espaço para melhorar. Foi esse pensamento que nos permitiu construir um conhecimento valioso e que ficamos muito felizes em compartilhar”, continua o executivo.

O SAVEh ajudou as empresas cadastradas a reduzir seu consumo de água, em média, 18% no último ano. O potencial é enorme e um dos destaques, inclusive, foi uma participante que atingiu a marca de 34% de economia no período. São companhias de todas as regiões do Brasil, que atuam nos mais diversos segmentos da economia – como metalurgia, produtos alimentícios e confecção de vestuário, entre outros.

“No último ano, observamos resultados muito animadores com o SAVEh, que reforçam a importância do trabalho em equipe em prol do meio ambiente. Quando unirmos esforços, todos saem ganhando”, conclui Barolo. Para se cadastrar e obter um plano de ação personalizado, acesse o site www.saveh.com.br.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão.

A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro.

Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Cervejaria Ambev anuncia ONGs de Fortaleza selecionadas para receberem mentoria voluntária em gestão

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

11 de Abril de 2019

Programa VOA irá capacitar as organizações com técnicas de administração de processos, orçamentos e pessoas
Os voluntários são os próprios funcionários da cervejaria – incluindo a alta liderança

Abril de 2019 – A Cervejaria Ambev selecionou 52 ONGs brasileiras, entre mais de 300 inscritas, para participarem do VOA. Entre elas, a Edisca – Escola de Desenvolvimento e Integração Social para Criança e Adolescente, que promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, Iprede – Instituto da Primeira Infância, que tem foco na nutrição e educação da primeira infância, e Projeto Verde Vida, que busca a educação integral de crianças. O programa de mentoria em gestão da companhia é voluntário, em que seus funcionários contribuem com conhecimentos em diferentes áreas para que as organizações se desenvolvam, ajudando a se estruturarem melhor e ampliarem seu impacto na sociedade.

Os funcionários voluntários, especialistas em diferentes áreas de atuação, serão responsáveis por oferecer mentoria personalizada para as ONGs, sendo os “padrinhos” de cada uma e acompanhando sua evolução ao longo do programa. Para esse ano mais de 400 funcionários se candidataram.

A Edisca, uma das representantes do estado do Ceará no programa, nasceu em 1991, em meio a um cenário de desigualdade social em Fortaleza, com fatores que indicavam risco para crianças e adolescentes da região. Seu trabalho tem como foco a formação artística desse público, por meio da dança, o fortalecimento do ensino formal, com professores que oferecem um reforço do conteúdo aprendido na sala de aula, e formação para a cidadania, que é promovida em grupos de convivência facilitados por psicólogos que tratam sobre direitos humanos e da criança e adolescente, entrando em temas que se aplicam à realidade deles, como sexualidade e violência no ambiente familiar e em suas comunidades.

Para ingressar, a ONG recebe crianças entre 8 e 12 anos – porém, de acordo com Dora Andrade, fundadora, muitos permanecem na instituição por longo tempo, e por isso costumam seguir com as atividades até aproximadamente os 24 anos. “Antes, nós determinávamos um tempo limite para os jovens ficarem na ONG. Mas, com o tempo, vimos que isso não fazia sentido, já que a maioria deles tem vontade de permanecer por no mínimo cinco anos. Sendo assim, decidimos deixá-los livres para estarem com a gente até quando quiserem e precisarem. Afinal, nosso foco é na educação continuada, e queremos ampará-los pelo maior tempo possível”, conta Dora.

Com a participação no VOA, a expectativa da ONG é conhecer ferramentas e técnicas a que auxiliem na captação de recursos. Isso porque esse é seu principal desafio atualmente – obter mais recursos para melhorar cada vez mais seus projetos e fazer a manutenção da organização como um todo. Além disso, a meta é atender, ao final de 2019, pelo menos 400 alunos – atualmente, atendem 283. “Estamos muito empolgados com o programa e a possibilidade de nos desenvolvermos por meio dele – já que isso quer dizer que poderemos beneficiar mais crianças e adolescentes, que tanto precisam desse apoio. Temos certeza que será uma experiência única para nós”, afirma a fundadora.

As aulas, que acontecerão em encontros presenciais e por meio de módulos online, terão início em maio e trarão conteúdos sobre gestão de orçamento, gerenciamento de projetos, elaboração de metas, planos de carreira, dentre outros.

O VOA está em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 1, 4, 8 e 17 da ONU, que buscam um mundo mais inclusivo e sustentável. “Sempre tivemos vontade de participar mais ativamente no desenvolvimento das organizações sociais, mas ainda não tínhamos clareza sobre como fazer isso – até que percebemos que poderíamos compartilhar nossos conhecimentos e práticas de gestão. No final das contas, nós também aprendemos muito com elas, então foi uma troca rica para ambos os lados”, conta Richard Lee, gerente de Sustentabilidade da Cervejaria Ambev, que irá participar como voluntário do programa pela segunda vez.

Para Lee, o VOA é extremamente importante para a cervejaria e está alinhado com seu sonho de unir as pessoas por um mundo melhor. “O programa não só nos aproxima ainda mais do terceiro setor, como também une os próprios funcionários, que escolhem dedicar boa parte de seu tempo às ONGs. O saldo é sempre positivo: nós saímos mais realizados e felizes com nosso trabalho”, conta.

Na conclusão do programa, as ONGs apresentarão ao final de 2019 um projeto prático realizado com base no que aprenderam ao longo dos meses, sendo que o mais bem avaliado receberá um auxílio financeiro. Em 2018, as organizações participantes puderam impactar cerca de 2 milhões de pessoas após a participação no programa.

Neste ano, as participantes de 2018 também terão a oportunidade de seguir acompanhando as aulas e encontros e poderão, inclusive, trocar experiências com as novas selecionadas, contribuindo ainda mais com seu desenvolvimento.

A escolha das participantes de 2019 envolveu critérios como potencial de impacto social nas novas gerações, visão de futuro e comprometimento. Abaixo estão os nomes, regiões e áreas de atuação das selecionadas.

SERVIÇO – Sobre as ONGs selecionadas para o VOA 2019

Artes: Instituto Core de Música (Joinville/SC), Instituto Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (Joinville/SC), Em Cena Arte e Cidadania (Recife/PE), IECAP – Instituto de Educação, Esporte, Cultura e Artes Populares (Brasília/DF).

Assistência social: Instituto Severino Ballesteros (Belo Horizonte/MG), Instituto Apontar (Rio de Janeiro/RJ), Associação Obra do Berco (São Paulo/SP), Instituto Semear (São José dos Campos/SP), Um Teto Para o Meu País (São Paulo), Associação Cultural Pisada do Sertão (Poço de José de Moura/PB), Vivenda da Criança (São Paulo/SP).

Educação: Programa Neojiba (Salvador/BA), Projeto Verde Vida (Crato/CE), Embaixadores de Minas (Belo Horizonte/MG), Instituto Gil Nogueira (Belo Horizonte/MG), Serviço de Tecnologia Alternativa (Ibimirim/PE), Semente do Futuro (Rio de Janeiro/RJ), Instituto Omunga (Joinville/SC), Associação Fazendo História (São Paulo/SP), Associação Turma do Jiló (São Paulo/SP), Associação Vaga Lume (São Paulo/SP), Colégio Mão Amiga (Itapecerica da Serra/SP), Fly Associação para a Educação e Cultura (São Paulo/SP), Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial (São Paulo/SP), Instituto Beabá (São Paulo/SP), Instituto Rogerio Steinberg (Rio de Janeiro/RJ).

Esportes: Instituto Cidadania Através do Esporte (São Paulo/SP), Abraço Campeão (Rio de Janeiro/RJ).

Geração de emprego e renda: Cipó – Comunicação Interativa (Salvador/BA), Clara Amizade (Salvador/BA), Obras Sociais Irmã Dulce (Salvador/BA), Edisca (Fortaleza/CE), Iprede (Fortaleza/CE), FAC – Fundação Assis Chateaubriand (Brasília/DF), Instituto Moinho Cultura Sul-Americano (Corumbá/MS), AJAM – Associação Jaibense de Apoio ao Menor (Jaíba/MG), CUFA Minas – Central Única das Favelas de Minas Gerais (Belo Horizonte/MG), CEAPS – Centro de Estudos Avançados Social e Ambiental (Santarém/PA), ABFB – Aliança Bayeux Franco-Brasileira (Bayeux/PB), Elo Apoio Social e Ambiental (Curitiba/PR), Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Rio de Janeiro/RJ), Ecos do Futuro (Rio de Janeiro/RJ), Gastromotiva (Rio de Janeiro/RJ), Bairro da Juventude dos Padres Rogacionistas (Criciúma/SC), AFESU – Associação Feminina de Estudos Sociais e Universitários (São Paulo/SP), Associação Franciscana de Defesa de Direitos e Formação Popular (São Paulo/SP), CORE – Comunidade Reinventando a Educação (São Paulo/SP), Fundação Observatório do Livro e da Leitura (Ribeirão Preto/SP), Instituto Social Ser Mais (São Paulo/SP), Mater Dei Cam – Criação e Movimento (Atibaia/SP), Oficinas Quero (Santos/SP), ALIAR – Associação Aliança para um Futuro Melhor (Miracema/TO).

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Cervejaria Ambev anuncia ONGs de Fortaleza selecionadas para receberem mentoria voluntária em gestão

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

11 de Abril de 2019

Programa VOA irá capacitar as organizações com técnicas de administração de processos, orçamentos e pessoas
Os voluntários são os próprios funcionários da cervejaria – incluindo a alta liderança

Abril de 2019 – A Cervejaria Ambev selecionou 52 ONGs brasileiras, entre mais de 300 inscritas, para participarem do VOA. Entre elas, a Edisca – Escola de Desenvolvimento e Integração Social para Criança e Adolescente, que promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, Iprede – Instituto da Primeira Infância, que tem foco na nutrição e educação da primeira infância, e Projeto Verde Vida, que busca a educação integral de crianças. O programa de mentoria em gestão da companhia é voluntário, em que seus funcionários contribuem com conhecimentos em diferentes áreas para que as organizações se desenvolvam, ajudando a se estruturarem melhor e ampliarem seu impacto na sociedade.

Os funcionários voluntários, especialistas em diferentes áreas de atuação, serão responsáveis por oferecer mentoria personalizada para as ONGs, sendo os “padrinhos” de cada uma e acompanhando sua evolução ao longo do programa. Para esse ano mais de 400 funcionários se candidataram.

A Edisca, uma das representantes do estado do Ceará no programa, nasceu em 1991, em meio a um cenário de desigualdade social em Fortaleza, com fatores que indicavam risco para crianças e adolescentes da região. Seu trabalho tem como foco a formação artística desse público, por meio da dança, o fortalecimento do ensino formal, com professores que oferecem um reforço do conteúdo aprendido na sala de aula, e formação para a cidadania, que é promovida em grupos de convivência facilitados por psicólogos que tratam sobre direitos humanos e da criança e adolescente, entrando em temas que se aplicam à realidade deles, como sexualidade e violência no ambiente familiar e em suas comunidades.

Para ingressar, a ONG recebe crianças entre 8 e 12 anos – porém, de acordo com Dora Andrade, fundadora, muitos permanecem na instituição por longo tempo, e por isso costumam seguir com as atividades até aproximadamente os 24 anos. “Antes, nós determinávamos um tempo limite para os jovens ficarem na ONG. Mas, com o tempo, vimos que isso não fazia sentido, já que a maioria deles tem vontade de permanecer por no mínimo cinco anos. Sendo assim, decidimos deixá-los livres para estarem com a gente até quando quiserem e precisarem. Afinal, nosso foco é na educação continuada, e queremos ampará-los pelo maior tempo possível”, conta Dora.

Com a participação no VOA, a expectativa da ONG é conhecer ferramentas e técnicas a que auxiliem na captação de recursos. Isso porque esse é seu principal desafio atualmente – obter mais recursos para melhorar cada vez mais seus projetos e fazer a manutenção da organização como um todo. Além disso, a meta é atender, ao final de 2019, pelo menos 400 alunos – atualmente, atendem 283. “Estamos muito empolgados com o programa e a possibilidade de nos desenvolvermos por meio dele – já que isso quer dizer que poderemos beneficiar mais crianças e adolescentes, que tanto precisam desse apoio. Temos certeza que será uma experiência única para nós”, afirma a fundadora.

As aulas, que acontecerão em encontros presenciais e por meio de módulos online, terão início em maio e trarão conteúdos sobre gestão de orçamento, gerenciamento de projetos, elaboração de metas, planos de carreira, dentre outros.

O VOA está em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 1, 4, 8 e 17 da ONU, que buscam um mundo mais inclusivo e sustentável. “Sempre tivemos vontade de participar mais ativamente no desenvolvimento das organizações sociais, mas ainda não tínhamos clareza sobre como fazer isso – até que percebemos que poderíamos compartilhar nossos conhecimentos e práticas de gestão. No final das contas, nós também aprendemos muito com elas, então foi uma troca rica para ambos os lados”, conta Richard Lee, gerente de Sustentabilidade da Cervejaria Ambev, que irá participar como voluntário do programa pela segunda vez.

Para Lee, o VOA é extremamente importante para a cervejaria e está alinhado com seu sonho de unir as pessoas por um mundo melhor. “O programa não só nos aproxima ainda mais do terceiro setor, como também une os próprios funcionários, que escolhem dedicar boa parte de seu tempo às ONGs. O saldo é sempre positivo: nós saímos mais realizados e felizes com nosso trabalho”, conta.

Na conclusão do programa, as ONGs apresentarão ao final de 2019 um projeto prático realizado com base no que aprenderam ao longo dos meses, sendo que o mais bem avaliado receberá um auxílio financeiro. Em 2018, as organizações participantes puderam impactar cerca de 2 milhões de pessoas após a participação no programa.

Neste ano, as participantes de 2018 também terão a oportunidade de seguir acompanhando as aulas e encontros e poderão, inclusive, trocar experiências com as novas selecionadas, contribuindo ainda mais com seu desenvolvimento.

A escolha das participantes de 2019 envolveu critérios como potencial de impacto social nas novas gerações, visão de futuro e comprometimento. Abaixo estão os nomes, regiões e áreas de atuação das selecionadas.

SERVIÇO – Sobre as ONGs selecionadas para o VOA 2019

Artes: Instituto Core de Música (Joinville/SC), Instituto Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (Joinville/SC), Em Cena Arte e Cidadania (Recife/PE), IECAP – Instituto de Educação, Esporte, Cultura e Artes Populares (Brasília/DF).

Assistência social: Instituto Severino Ballesteros (Belo Horizonte/MG), Instituto Apontar (Rio de Janeiro/RJ), Associação Obra do Berco (São Paulo/SP), Instituto Semear (São José dos Campos/SP), Um Teto Para o Meu País (São Paulo), Associação Cultural Pisada do Sertão (Poço de José de Moura/PB), Vivenda da Criança (São Paulo/SP).

Educação: Programa Neojiba (Salvador/BA), Projeto Verde Vida (Crato/CE), Embaixadores de Minas (Belo Horizonte/MG), Instituto Gil Nogueira (Belo Horizonte/MG), Serviço de Tecnologia Alternativa (Ibimirim/PE), Semente do Futuro (Rio de Janeiro/RJ), Instituto Omunga (Joinville/SC), Associação Fazendo História (São Paulo/SP), Associação Turma do Jiló (São Paulo/SP), Associação Vaga Lume (São Paulo/SP), Colégio Mão Amiga (Itapecerica da Serra/SP), Fly Associação para a Educação e Cultura (São Paulo/SP), Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial (São Paulo/SP), Instituto Beabá (São Paulo/SP), Instituto Rogerio Steinberg (Rio de Janeiro/RJ).

Esportes: Instituto Cidadania Através do Esporte (São Paulo/SP), Abraço Campeão (Rio de Janeiro/RJ).

Geração de emprego e renda: Cipó – Comunicação Interativa (Salvador/BA), Clara Amizade (Salvador/BA), Obras Sociais Irmã Dulce (Salvador/BA), Edisca (Fortaleza/CE), Iprede (Fortaleza/CE), FAC – Fundação Assis Chateaubriand (Brasília/DF), Instituto Moinho Cultura Sul-Americano (Corumbá/MS), AJAM – Associação Jaibense de Apoio ao Menor (Jaíba/MG), CUFA Minas – Central Única das Favelas de Minas Gerais (Belo Horizonte/MG), CEAPS – Centro de Estudos Avançados Social e Ambiental (Santarém/PA), ABFB – Aliança Bayeux Franco-Brasileira (Bayeux/PB), Elo Apoio Social e Ambiental (Curitiba/PR), Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Rio de Janeiro/RJ), Ecos do Futuro (Rio de Janeiro/RJ), Gastromotiva (Rio de Janeiro/RJ), Bairro da Juventude dos Padres Rogacionistas (Criciúma/SC), AFESU – Associação Feminina de Estudos Sociais e Universitários (São Paulo/SP), Associação Franciscana de Defesa de Direitos e Formação Popular (São Paulo/SP), CORE – Comunidade Reinventando a Educação (São Paulo/SP), Fundação Observatório do Livro e da Leitura (Ribeirão Preto/SP), Instituto Social Ser Mais (São Paulo/SP), Mater Dei Cam – Criação e Movimento (Atibaia/SP), Oficinas Quero (Santos/SP), ALIAR – Associação Aliança para um Futuro Melhor (Miracema/TO).

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.